Investimentos em publicidade para 2010

6 de setembro de 2009 / 13:32 Esclarecimentos Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

Com relação à matéria publicada pelo jornal O Estado de S.Paulo neste domingo (6/9), “Petrobrás gastará R$ 480 milhões em publicidade – Em ano eleitoral, estatal vai ampliar verba para propaganda; tom ufanista já domina campanhas“, a Companhia esclarece que segue as orientações de publicidade da Presidência da República para o período eleitoral, baseadas na Lei 9.504, que entre outros dispositivos, proíbe aos agentes públicos (…)

realizar, em ano de eleição, (…) despesas com publicidade dos órgãos públicos federais, estaduais ou municipais, ou das respectivas entidades da administração indireta, que excedam a média dos gastos nos três últimos anos que antecedem o pleito ou do último ano imediatamente anterior à eleição.

O histórico de investimento da Petrobras em publicidade, já divulgado por este blog, pode ser visto no Quadro dos investimentos da Petrobras em Publicidade. A estimativa para 2009 é de R$ 238 milhões, menor que os valores aplicados nos últimos dois anos.

A Petrobras usualmente realiza contratos para prestação de serviços publicitários pelo período de dois anos. Portanto, o valor especulado na  matéria pode se referir ao período 2010-2011, e não  somente para o ano de 2010 (informação não está clara na reportagem). Além disso, o texto chama de “blocos” e mistura agências contratadas para prestar serviços à Petrobras (PPR Profissionais de Publicidade Reunidos Ltda,  F/Nazca, Saatchi & Saatchi Publicidade Ltda e Heads Propaganda Ltda) com aquelas contratadas pela  Petrobras Distribuidora (PPR Profissionais de Publicidade Reunidos Ltda e Master Publicidade), que empreendem campanhas distintas e possuem contratos e vigências diferentes.

Ainda na mesma matéria, com relação ao pré-sal, sua exploração não se dá “num abismo de 7 mil metros, no Oceano Atlântico, num desafio tecnológico sem precedentes”, nem o “o cidadão é levado a pensar nas profundezas abissais”. A exploração ocorre em áreas oceânicas com 2 a 3 mil  metros de profundidade (lâmina d’agua), o que pode ser visto no Site Petrobras Pré-sal.

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes