Jornal O Globo requenta factóide de 2006

24 de junho de 2009 / 18:30 Informes Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

A matéria “Investigada a ligação de Santarosa com ‘aloprados’” publicada em 24/06, pelo Globo, procura dar sobrevida ao episódio chamado pela imprensa de “escândalo dos aloprados”, sem fatos novos para notícia publicada quase três anos atrás. Em 2006, O Globo, Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo, Correio Braziliense e Veja publicaram matérias sobre o assunto e a Petrobras respondeu às perguntas dos repórteres. Nos dias 4 e 5 de junho de 2009, Correio Braziliense e Folha de S. Paulo publicaram a mesma matéria. Agora, O Globo. Em todas as ocasiões anteriores a Petrobras informou que as ilações sobre o envolvimento do gerente executivo da Comunicação Institucional, Wilson Santarosa no caso, não se baseiam em fatos e dados. O gerente nunca foi intimado pela Polícia Federal, nem convocado pelo Ministério Público a dar explicações nas investigações citadas. O Globo tenta, assim, manter a Petrobras no foco do noticiário denuncista.

Um dos jornalistas que assina a matéria não pertence aos quadros de O Globo, é editor executivo do Diário de Cuiabá, jornal que não publicou essa matéria. Na mesma edição, O Globo, em editorial, acusa que objetivo do blog da Petrobras é “atemorizar a imprensa profissional”, sendo notório entre os internautas o objetivo de informar a opinião pública, com transparência. Acusa a empresa de “retrocesso no terreno da ética”, mas publica a matéria “Investigada a ligação de Santarosa com ‘aloprados’” sem ouvir a Petrobras, prática obrigatória segundo manuais de redação da imprensa profissional.

Leia aqui a matéria no Globo Online

Veja o post “Se correr o bicho pega…” no blog do Nassif

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes