CPI: respostas para o portal UOL

8 de agosto de 2009 / 07:00 Respostas à Imprensa Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

Foto: Agência Brasil

Leia a entrevista do presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, ao portal UOL.

1. Qual a expectativa do senhor em relação à CPI da Petrobras?

A Petrobras está preparada para responder a todos os questionamentos da comissão com a máxima transparência e a máxima colaboração. Esta tem sido a tônica da Petrobras nâo só com os parlamentares, mas com todos os órgãos controladores. Assim tem sido também nas respostas às demandas da imprensa. Esperamos que essa CPI apresente, por seu lado, contribuições positivas para o setor.

2. Por que uma investigação da Petrobras por meio de CPI não seria bom para o país?

A CPI é um instrumento legítimo da democracia, mas existem regras a serem cumpridas. A CPI deve se concentrar em fatos determinados, que são a razão de sua instalação. A investigações da CPI devem se limitar a esses fatos. Uma Comissão sem foco determinado e sem clareza sobre o que será investigado é inadequada e pode ser prejudicial à Petrobras. Pode afetar a reputação da Companhia.

Temos um plano de negócios a ser executado, que prevê investimentos da ordem de US$ 174,4 bilhões para os próximos cinco anos nas áreas de Exploração e Produção, Refino, Gás e Energia, Petroquímica, Distribuição e Biocombustíveis. É evidente que a CPI deslocará a atenção da Petrobras e da opinião pública em relação à Companhia, de modo que o ritmo das atividades da empresa poderá ser impactado. Estamos tentando separar bem os empregados que estão se dedicando integralmente à CPI dos demais, para que as operações da empresa sejam preservadas e continuem da forma prevista.

3. A imagem da Petrobras está sendo ou corre o risco de ser arranhada em decorrência da CPI?

A CPI pode afetar a reputação da Petrobras e, evidentemente, pode enfraquecer a empresa. Não é possível prever o grau de enfraquecimento antecipadamente. Volto a dizer que a CPI deve investigar apenas os fatos que embasaram sua criação. Razões e interesses políticos devem ficar de fora para evitar mais denúncias infundadas e irresponsáveis, como tantas que já foram publicadas.

De nossa parte, daremos o máximo de contribuição à CPI, respondendo a todas as questões que foram colocadas. A Petrobras comprovará a correção de seus procedimentos e sairá fortalecida ao final dos trabalhos da Comissão.

É bom lembrar que este ano, entre outros prêmios e reconhecimentos, a empresa passou do vigésimo para o quarto lugar entre as empresas mais respeitadas do mundo, segundo pesquisa divulgada pelo Reputation Institute (RI), empresa privada de assessoria e pesquisa, com sede em Nova York. O ranking relaciona 200 grandes empresas do mundo e é realizado anualmente desde 2006.

O Reputation Institute criou um modelo de avaliação (Modelo RepTrak) que mede o nível de estima, confiança, respeito e admiração, por meio de pesquisas realizadas com consumidores do país de origem das empresas. Foram realizadas 75 mil avaliações, de janeiro a março de 2009, em 32 países.

Em 2008, a Petrobras e seus dirigentes receberam 20 prêmios de transparência, sustentabilidade, reputação, entre outros. E assim foi em anos anteriores. Certamente isso nos dá segurança. A Petrobras é uma empresa mundialmente respeitada, merecedora de dezenas de prêmios no Brasil e no exterior.

4. Quantos empregados a Petrobras tem no total (Brasil e exterior)?

Aproximadamente 74,5O mil empregados.

5. De que setores são os 40 empregados da Petrobras que estão se dedicando integralmente à CPI?

Cerca de 40 pessoas, procedentes de várias áreas da Petrobras, estão se dedicando integralmente à CPI para que as operações da empresa continuem da forma mais normal possível. Esse grupo é formado por uma equipe que reproduz a organização da Companhia, incluindo executivos das principais áreas da Petrobras, especialmente aquelas relacionadas aos assuntos que serão analisados pela CPI.

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes