Esclarecimento sobre notas do Painel da Folha de S.Paulo de hoje, 07/06

.

A coluna Painel, da Folha de São Paulo, comete, no jargão jornalístico, uma “barriga”, ao mesmo tempo em que requenta uma nota publicada e desmentida no final do ano de 2006. Diz a colunista que a Petrobras escalou três diretores para atuar a linha de frente da CPI, entre eles Wilson Santarosa que, na verdade, é gerente executivo da empresa. Além disso, ninguém foi escalado para defender e contra-atacar quando a CPI começar. A Petrobras tem uma norma para situações de crise, aprovada pela sua Diretoria em 2002, e está atuando em defesa da sua reputação como prevê o procedimento.

Em outra nota a coluna atribui ao gerente excutivo Santarosa uma suposta prática de reunir “arsenal de dados” contra “desafetos”. Nota semelhante foi publicada no mesmo Painel  em 30/11/2006 e o desmentido do executivo da empresa, dias depois, em 01/12/2006

Funcionário de carreira da Petrobras há 34 anos, Wilson Santarosa, que iniciou suas atividades como operador de transferência e estocagem da Refinaria de Paulínia, é responsável pela Comunicação Institucional da Petrobras desde janeiro de 2003.


Em pouco mais de seis anos a frente da área, foi o primeiro gestor de estatal a ser indicado ao prestigioso prêmio Caboré, da Revista Meio e Mensagem, em 2004. Também coleciona distinções importantes no mercado e entre profissionais de comunicação. Foi eleito “Personalidade do Ano de Comunicação Empresarial” pela ABERJE (Associação Brasileira de Comunicação Empresarial) nos anos de 2003, 2004 e 2007, entre outras homenagens conferidas.


Notas da coluna Painel, da Folha, hoje, 07/06

painel@uol.com.br

Linha de frente. A trinca de diretores da Petrobras escalada para atuar mais diretamente na defesa e no contra-ataque quando a CPI começar inclui Wilson Santarosa (Comunicação), Renato Duque (Serviços) e Paulo Roberto da Costa (Abastecimento).

Paiol. Santarosa é conhecido de políticos e jornalistas pelo arsenal de dados que costuma reunir sobre desafetos.


Nota da coluna Painel, da Folha, no dia 30/11/2006


Arquivo vivo. Uma das incumbências reservadas de Wilson Santarosa, gerente de Comunicação Institucional da Petrobras, sempre foi a de abastecer a direção da empresa com dossiês sobre aliados e adversários do governo.


Resposta do executivo da Petrobras publicada na mesma coluna, em 01/12/2006


Eu, não. Wilson Santarosa, gerente de Comunicação Institucional da Petrobras, nega ter abastecido a direção da empresa com dossiês sobre aliados e adversários do governo. “Abomino esse tipo de coisa. Não é do meu feitio”.


Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes