Petrobras e São Martinho formam parceria no setor de etanol

21 de junho de 2010 / 11:15 Informes Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

A Petrobras, por meio da sua subsidiária Petrobras Biocombustível, firmou parceria estratégica com o Grupo São Martinho S.A. para o crescimento da produção de etanol na região Centro-Oeste do Brasil, no Estado de Goiás.

O acordo prevê a constituição de uma nova sociedade, denominada Nova Fronteira Bioenergia S.A., que controlará a Usina Boa Vista, atualmente em produção, e o projeto greenfield denominado “SMBJ Agroindustrial S.A.”, ambos localizados em Goiás. Por meio de aporte de R$ 420,8 milhões, a Petrobras Biocombustível passará a deter 49% das ações da nova sociedade. O desembolso se dará em 2 etapas: a primeira, de R$ 257,6 milhões, após a conclusão da due dilligence, que ocorrerá em até 90 dias, e o restante até 12 meses depois.

Os recursos aportados serão destinados à expansão da produção da nova sociedade, em especial da Usina Boa Vista, localizada em Quirinópolis (GO). Com os investimentos já realizados e a realizar, ela terá sua capacidade de moagem ampliada dos atuais 2,5 milhões de toneladas de cana de açúcar para 7 milhões de toneladas na safra 2014/15.

“A Nova Fronteira Bioenergia nasce com uma forte estrutura de capital e elevada capacidade de investimento, abrindo espaço para acelerarmos nosso plano de expansão na região”, ressalta Fábio Venturelli, CEO do Grupo São Martinho. “O projeto inicial da Usina Boa Vista foi concebido para alcançar mais de 7 milhões de capacidade de moagem. Com a entrada da Petrobras, conseguiremos atingir essa meta em até 4 anos”, acrescenta o executivo.

Segundo o presidente da Petrobras Biocombustível, Miguel Rossetto, esta parceria representa mais uma aliança estratégica na consolidação da companhia como relevante produtor de etanol. “A parceria com a São Martinho é mais uma aliança para o desenvolvimento da produção em Goiás, apresentando importantes sinergias com outros ativos do Sistema Petrobras”.

Sobre a Petrobras Biocombustível

Na área de biocombustíveis a Petrobras possui, através de sua subsidiária integral Petrobras Biocombustível, participação em empresas do setor sucroenergético com capacidade de moagem atual acima de 20 milhões de toneladas de cana por ano, prevendo investimentos de US$ 2,4 bilhões no período 2009-2013 na expansão da produção de etanol e biodiesel, sobretudo no Brasil, a fim de responder ao crescimento do mercado doméstico e à demanda global de biocombustíveis.

Sobre a São Martinho

O Grupo São Martinho está entre os maiores grupos sucroenergéticos do Brasil, com capacidade de moagem de 14 milhões de toneladas de cana. Possui três usinas em operação: São Martinho, em Pradópolis (região de Ribeirão Preto, SP); Iracema, em Iracemápolis (região de Limeira, SP) e Boa Vista (Quirinópolis, a 300km de Goiânia, GO), além de uma unidade para produção de ácido ribonucleico, a Omtek, também em Iracemápolis. O índice médio de mecanização da colheita é de 82%, chegando a 100% na Usina Boa Vista. Para mais informações visite o site www.saomartinho.ind.br.

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes