Teste em Tupi comprova alta produtividade

23 de março de 2010 / 20:54 Informes Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

A Petrobras comunica que os testes de formação no poço 3-RJS-662A (3-BRSA-755A-RJS), localizado na Área de Avaliação de Tupi, em águas ultra-profundas da Bacia de Santos, foram concluídos, constatando uma altíssima produtividade dos reservatórios carbonáticos do pré-sal nesta área.

Nos testes de formação realizados foram medidas vazões da ordem de 5 mil barris por dia de óleo leve (cerca de 28 oAPI),  limitada à capacidade dos equipamentos de teste. O potencial de produção deste poço foi estimado em cerca de 30.000 barris/dia, comprovando a alta capacidade de produção de petróleo leve na área de Tupi, anteriormente constatada por outros poços testados na área.

O poço testado, que corresponde ao quarto poço perfurado em Tupi e cuja perfuração terminou em novembro de 2009, localiza-se em área de avaliação no bloco BM-S-11, em profundidade de 2.115 metros, a cerca de 265 quilômetros da costa do estado do Rio de Janeiro e 18 quilômetros a nordeste do poço descobridor 1-RJS-628A (1-BRSA-369A), conhecido como Tupi.

O consórcio, formado pela Petrobras (65% – Operadora), BG Group (25%) e Galp (10%), dará continuidade às atividades e investimentos necessários para a avaliação das jazidas em Tupi, com a perfuração de novos poços até a Declaração de Comercialidade, prevista para dezembro de 2010.

O assunto está na pauta dos meios de comunicação. Confira:

Estadão: “Petrobras quer antecipar projeto piloto de Tupi”  
G1: “Testes mostram produtividade ‘altíssima’ em Tupi, diz Petrobras” 
O Globo: “Testes em Tupi comprovam ‘altíssima produtividade’ , diz Petrobras”

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes