Respostas da Petrobras ao jornal Folha de S.Paulo

11 de junho de 2009 / 00:00 Respostas à Imprensa Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

- A Petrobras acaba de divulgar, em seu blog, que decidiu que dará publicidade ao conjunto de perguntas de jornalistas e respostas da empresa com comentários a partir da zero hora do dia em que está prevista a publicação da reportagem. Podemos considerar isso um recuo da empresa, uma vez que, até então, o blog e seu presidente, José Sérgio Gabrielli, defenderam de forma veemente o que vinha sendo feito até então _ a publicação do conjunto “perguntas x respostas” momentos após a empresa ter enviado as respostas ao jornalista?


O que está sendo feito é um ajuste que compatibiliza as reivindicações e argumentações dos jornalistas com os propósitos do blog.  A Petrobras não entende isso como um recuo. O blog Fatos e Dados foi criado para prestar esclarecimentos quanto a questionamentos relacionados à CPI e quanto a perguntas encaminhadas por jornalistas e respostas enviadas pela Companhia. E a Petrobras mantém esse propósito de transmitir de forma transparente as informações. As perguntas dos jornalistas e as respostas continuarão a ser publicadas no blog. A diferença será o momento da publicação, que passará a ser por volta das 0h, no caso de jornais e revistas, do dia da publicação da matéria, data que será informada pelo jornalista à assessoria de imprensa. No caso de programas de TV ou rádio, as perguntas e respostas serão postadas no blog no horário do programa indicado pelo jornalista. As perguntas e respostas aos veículos online serão publicadas no momento de publicação informado pelo repórter à Petrobras.

- Por que a empresa tomou esta decisão, se aparentava estar tão segura e satisfeita com os resultados da estratégia?

A pergunta parte de um interpretação equivocada quanto aos propósitos do blog. A Petrobras não aparentava estar satisfeita e segura com a ferramenta; ela, efetivamente, está segura e satisfeita. Desde que foi lançado, em 2 de junho, o site já recebeu 223 mil acessos e 4 mil comentários. A página da Petrobras no Twitter também está sendo cada vez mais visitada, com cerca de 1500 seguidores. A Companhia tem recebido enorme apoio pela iniciativa, o que a motiva a utilizar cada vez mais as redes sociais de circulação da informação para estabelecer canais de relacionamento direto com seus públicos.

Como informado na resposta anterior,  o que está sendo feito é um ajuste. Houve interpretações equivocadas a respeito do blog, segundo as quais o objetivo da Companhia seria “vazar” o noticiário e intimidar os profissionais de imprensa. Esse nunca foi o propósito da companhia. Por isso, a Petrobras decidiu fazer uma alteração na ordem da postagem, sem abrir mão dos conceitos que orientam o blog. A Companhia vai manter a publicação das perguntas e respostas, permitindo ao público ter acesso à íntegra das informações prestadas pela Petrobras – um dos principais objetivos do blog -, mas apenas após o fechamento das matérias.

- Caso o processo editorial e/ou industrial do jornal determinem que a matéria sobre a empresa seja retirada da edição em produção para o dia seguinte _ ou seja, a matéria fique para um ou uns dias adiante _ haverá espaço para que o veículo entre em contato com a empresa e os produtores do blog, a fim de que a publicação no blog seja suspensa e, assim, a exclusividade seja mantida?

Sim. Caso haja mudança na data prevista de publicação pela imprensa, o jornalista deverá contatar a assessoria de imprensa da Petrobras informando a nova data.  Os jornalistas mantêm contato permanente com a Petrobras e poderão informar a empresa sempre que houver alteração na data prevista de publicação de suas matérias. A intenção da Petrobras não é interferir ou prejudicar o trabalho da imprensa em nenhuma hipótese.

- Caso a resposta à pergunta anterior seja negativa, não estaria a empresa numa situação de querer pautar o veículo de comunicação, ou seja, de determinar a data em que a matéria deve ser publicada?

A resposta anterior esclarece a questão.

- Quantos jornalistas são destacados para abastecer e atualizar o blog? O trabalho está sob a responsabilidade de que profissional?

O Blog está sendo atualizado por profissionais próprios da Comunicação Institucional da Petrobras.

- Desde que o blog foi ao ar, já houve veículos estrangeiros questionando a empresa sobre o blog e/ou a CPI?

Até o momento, a Petrobras não foi questionada por veículos estrangeiros.

- Em caso afirmativo na pergunta anterior, a) qual foi o tratamento dado pela Comunicação da Petrobras ao caso? b) Houve alguma crítica ou apoio?

Como já foi respondido, não houve nenhuma consulta ou questionamento à empresa por parte de veículos estrangeiros.

- As perguntas de jornalistas estrangeiros também receberão a mesma publicidade que as dos jornalistas brasileiros nessas questões?

Sim, o tratamento será o mesmo, sejam veículos brasileiros ou estrangeiros.

- De que forma a Petrobras soube desse apoio da OAB? Foi pela entrevista aos jornais?

A Petrobras tomou conhecimento da posição da OAB por meio de declarações publicadas na imprensa.

- Se as reportagens publicadas até então sobre a opinião da OAB mostram que há um apoio com ressalvas, porque a Petrobras não mencionou a ressalva, dentro de sua política de transparência?

A Petrobras citou algumas entidades que apóiaram a iniciativa do blog. Em declarações publicadas na imprensa, o presidente da OAB afirmou que “não há nada contrário a uma instituição criar um blog como fonte de informação de seu pensamento, é até recomendável”. Cezar Britto fez uma ressalva à questão de manter a exclusividade da informação do jornalista.

- Como o presidente da OAB desaprovou ontem a divulgação de perguntas e respostas previamente à publicação, a decisão da Petrobras, anunciada nesta quarta-feira, de publicar perguntas e respostas depois da zero hora do dia em que a publicação é prevista, pode ser uma revisão de posição em resposta à crítica de Britto ou foi apenas uma coincidência?

As razões da decisão já estão devidamente esclarecidas nas perguntas acima. De qualquer modo, a Petrobras reafirma que a sua decisão demonstra o respeito da Companhia ao trabalho dos jornalistas e da imprensa. A Petrobras mantém um diálogo permanente com a sociedade e com todas as entidades que defendem a ética e a democracia, estando sempre aberta a opiniões e atitudes que ajudem a avançar as instituições brasileiras.

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes