Preconceito só não basta?

30 de julho de 2009 / 23:31 Esclarecimentos Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

Dig20867Alguns blogs e sites repercutiram hoje (30/7), a matéria “Central única dos altos salários”, do Correio Braziliense publicada há uma semana. A matéria requenta o preconceito e discriminação sobre alguns gerentes ex-sindicalistas, e acrescenta a  falsa informação de que ainda seriam remunerados com salários incompatíveis aos dos demais 4.910 gerentes da Petrobras. As matérias e posts se referiram a “um grupo de pelo menos 20”, cerca de 0,5% do universo de gerentes da Companhia.

A remuneração de todos os gerentes da Petrobras, de um mesmo nível hierárquico (gerentes setoriais, gerentes, gerentes gerais ou gerentes executivos), se equivale, tenham eles exercido atividade sindical ou não. Essa remuneração, por sua vez, tem relação com a de todos os empregados,  a partir de um Plano de Classificação e Avaliação de Cargos  (PCAC) e Acordo Coletivo de Trabalho (ACT).

É importante ressaltar que todos os gerentes da Petrobras aos quais esses blogs e sites se referem são funcionários de carreira e concursados. Todos  têm mais de 20 anos de trabalhos prestados e, portanto, conhecem profundamente as atividades da Companhia. Possuem também qualificações compatíveis as de todos os seus pares na Petrobras para exercerem as atuais funções.

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes