Programa Petrobras Cultural 2010 abre inscrições

11 de junho de 2010 / 11:59 Meio Ambiente e Sociedade Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

A Petrobras, em parceria com o Ministério da Cultura, anunciou nesta sexta (11/6), em Salvador, a abertura de inscrições para a edição 2010 do Programa Petrobras Cultural (PPC). O programa tem verba total de R$ 61,2 milhões, destinada à seleção pública de projetos em 19 áreas culturais, dentro das três linhas de atuação do PPC: Formação; Preservação e Memória; e Produção e Difusão. O lançamento foi realizado no Forte de Santo Antônio Além do Carmo (Forte da Capoeira), com a presença do ministro da Cultura, Juca Ferreira; do governador da Bahia, Jaques Wagner; e do presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli de Azevedo.

Das 19 áreas do programa, três seguiram cronograma diferenciado e já tiveram suas seleções concluídas (festivais de música, festivais de cinema e difusão de longa-metragem em salas de cinema). Os projetos contemplados foram anunciados no início do ano, com recursos totais de R$ 9 milhões. Para as 16 áreas de seleção que estão com inscrições abertas serão destinados R$ 52,2 milhões.

Os incentivos abrangem desde projetos de pesquisa artística até projetos de distribuição de bens culturais. Podem inscrever-se projetos destinados à recuperação e digitalização de acervos, à manutenção de grupos e companhias de artes cênicas, à produção de filmes, a eventos de cultura digital e artes eletrônicas, à gravação de CDs, a turnês de shows e concertos, entre outros.

A política de patrocínios da Petrobras está estruturada em programas contínuos que definem as estratégias e as prioridades de atuação da empresa nas áreas cultural, social e ambiental. No patrocínio à cultura, o Programa Petrobras Cultural lança anualmente novas seleções públicas de projetos para diversas áreas, com divulgação nacional.

Criado em 2003, o PPC baliza as ações de patrocínio da Petrobras em torno de uma política cultural de alcance social e de afirmação da identidade brasileira. Desde sua primeira edição, as seleções públicas já destinaram, por meio da Lei Rouanet, R$ 250 milhões a mais de mil projetos em todos os estados do País.

As comissões de seleção do PPC são formadas por profissionais que atuam diretamente nos setores da cultura contemplados pelo programa, incluindo realizadores, pesquisadores, jornalistas, críticos, curadores, acadêmicos, editores, entre outros. A composição das comissões, renovada a cada ano, busca atender à maior diversidade possível de perfis para o julgamento dos projetos, que são selecionados por seu mérito qualitativo. Nesta edição do PPC, as comissões reuniram 60 profissionais.

As inscrições para o Programa Petrobras Cultural podem ser feitas pelo site www.petrobras.com.br/ppc

Os editais do PPC estão divididos da seguinte forma:

FORMAÇÃO
Formação e Educação para as Artes – R$ 2 milhões
Valor máximo por projeto:
Educação para as artes: ações e materiais – R$ 300 mil

PRESERVAÇÃO E MEMÓRIA
Memória das Artes e Apoio a Museus, Arquivos e Bibliotecas – R$ 7 milhões
Valor máximo por projeto
Memória das artes – R$ 500 mil
Apoio a museus, arquivos e bibliotecas – R$ 700 mil

PRODUÇÃO E DIFUSÃO
Artes Cênicas – R$ 14,6 milhões
Valores máximos por projeto:
- Teatro e dança – R$ 1,4 milhão, R$ 1 milhão ou R$ 600 mil (para os dois anos)
- Circo – R$ 800 mil, R$ 400 mil ou R$ 200 mil (para os dois anos)

Audiovisual – R$ 21,2 milhões
Valores máximos por projeto:
Produção de longa-metragem em 35 mm – R$ 1,5 milhão, R$ 1 milhão,
R$ 800 mil ou R$ 600 mil (conforme os critérios do regulamento)
Produção de curta-metragem em 35 mm – R$ 80 mil
Produção de longa-metragem digital – R$ 600 mil
Produção de curta-metragem digital – R$ 60 mil

Cultura Digital – R$ 2,2 milhões
Valor máximo por projeto:
Apoio a websites – R$ 150 mil
Eventos de artes eletrônicas e cultura digital – R$ 200 mil

Literatura – R$ 810 mil
Criação literária: ficção e poesia – produção de uma obra inédita de ficção e/ou de poesia, com inteira liberdade de formas e gêneros.
Valor máximo por projeto: R$ 54 mil

Música – R$ 4,4 milhões
Valor máximo por projeto:
Turnês de shows/concertos – R$ 400 mil
Gravação de CD – R$ 200 mil
Gravação para disponibilização pela internet – R$ 50 mil

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes