Novas licitações para a refinaria de Pernambuco

22 de agosto de 2009 / 00:05 Respostas à Imprensa Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

refinaria de pernambucoRespostas ao Jornal do Commércio, de Recife

1) Segundo dados repassados pela PETROBRAS ao TCU, as novas licitações representaram uma redução expressiva nos quatro pacotes, um total de 31%, baixando de R$ 17 bilhões para R$ 11,7 bilhões.

Qual a explicação para essa grande redução, principalmente observando que foram os mesmos consórcios que apresentaram as melhores propostas?

RESPOSTA : As novas licitações foram realizadas logo após o início da recente crise financeira mundial. As matérias-primas e equipamentos utilizados neste tipo de empreendimento tiveram sensível redução de preços, um dos principais fatores que contribuíram para a redução dos valores dos referidos pacotes.

Esse valor global já sofreu nova alteração?

RESPOSTA: Não, os valores estão em análise.

2) Quais foram as propostas anteriores de cada pacote desses quatro “novos”, nas licitações canceladas, e quais foram as novas propostas?

RESPOSTA: Vide tabela abaixo.



unidade de coqueamento retardado (UCR); unidade de hidrotratamento (UHDT); unidade de destilação atmosférica (UDA); tubovia (tubos que levam o petróleo do pier para a refinaria)

Quais desses contratos já estão firmes, assinados ou em vias de assinatura?

RESPOSTA: Os processos licitatórios encontram-se em fase final de análise pelas comissões de licitação. Nenhum contrato foi assinado e nenhum está em vias de assinatura.

Já há data para a canetada?

RESPOSTA: Não.

3) Segundo os dados do TCU, os R$ 11,7 bilhões continuam acima do orçamento estimativo da Petrobras, de R$ 10,1 bilhões. E, em entrevista no início deste mês ao Jornal do Commercio, Paulo Roberto Costa afirmou que “não vamos fazer a refinaria a qualquer preço”, fazendo referência até a abertura de licitação internacional por causa das propostas elevadas dos consórcios. A estatal realmente planeja licitações internacionais?

RESPOSTA: Conforme informado pelo Diretor, caso a redução de preços não atenda aos interesses da Petrobras, a empresa poderá realizar licitação internacional.

4) Na conclusão e encaminhamentos do relatório do TCU, o ministro Benjamin Zymler solicita, entre outras, as seguintes informações: “orçamento estimado para a implantação de toda a Refinaria Abreu e Lima, incluindo a memória de cálculo completa e a relação de todos os contratos previstos”. Quanto custará a refinaria? O valor de R$ 23 bilhões é realmente uma cifra de referência?

RESPOSTA: Não podemos estimar valores totais porque, como exposto acima, as negociações ainda não se encerraram.

5) Qual a relação em valores e objeto dos grandes contratos já fechados e daqueles pacotes ainda não fechados?

RESPOSTA: Vide tabela abaixo:

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes