O Globo quer intempéries em publicidade para investidores

13 de novembro de 2009 / 18:32 Esclarecimentos Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

12-propaganda-NYT

Conheça aqui o anúncio publicado no NYTimes.

Sobre a reportagem “Bem na foto, mesmo paga”, a Petrobras esclarece que, ao contrário do que afirma a matéria, não teve qualquer participação na produção da reportagem publicada pelo jornal norte-americano The New York Times no dia 12 de novembro último no especial sobre a economia brasileira. A Petrobras abriu mão, inclusive, de indicar fonte para conceder entrevista. O texto foi produzido por jornalista indicado pelo jornal. A Companhia adquiriu espaço publicitário equivalente a meia página e ali veiculou um anúncio voltado a investidores.

É prática comum no mercado participar de projetos editoriais deste tipo. A Petrobras está listada na Bolsa de Nova York (NYSE) desde 2000 e a participação dos investidores estrangeiros no capital da Companhia, por intermédio do Programa de ADRs (American Depositary Receipts – recibos de ações estrangeiras negociadas na bolsa de Nova York), vem aumentando significativamente. Considerando dados de setembro de 2009, os detentores das ADRs representam aproximadamente 30% do capital total da Companhia e 50% das ações negociadas no mercado (freefloat). Assim, a Petrobras anunciou em um jornal de alcance mundial, com circulação de mais de um milhão de exemplares diários. No Brasil, o critério técnico é o mesmo. A proposta do anúncio foi divulgar a empresa para alguns dos mais importantes líderes de negócios e formadores de opinião nos Estados Unidos.

Além disso, no fim de outubro, a Companhia concluiu oferta de títulos no mercado de capital internacional no valor de US$ 4 bilhões, realizada por sua subsidiária integral Petrobras International Finance Company (“PifCo”). A emissão foi a maior colocação de dívida por uma empresa brasileira no mercado internacional de capitais, com demanda 2,9 vezes superior ao seu volume final, e participação de mais de 500 investidores dos Estados Unidos, Europa, Ásia e América Latina.

FOLHA

Em resposta à coluna Painel de 13/11, a Petrobras esclarece que adquiriu espaço publicitário equivalente a meia página em especial sobre a economia brasileira no jornal norte-americano New York Times do dia 12 de novembro último, a convite do veículo, e ali publicou anúncio voltado a investidores. A Companhia não teve qualquer participação na produção da reportagem citada, abrindo mão, inclusive, de indicar fonte para conceder entrevista. O texto foi produzido por jornalista indicado pelo jornal.

É prática comum no mercado participar de projetos editoriais deste tipo. A Petrobras está listada na Bolsa de Nova York (NYSE) desde 2000 e a participação dos investidores estrangeiros no capital da Companhia, através do Programa de ADRs (American Depositary Receipts – recibos de ações estrangeiras negociadas na bolsa de Nova York), vem aumentando significativamente. Considerando dados de setembro de 2009, os detentores das ADRs representam aproximadamente 30% do capital total da Companhia e 50% das ações negociadas no mercado (freefloat). Assim, a Petrobras anunciou em um jornal de alcance mundial, com circulação de mais de um milhão de exemplares diários. No Brasil, o critério técnico é o mesmo. A proposta do anúncio foi divulgar a empresa para alguns dos mais importantes líderes de negócios e formadores de opinião nos Estados Unidos.

Além disso, no fim de outubro, a Companhia concluiu oferta de títulos no mercado de capital internacional no valor de US$ 4 bilhões, realizada por sua subsidiária integral Petrobras International Finance Company (“PifCo”). A emissão foi a maior colocação de dívida por uma empresa brasileira no mercado internacional de capitais, com demanda 2,9 vezes superior ao seu volume final, e participação de mais de 500 investidores dos Estados Unidos, Europa, Ásia e América Latina.

Veja também as últimas repercussões sobre o Brasil e a Petrobras na imprensa internacional: Bloomberg, The Economist, BBC News, The Sunday Times.

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes