Representantes da Petrobras participam de seminário na OAB

16 de outubro de 2009 / 23:29 Informes Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

O gerente-executivo da Comunicação Institucional da Petrobras, Wilson Santarosa, abriu o terceiro e último painel do Seminário Internacional sobre a Exploração do Pré-sal, realizado na sede da OAB-RJ nesta sexta-feira (16/10).

Após destacar os objetivos do fundo, como combate à pobreza e melhoria da educação, o gerente da Petrobras listou as fontes de recurso, entre elas parcelas do bônus de assinatura e dos royalties, e a rentabilidade das aplicações financeiras. “Se não tivermos metas e programas definidos, esses recursos podem ser gastos pontualmente. Quando, em 2004, instituímos na Petrobras metas e critérios claros para os programas sociais que promovemos, o resultado ficou muito melhor”, comparou. “Hoje atendemos 18 milhões de pessoas direta e indiretamente”, complementou.

Já a gerente do setor jurídico de Exploração e Produção da Petrobras, Claudia Zacour, ressaltou as diferenças de panorama de 1997, quando foi estabelecido o regime de concessões, para hoje. “A taxa de sucesso no pré-sal é de 100% (na Bacia de Santos). Esse índice é muito superior à média de 30% de taxa de sucesso mundial”, destacou.

Claudia detalhou os dois tipos de contratação do regime de partilha: “A Petrobras pode ser contratada com 100% do bloco ou pode haver a contratação de terceiros por licitação”. Ela afirmou que vários sistemas de regulação coexistem em mercados como o de telefonia, no Brasil, e também no setor de petróleo e gás em outros países, a exemplo de Rússia e Noruega.

Desafios em Recursos Humanos no pré-sal

A revolução que o pré-sal causará no mercado de trabalho e a necessidade de qualificação dos trabalhadores foram destaques do painel “A Exploração do Pré-sal, Conteúdo Nacional e Cadeia Produtiva e Reflexos no Mundo do Trabalho”. O gerente jurídico da Petrobras Gás S.A. (Gaspetro), Gustavo Mano, frisou que a descoberta das jazidas do pré-sal coloca o país num novo patamar em termos de energia. “A exploração vai demandar um esforço gigantesco e precisamos preparar nossas indústrias de petróleo e de serviços, porque há a exigência de formação de mão-de-obra”, disse.

Na avaliação da gerente de Planejamento e Avaliação de RH da Petrobras, Mariângela Mundim, o pré-sal abre uma nova era na área de recursos humanos no setor. Na opinião dela, a Companhia tem necessidade de mão-de-obra qualificada para projetos próprios e precisa também de gente qualificada na indústria de fornecedores, lembrando que a empresa atua em parceria com o Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural (Prominp) para estimular os jovens a buscarem carreiras promissoras no segmento.

O subchefe para Assuntos Jurídicos da Casa Civil, Beto Vasconcelos, reforçou que a Petrobras foi a responsável pela descoberta das reservas do pré-sal e destacou o papel estratégico da Companhia. “Se estamos falando hoje de pré-sal não é por outro motivo senão pelo trabalho e esforço da Petrobras. Estamos sim falando de uma posição estratégica do poder público e da Companhia. Temos potencial de sermos exportadores e a Petrobras tem plena capacidade de investimentos”, disse.

Vasconcellos negou ainda que o sistema de concessão tenha sido o responsável pelo sucesso do País na exploração e produção de petróleo. “Não nego a importância do sistema de concessão, mas afasto a panaceia de que garantiu a autossuficiência e a descoberta do pré-sal. Lembro que a Petrobras foi contratada diretamente na Rodada Zero, dentro da lei 9.478. E ressalto que 98% da nossa produção vêm do regime de monopólio ou da contratação direta da Petrobras”, ressaltou.

O presidente da OAB Nacional, Cezar Britto, lembrou que o tema envolve a soberania e o futuro do País: “A autonomia e a soberania brasileiras dependem de nossa ação hoje, em busca de um Brasil mais justo, mais humano e solidário”, avaliou.

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes