Patrocínio cultural: respostas à Folha de S. Paulo

19 de maio de 2010 / 11:16 Respostas à Imprensa Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

A Folha de S.Paulo publicou, nesta quarta-feira (19/05), a reportagem “(In)dependente?“. Veja abaixo as respostas encaminhadas pela Petrobras às perguntas enviadas pelo jornal.

1) Qual a função de Claudio Jorge Oliveira na Petrobras?

Resposta: Claudio Jorge Oliveira é empregado concursado da Petrobras há 24 anos, com pós-graduação em Gestão de Comunicação Corporativa. Atualmente, exerce o cargo de coordenador de Música, Patrimônio e Cultura Digital da Gerência de Patrocínios da Petrobras.

2) Quem escolhe a comissão que seleciona os projetos?

Resposta: As comissões são escolhidas pela Petrobras, em comum acordo com o MinC e a Secom. São formadas por 5 a 7 integrantes externos à Companhia, ligados à cultura brasileira, de reconhecida atuação na área para a qual foram convidados (realizadores, críticos, professores, acadêmicos, pesquisadores, imprensa), e provenientes de distintas regiões do país. As comissões são renovadas a cada edição. Com isso, mais de 200 especialistas já participaram da seleção pública de projetos, incluindo os festivais de música. Todo o processo de seleção pública é pautado pela transparência e os projetos são selecionados levando-se em conta seu mérito qualitativo e consistência.

3) Quando o PPC foi criado?

Resposta: O Programa Petrobras Cultural foi criado em 2003.

4) Quanto a Petrobras já investiu em festivais de música desde o início do PPC?

Resposta: R$ 2 milhões na edição 2008-2009 e R$ 3 milhões para a edição 2010, que abrange festivais que aconteçam entre maio de 2010 e abril de 2011.

5) Antes do PPC também havia patrocínio a festivais de música?

Resposta: Antes das seleções públicas do PPC a Petrobras lançou, em parceria com o MinC e o Instituto Moreira Sales, o I Edital Petrobras de Festivais de Música (2007), que selecionou 25 festivais.

6) Quanto cada um dos 17 projetos deste ano está recebendo? São valores idênticos ou varia conforme a dimensão do projeto?

Resposta: O valor total é de R$ 3 milhões. A Petrobras não informa valores individuais. As cotas de patrocínio são variadas, de acordo coma dimensão do projeto.

7) Quais são os projetos ligados à Abrafin selecionados no PPC deste ano?

Resposta: Para a Petrobras é indiferente se o projeto é ou não ligado a qualquer instituição. Como já informado, os critérios de seleção são o mérito qualitativo e a consistência.

Leia também o artigo “Se o governo cismar, o indie acaba no Brasil“, de Álvaro Pereira Junior, publicado no caderno Folha Teen,  segunda-feira (17/05), e que pautou a reportagem.

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes