Tolerância com envenenamento: carta ao Estadão

8 de setembro de 2009 / 20:30 Esclarecimentos Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

Em relação ao editorial “Tolerância com envenenamento”, de O Estado de São Paulo (8/9), a Petrobras reafirma que jamais foi “omissa” com referência à Resolução 315 do Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama), que definiu os limites das emissões veiculares. A Companhia participou ativamente das discussões sobre o fornecimento do diesel com menor teor de enxofre e desde janeiro deste ano distribui o combustível dentro das especificações brasileiras vigentes. A resolução está sendo cumprida integralmente. O diesel S-50 é fornecido em diversas cidades e, gradativamente, será estendido a todo o País.

Também é importante ressaltar que não é apenas o diesel que influencia a qualidade do ar. O combustível com baixo teor de enxofre só é efetivo quando utilizado em motores com tecnologia avançada. Para se chegar a uma redução de 75% nas emissões de material particulado é imprescindível que diversas ações sejam feitas por montadoras, fabricantes de equipamentos, rede distribuidora de combustíveis, governos estaduais e municipais e órgãos ambientais. É preciso que os veículos novos tenham motores com tecnologia Euro 4, sejam equipados com catalisadores especiais e utilizem equipamento com uréia líquida, que, por sua vez, precisa estar disponível nos postos de abastecimento. Também será necessária rigorosa vistoria e fiscalização periódica de veículos para assegurar o perfeito funcionamento de motores e equipamentos.

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes