Obra do gasoduto Caraguatatuba-Taubaté alia tecnologia e criatividade

12 de setembro de 2010 / 09:38 Reportagens Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

Soluções inovadoras de engenharia vêm sendo aplicadas pela Petrobras na construção do gasoduto Caraguatatuba-Taubaté (Gastau), em São Paulo, com o objetivo de evitar impactos no andamento da obra e ainda minimizar danos ambientais.

O empreendimento, que atravessa seis municípios do estado de São Paulo, vai escoar o gás natural produzido no Campo de Mexilhão e arredores, na Bacia de Santos, contribuindo para ampliar a malha dutoviária da Região Sudeste e atender à crescente demanda do mercado por essa fonte de energia.

Em razão de condições adversas de relevo, clima ou de restrições ambientais enfrentadas na implantação do Gastau, a equipe da Implementação de Empreendimentos do Sudeste (Iese) e da Engenharia de Dutos (Edut) implantou alternativas inéditas no Brasil para vencer os desafios do projeto.

Entre os recursos criativos encontrados estão cobertura insuflável para driblar as chuvas e as dificuldades de acesso, utilização de tuneladora para abertura de um túnel sob o Parque Estadual da Serra do Mar e de equipamento de robótica para fazer a travessia do Rio Paraíba do Sul.

Para conhecer os detalhes do projeto, leia a matéria Soluções Inéditas, publicada na última edição da Revista Petrobras: Página 1, Página 2, Página 3 e Página 4. (Caso não consiga visualizar, clique com o botão direito do mouse e abra uma nova janela.)

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes