Petrobras assina termo de compromisso para construir refinaria no Maranhão

14 de outubro de 2009 / 21:00 Informes Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

Em cerimônia com as presenças do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, da governadora do Maranhão, Roseana Sarney, e do presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli de Azevedo, a companhia assinou nesta quarta-feira (14/10),  termo de compromisso para a construção da Refinaria Premium 1. Fruto das negociações iniciadas com a assinatura do Protocolo de Entendimentos em maio deste ano, este documento estabelece os compromissos das partes na viabilização das condições necessárias para a implantação do empreendimento. Durante a fase de construção, que se inicia ainda em 2009, estima-se a geração de mais de 100 mil empregos, diretos, indiretos e por efeito renda.

Durante o evento, o ministro Edison Lobão garantiu que a Refinaria Premium 1 é uma realidade sólida e promissora, que mudará definitivamente a economia do estado do Maranhão. Após apresentar os principais números e detalhar a complexidade desta que será uma das maiores refinarias do mundo, o presidente Gabrielli ressaltou a importância da união e da parceria de todos os governos municipais e estaduais das regiões impactadas pela obra.

“Será uma obra estruturante e importante para elevar o Maranhão a um novo status de estado economicamente forte e ativo no cenário nacional e mundial”, disse Gabrielli. O presidente também citou o impacto do Prominp e de outras iniciativas da empresa (enumeradas em apresentação) para formação de mão de obra qualificada.

A refinaria, que será construída no Município de Bacabeira (MA), contará com faixa de dutos e terminal portuário para recebimento de petróleo e escoamento de derivados. Com capacidade de processamento de 600 mil barris por dia, entrará em operação em duas fases, sendo a primeira, para 300 mil barris por dia, prevista para o segundo semestre de 2013. A segunda fase está prevista para 2015. O empreendimento foi projetado para maximizar a produção de óleo diesel de alta qualidade e também para produzir os seguintes derivados combustíveis: QAV, nafta petroquímica, GLP, bunker e coque.

A população do município de Bacabeira (MA), com aproximadamente 16 mil habitantes, já começa a sentir os reflexos positivos do empreendimento. Recentemente, o Governo do Estado anunciou parcerias entre as secretarias de Ciência e Tecnologia, Indústria e Comércio e Trabalho, Economia Solidária e a Petrobras para a capacitação profissional dos moradores da região. Por meio do Programa de Mobilização da Indústria Nacional do Petróleo e Gás Natural (Prominp), a expectativa é que 22,7 mil pessoas de nível superior, técnico, médio e básico sejam capacitadas até 2013 em todo o estado. O empreendimento também deve gerar 3120 vagas no entorno de Bacabeira, que engloba nove municípios.

A Petrobras espera, com este investimento, aumentar ainda mais os resultados de seus negócios, bem como contribuir para o desenvolvimento econômico do país.

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes