PAC e TCU: resposta à Folha

16 de novembro de 2009 / 10:29 Respostas à Imprensa Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

refinaria_pernambuco3

Folha de S. Paulo:

Estamos fechando uma matéria sobre obras do PAC que foram questionadas pelo TCU. Vamos fazer referência à questão do sobrepreço apontado em contratos firmados para as refinarias Abreu e Lima e Getúlio Vargas (a matéria é sobre várias obras e não vai se restringir a esses dois casos).

Claro que menciono que a Petrobras tem mantido diálogo constante com os técnicos do tribunal. E também estamos ouvindo o TCU. Ainda assim, questino se a empersa gostaria de fazer alguma consideração.

Petrobras:

A Petrobras reitera que não há superfaturamento, sobrepreço ou qualquer outra irregularidade em suas obras. O que se verifica nos casos apontados pelo Tribunal de Contas da União (TCU) são formulações e interpretações divergentes daquelas adotadas pela Companhia. É importante ressaltar que, em 95% dos casos auditados, o TCU inicialmente apontou possíveis irregularidades, mas ao final da analise concordou com os procedimentos adotados pela Companhia. A Petrobras espera chegar a um entendimento com o TCU também para os casos citados na pergunta.

Leia aqui  a matéria publicada nesta segunda-feira (16/11) no jornal Folha de S. Paulo.

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes