Parada programada de P-33 foi comunicada à ANP em dezembro de 2009

12 de agosto de 2010 / 15:23 Esclarecimentos Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

Ao contrário do que aponta o jornal O Globo desta quinta-feira (12/8) a parada de produção na P-33 não será realizada em função das noticias publicadas por este jornal.
Alem disso, reiteramos que não houve explosão na plataforma como o jornal afirma em manchete.
Todos os anos a Petrobras entrega à ANP o Plano Anual de Trabalho onde informa o calendário de paradas de produção de suas unidades previstas para o ano seguinte. Em dezembro de 2009 a Petrobras informou à agência a parada de produção da P-33 para inspeção e manutenção da integridade das instalações em 2010.
A parada de produção em plataformas requer planejamento de longo prazo, sendo iniciado com pelo menos um ano e meio de antecedência. Em fevereiro de 2008 foi constituído pela companhia o GPEP (Grupo de Planejamento e Execução de Parada Programada) para a P-33.
O planejamento detalhado de uma parada de produção é condição fundamental para que ela ocorra, já que é necessário cumprir uma série de etapas prévias como contratações de serviços e compra de material.

Ao contrário do que aponta o jornal O Globo desta quinta-feira (12/8) na matéria “Petrobras: plataforma que sofreu explosão vai parar” (leia versão on-line), a parada de produção na P-33 não será realizada em função das noticias publicadas por este jornal.

Alem disso, reiteramos que não houve explosão na plataforma como o jornal afirma em manchete.

Todos os anos a Petrobras entrega à ANP o Plano Anual de Trabalho onde informa o calendário de paradas de produção de suas unidades previstas para o ano seguinte. Em dezembro de 2009 a Petrobras informou à agência a parada de produção da P-33 para inspeção e manutenção da integridade das instalações em 2010.

A parada de produção em plataformas requer planejamento de longo prazo, sendo iniciado com pelo menos um ano e meio de antecedência. Já em 2008 foi constituído pela companhia o GPEP (Grupo de Planejamento e Execução de Parada Programada) para a P-33. Se tivesse sido perguntada pelo jornal sobre o assunto antes da publicação,  a Companhia teria fornecido estes detalhes, levando ao leitor a informação correta.

O planejamento detalhado de uma parada de produção é condição fundamental para que ela ocorra, já que é necessário cumprir uma série de etapas prévias como contratações de serviços e compra de material.

Leia também a nota enviada para a imprensa: Petrobras esclarece sobre paradas programadas para manutenção de plataformas

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes