Gasoduto Urucu-Coari-Manaus: coletiva com gerentes da Petrobras

25 de novembro de 2009 / 21:40 Informes Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

Nesta quarta-feira (25/11), gerentes da Petrobras participaram de coletiva de imprensa sobre a inauguração do gasoduto Urucu-Coari-Manaus, que será realizada na capital amazonense amanhã (26/11), com a presença do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.

Durante a entrevista o gerente executivo de Operações, Alcides Santoro, anunciou que já em dezembro a usina termelétrica Tambaqui, na qual a Petrobras tem participação societária de 30%, começará a utilizar gás natural para geração de energia elétrica. “Existe um cronograma para levar gás até a porta de todas as termelétricas até maio do ano que vem”, afirmou.

Assista aqui a trecho da entrevista coletiva.

As outras usinas que geram energia para Manaus (Manauara, Jaraqui, Aparecida, Mauá, Cristiano Rocha e Ponta Negra) substituirão o óleo diesel e o óleo combustível pelo gás natural gradualmente. O processo de conversão nas térmicas deve estar concluído até setembro de 2010.

De acordo com o gerente geral de Implementação de Empreendimentos, Marcelo Restum, o aumento da demanda estimulará a área de Exploração e Produção da Petrobras a buscar novas descobertas para manter as reservas e permitir a elevação do gás na matriz energética nacional. O executivo ressaltou a importância do gasoduto do ponto de vista ambiental.

“A partir de amanhã, a Reman já substitui óleo em caldeiras e fornos, reduzindo as emissões. Esse gasoduto viabilizará a substituição da geração de energia das térmicas através de uma fonte bastante limpa que é o gás natural, evitando a emissão de 1,2 milhão de toneladas de CO2 por ano”, afirmou.

A Refinaria Isaac Sabbá (Reman), da Petrobras, será a primeira unidade a receber o gás natural proveniente de Urucu, consumindo inicialmente até 90 mil m³/dia. Em janeiro de 2010, o consumo alcançará 253 mil m³/dia. Segundo Restum, o aproveitamento da capacidade máxima do gasoduto depende da conclusão de obras da distribuidora local e da conversão das térmicas.

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes