Grupo Galpão em cidades nos entornos do Rio São Francisco


O Grupo Galpão , com patrocínio exclusivo da Petrobras, apresenta, entre os dias 28 de maio a 2 de junho, o espetáculo “Till, a saga de um herói torto” para cidades nos entornos do Rio São Francisco. Semelhante a turnê realizada no começo de 2002, pelo Vale do Jequitinhonha, o Grupo tem o foco de fazer teatro voltado para todo o Brasil, trocando experiências com moradores de cada região. No primeiro momento, a peça será exibida em quatro cidades: São Romão, São Francisco, Pirapora e Três Marias. Todas as apresentações serão gratuitas e abertas para o público. No ano de 2009, a montagem foi considerada uma das dez melhores estréias, segundo a crítica de teatro Barbara Heliodora. 

Com direção de Júlio Maciel, cenário e figurinos de Márcio Medina e direção musical de Ernani Maletta, ‘Till’ representa a volta do Grupo Galpão ao teatro de rua e suas formas de representação popular. A Turnê Rio São Francisco continua em setembro com apresentação em seis cidades da região Nordeste do país. Durante a turnê, será gravado um documentário, dirigido pelo cineasta Julio Pessoa, que será um relato das viagens das apresentações e da recepção do público na chegada do Grupo.

Till, a saga de um herói torto - Um dia, na eternidade, o Demônio aposta com Deus que se tirasse do homem algumas qualidades, ele cairia em perdição. Deus, aceitando o desafio, resolve trazer ao mundo a alma de Till. Vivendo em uma Alemanha miserável, povoada de personagens grotescos e espertalhões, logo de início nosso protagonista é abandonado em meio ao frio e a fome e descobre que a única maneira de sobreviver naquele lugar é se tornar ainda mais esperto e enganador. Assim começa sua saga cheia de presepadas e velhacarias.

Criado pela cultura popular alemã da Idade Média, Till é o típico anti-herói cheio de artimanhas e dotado de um irresistível charme. Um personagem que tem parentesco com outros tipos de várias culturas, por exemplo, que se assemelha muito ao nosso Macunaíma ou ao ibérico Pedro Malasartes.

Além de Till e uma infinidade de rústicos personagens medievais, a peça conta também a história de três cegos andarilhos que buscam a redenção, sonhando alcançar as torres de Jerusalém e salvar o Santo Sepulcro das mãos dos infiéis.

Num mundo em que é cada vez mais marcante a presença dos excluídos e dos desprovidos de qualquer suporte material, a parábola das aventuras do anti-herói Till Eulenspiegel torna-se de uma atualidade inquietante.

A comédia popular está presente de forma muito marcante em vários espetáculos do Galpão, especialmente em “A Comédia da Esposa Muda”, “Um Molière Imaginário” e “Um Trem Chamado Desejo”.

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes