Pré-sal e a indústria brasileira em debate na Firjan

24 de novembro de 2009 / 00:03 Informes Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

Almir Barbassa_Firjan

O diretor Financeiro e de Relações com Investidores da Petrobras, Almir Barbassa, participou na manhã dessa segunda-feira (23/11), da Conferência “O Pré-Sal e a Indústria Brasileira” realizada no auditório da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan). Barbassa falou dos investimentos realizados pela Companhia e da necessidade de se facilitar o acesso dos fornecedores aos financiamentos. “Estamos trabalhando no sentido de facilitar a condição para a empresa brasileira obter recursos. Pretendemos fazer com que os grandes contratos da Petrobras se desdobrem para a segunda, terceira e até a quarta geração de fornecedores”.

Veja a repercussão na imprensa: Globoonline , JBonline  e Estadão .

Segundo Barbassa um modelo já está em teste no sentido da viabilidade junto ao sistema bancário. Pelo modelo, um crédito Petrobras ficaria disponível para cada um dos fornecedores da cadeia, para que eles conseguissem alavancar recursos. “Um fornecedor de um estaleiro, por exemplo, com acesso ao crédito Petrobras poderia conseguir recursos baseado nesse crédito. Para esse financiamento é necessário um contrato de longo prazo. Quanto mais longo for o contrato, mais fácil será para obter o financiamento”.

O diretor também falou sobre a necessidade constante de se realizar investimentos em pesquisa e desenvolvimento para a produção de petróleo com menores custos. “Temos muitos desafios. Mas também temos respostas bastante positivas dadas pela própria indústria que já está instalando centros de pesquisas no Brasil para estudos direcionados ao pré-sal. Estamos convidando a indústria para participar desse desafio com a Petrobras para que possamos desenvolver com eficiência e garantir a maior rentabilidade para a população brasileira e todos os acionistas da Companhia”, finalizou Barbassa.

À tarde, o presidente da Petrobras Distribuidora, José Lima de Andrade Neto,  participou do painel “Pré-Sal: A Nova Regulação”. Lima destacou o fato de o Brasil, com a exploração das reservas do pré-sal, tornar-se um exportador de derivados. O presidente explicou as novas regras propostas pelo Governo para a exploração da nova província petrolífera, abordando itens como o regime de partilha e os sistemas regulatórios existentes no mundo.

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes