Presidente Lula inaugura obras de ampliação da Repar

12 de março de 2010 / 13:48 Informes Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, participaram nesta sexta-feira (12/03) da cerimônia de conclusão da primeira etapa das obras de ampliação e modernização da Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), em Araucária (PR). O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli de Azevedo, e o diretor de Abastecimento, Paulo Roberto Costa, também estiveram presentes.

Antes da cerimônia, o presidente Lula e comitiva visitaram a Unidade de Produção de Propeno, uma das plantas concluídas nesta primeira etapa. No total, a unidade receberá um investimento de US$ 5,4 bilhões, destinados à construção de 19 novas unidades.

O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli de Azevedo, destacou o elevado número de empregos gerados pelas obras. Segundo ele, mais de 15 mil funcionários trabalham na refinaria hoje. “É o maior investimento em curso no estado do Paraná e o maior investimento em refino da Petrobras”, declarou. A previsão é de que em junho deste ano o número de empregados passe de 20 mil.
.
Leia aqui a nota de esclarecimento sobre as obras da REPAR enviada aos sites R7 , Valor Online e Estadão .

Atuação estratégica

Para o Presidente Lula, a melhoria da qualidade dos derivados de petróleo, principal objetivo das obras de ampliação de modernização, irá adequar o combustível da Petrobras às mais avançadas legislações internacionais. “Além de melhorar a qualidade de vida dos brasileiros, vamos poder exportar produtos derivados e não petróleo bruto”, afirmou. Com as melhorias, a Repar passará a produzir diesel e gasolina com menor teor de enxofre.

Lula ressaltou ainda a posição estratégica ocupada pela Petrobras no desenvolvimento econômico do país. Segundo ele, a Companhia foi fundamental para o combate à crise no Brasil, quando decidiu manter os investimentos previstos. O Presidente citou também o reaquecimento da indústria naval brasileira, impulsionado pelas encomendas de sondas e embarcações da Petrobras.    

Ampliação e modernização

Além da Unidade de Produção de Propeno, foram inaugurados o Centro Integrado de Controle, o novo Centro de Treinamento de Combate a Incêndio, uma caldeira e duas subestações elétricas. O processo de modernização e ampliação da Repar, iniciado em 2006, deverá ser concluído em 2012.

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes