Petrobras e Tereos Internacional formam parceria no setor de cana-de-açúcar

30 de abril de 2010 / 20:48 Informes Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

04-cana-de-acúcarA Petrobras e a Tereos Participações Ltda. (Tereos Internacional) anunciaram nesta sexta-feira (30/4) uma parceria estratégica para investir na Açúcar Guarani S.A. (Guarani), subsidiária do grupo Tereos, com o objetivo de acelerar seu crescimento na indústria brasileira de etanol, açúcar e bioenergia. Além disso, serão ampliados os investimentos em tecnologia e programas de pesquisa e desenvolvimento de novas gerações de biocombustíveis.

A Petrobras, por meio da subsidiária Petrobras Biocombustível, ingressará no capital social da Guarani, e investirá, em etapas, R$ 1,6 bilhão, considerando um preço por ação de R$ 5,83. Ao final dos investimentos, obterá participação societária de 45,7% na Guarani, a quarta maior processadora de cana-de-açúcar do Brasil.

A Petrobras Biocombustível trará a expertise do grupo em distribuição, operações industriais, logística, comercialização de etanol e energia, pesquisa e desenvolvimento para a Guarani. A Tereos Internacional contribuirá para a sociedade com sua experiência no agronegócio, no processamento de cana-de-açúcar e na comercialização de etanol e açúcar. A associação atende aos objetivos comuns dos sócios de investir no crescimento da sua participação no setor sucroenergético.

Leia também as notas de O Estado de S. Paulo , Correio Braziliense, O Globoportal Exame e portal UOL  sobre o tema.

A parceria torna a Guarani uma companhia bem posicionada, com papel determinante no crescimento e consolidação da indústria de processamento de cana-de-açúcar. Os investimentos terão como foco o desenvolvimento de uma nova geração de biocombustíveis e a cogeração de energia (geração simultânea de eletricidade e energia térmica a partir de uma mesma fonte).

O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli de Azevedo, considera que “em cumprimento ao Plano de Negócios da Petrobras, este é um movimento significativo no setor de biocombustíveis para a consolidação da Companhia como uma empresa de energia, de modo sustentável, tendo em vista que contribuirá para o atingimento das metas de produção de etanol da Petrobras Biocombustível”.

Para Miguel Rossetto, presidente da Petrobras Biocombustível, “a opção de investir de forma relevante na Guarani levou em conta a qualidade operacional e de gestão da empresa, que possui tradição no setor e práticas compatíveis com as exigidas pela Petrobras; a localização no Estado de São Paulo, maior mercado consumidor e produtor de etanol do Brasil, o que favorecerá a logística e a sinergia com o Sistema Petrobras; a oportunidade de participar conjuntamente nas decisões estratégicas; e o projeto de crescimento da empresa, investindo na produção de etanol”.

De acordo com Alexis Duval, diretor internacional da Tereos, “é um privilégio a Guarani ter sido escolhida pela Petrobras, uma das mais respeitadas entre as principais empresas de energia do mundo. O acordo consolida a forte posição que construímos no Brasil através da Guarani e reforça significativamente a posição da Tereos Internacional no setor de cana-de-açúcar e o seu vínculo ao Brasil, um mês depois da sua criação ter sido anunciada. A parceria cria uma plataforma fantástica para consolidar uma posição de liderança na indústria”.

Para Jacyr Costa Filho, CEO da Guarani, “este acordo conjunto com a Petrobras abre uma nova era de crescimento para a Guarani. Unindo forças com uma das maiores companhias de energia do mundo, a Guarani terá recursos e know-how para ser um player global, líder no mercado, em rápido crescimento, de bioenergia”.

Acordo de Investimento

O Acordo de Investimento estabelece que a Petrobras Biocombustível ingressará no capital social da Guarani, em três etapas:

1) Investimento inicial da Petrobras Biocombustível, de R$ 682 milhões, via aumento de capital na Cruz Alta Participações S.A. (Cruz Alta), controlada pela Guarani;

2) Conforme divulgado no Fato Relevante da Guarani de 28/03/2010, o Grupo Tereos decidiu contribuir seus ativos de cana-de-açúcar do Oceano Índico e seus ativos de amido da Europa, juntamente com a Guarani, para a Tereos Internacional. Em razão desta transação, as ações da Guarani serão incorporadas pela Tereos Internacional e a Guarani terá seu capital fechado. Em seguida a Petrobras Biocombustível substituirá suas ações da Cruz Alta por participação societária inicial de 26,3% na Guarani;

3) Dentro de um período máximo de 5 anos, a Petrobras Biocombustível investirá adicionais R$ 929 milhões, via aumento de capital, de forma a atingir a participação societária de 45,7%.

Adicionalmente, a Tereos terá a opção de investir até R$ 600 milhões, via aumento de capital, na Guarani dentro de um período de 12 meses após o ingresso da Petrobras Biocombustível na Guarani.

A Petrobras Biocombustível, por sua vez, também terá o direito de realizar investimentos adicionais, via aumento de capital, que lhe confiram uma participação de, até, 49% na Guarani.

Essa associação fortalecerá o balanço da Guarani, gerando recursos para desempenhar um papel de líder na consolidação do setor sucroenergético.

Governança

A governança da Guarani será equilibrada entre os sócios. O Conselho de Administração da Guarani será composto por seis membros, três deles sendo designados pela Tereos Internacional e os outros três pela Petrobras Biocombustível. O presidente do Conselho de Administração será designado pela Tereos Internacional, assim como o diretor-presidente e o diretor financeiro. Por sua vez, o diretor industrial e o diretor de investimentos e portfólio serão indicados pela Petrobras Biocombustível. Jacyr Costa Filho continua sendo diretor-presidente da Guarani, seguindo a implementação do Acordo de Investimento.

Sobre a Petrobras

A Petrobras é uma empresa integrada de energia, líder no setor petrolífero brasileiro e mundial em exploração e produção de petróleo e gás natural em águas ultra-profundas. Atua em 29 países nos segmentos da indústria de petróleo, gás natural e energia. O Plano de Negócios 2009 – 2013 prevê investimentos de US$ 174 bilhões no período.

Na área de biocombustíveis a Petrobras irá investir US$ 2,8 bilhões no período de 2009-2013 para expandir a produção em etanol e biodiesel, sobretudo no Brasil, a fim de responder ao crescimento do mercado doméstico e à demanda global de biocombustíveis. Em cumprimento ao Plano de Negócios da Petrobras, este é um movimento significativo para a consolidação da Companhia como uma empresa de energia, de modo sustentável, tendo em vista que trará um aumento expressivo em sua produção de etanol.

Sobre a Guarani

A Guarani é um dos atores mais importantes do etanol e da indústria do açúcar brasileiros. O principal negócio da empresa é o processamento de cana-de-açúcar para produzir etanol, energia e açúcar. É a quarta maior processadora de cana-de-açúcar, um dos principais produtores de etanol e o quarto maior produtor de açúcar do Brasil, com capacidade de moagem estimada em 17,4 milhões de toneladas de cana-de-açúcar na safra 2010/11. A Guarani possui sete unidades industriais, das quais seis estão localizadas no Brasil, na região noroeste do estado de São Paulo, e uma em Moçambique. Seu modelo de negócio é baseado na localização privilegiada de suas plantas, o abastecimento de matérias-primas, principalmente de fornecedores terceiros, o foco em produtos de alto valor agregado e a especialização de suas plantas para atender às demandas do mercado. A Guarani acredita na importância de ações positivas nas áreas social e ambiental.

Sobre a Tereos

Tereos é um grupo de cooperativas agro-industriais especializado no processamento primário de beterraba, cana-de-açúcar e cereais. Graças a um compromisso entre 12.000 agricultores franceses que são seus sócios cooperados, o Grupo Tereos tem se expandido consideravelmente nos últimos vinte anos, aumentando em 50 vezes sua produção total de açúcar, amido e álcool/etanol. Essa expansão faz com que Tereos responda aos desafios do mercado internacional e da volatilidade dos preços das commodities. Cerca de 900.000 hectares de terras cultivadas fornecem matéria-prima para 33 plantas de produção na Europa, América do Sul e África. A Tereos conta com uma força de trabalho de 13.500 funcionários permanentes envolvidos na produção e processamento de beterraba, cana-de-açúcar e cereais, alcançando uma vasta variedade de açúcares, amidos e bioetanol, juntamente com produtos secundários para uso em nutrição animal e geração de energia. Graças à sua habilidade de antecipar futuros desenvolvimentos, sua experiência, habilidade tecnológica e conhecimento de seus mercados, Tereos é atualmente um dos líderes mundiais nas suas áreas de atuação. Em linha com sua visão de longo prazo para a agricultura, a Tereos cria valor a partir dos recursos naturais que processa enquanto reduz o impacto ambiental e oferece aos funcionários um agradável ambiente de trabalho.

Em 28 de março de 2010, foi anunciada a criação de Tereos Internacional, que será uma líder global em ingredientes alimentícios e bioenergia. A companhia é resultado de uma decisão da Tereos, companhia cooperativa francesa, de contribuir seus ativos de cana-de-açúcar do Oceano Índico e seus ativos de amido da Europa, juntamente com a Guarani, para a Tereos Internacional no Brasil. A empresa recém-criada tem vendas US$ 2,5 bilhões e EBITDA de US$ 366 milhões (pro-forma de 2009).

Veja ainda em:
Valor Econômico: “Guarani deve construi mais três usinas com aporte da Petrobras”  
Jornal do Commércio: “Petrobras investirá na Guarani” 

 

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes