Resposta da Petrobras ao editorial "Ataque à Imprensa" de O Globo

10 de junho de 2009 / 00:01 Respostas à Imprensa Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

A Petrobras reafirma que o blog Fatos e Dados foi criado pela empresa para prestar esclarecimentos à sociedade. O objetivo é manter seu compromisso com a transparência, o que implica em divulgar, de forma completa, o posicionamento da Companhia, publicando todas as respostas enviadas à imprensa. Assim, a empresa descarta também acusações de “quebra de sigilo” por considerar que as informações prestadas pertencem à empresa.

Como também já esclareceu várias vezes, a Petrobras reitera que as 1.150 pessoas incluem profissionais de publicidade, jornalismo, relações públicas, marketing, além de todo o pessoal de apoio administrativo, entre concursados e contratados, espalhados por todo o Brasil e exterior. A Petrobras repudia a maneira desrespeitosa com que o jornal se refere a seus empregados. Não se trata de “uma redação ociosa”, como diz o jornal. O blog é uma das inúmeras ações que os profissionais da empresa desenvolvem para os cerca de 65 mil empregados do Brasil e exterior e para toda a sociedade, incluindo ações de responsabilidade social e outras relacionadas à comunicação interna, externa, marketing, propaganda, internet, entre outras.

Sobre o uso da mamona para produção de biodiesel esclarecemos que a ANP apenas limitou o seu uso em 30% da mistura, o que não inviabiliza sua utilização. Miguel Rossetto foi indicado para a Presidência da Petrobras Biocombustível, por sua experiência como Ministro do Desenvolvimento Agrário, no desenvolvimento do Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel e do Selo Combustível Social. Além disso, ele ingressou na Companhia como técnico, através de concurso público em 1984.

Na matéria “Petrobras baixa gasolina, mas não para o consumidor”. O título induz o leitor a um erro de interpretação, ao sugerir que a Petrobras é responsável pelo preço final da gasolina na bomba do posto. A Companhia responde apenas  pelo preço em suas refinarias. A partir daí, entram na conta para definir o preço final os impostos, além da  margem  de  lucro das distribuidoras e postos.

Sobre a matéria “Seguindo Dilma”, a Petrobras esclarece que seu perfil é seguido por mais de 800 usuários e que não limita nem censura os que se inscrevem, reforçando a democracia das redes sociais na Internet. Esses usuários são seguidos pelo twitter da Companhia para monitoramento da repercussão dos post do blog.

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes