Gasoduto Urucu- Manaus: respostas à Folha de S. Paulo

1 de outubro de 2010 / 11:51 Respostas à Imprensa Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

Leia a matéria publicada pela Folha de S. Paulo nesta sexta-feira (01/10): Manaus sofre com blecautes constantes.

Veja também abaixo as respostas encaminhadas pela Petrobras ao jornal. Confira ainda a carta enviada ao veículo.

Folha: Tenho uma nova demanda sobre a obra do gasoduto Urucu-Manaus. O fechamento será hoje às 18h. No dia 26 de novembro de 2009 o presidente Luiz Inácio Lula da Silva esteve em Manaus para inaugurar a obra do gasoduto Urucu-Manaus pela Petrobras.

Na ocasião ele disse o seguinte em discurso: “Pois bem, em setembro deste ano que vem vence o prazo para utilizar óleo combustível. Então, eu quero deixar claro aqui, aos meus queridos companheiros da Petrobras, à Eletrobrás, que não venham no dia 1° de outubro (de 2010) dizer que não deu para fazer a mudança, porque vai ter que mudar de óleo combustível para gás até setembro. Inclusive, a Eletrobrás tem três, e ela sabe que ela tem que fazer. A Petrobras não tem nenhuma, mas sabe que ela participa de uma. E tem outros empresários que têm as outras, que precisam fazer. Porque também neste ano que vem vence a licença ambiental, e o Eduardo (ex-governador do Amazonas, Eduardo Braga) não vai permitir renovar a licença ambiental de quem não mudar de óleo diesel para gás. Portanto, não é uma coisa voluntária, é uma decisão do governo, que não vai admitir, a nenhum pretexto. E por isso não estamos exigindo que seja amanhã, que seja depois de amanhã, e aí entra a palavra ‘responsabilidade‘, do José Sérgio Gabrielli”

Pergunta: As usinas termelétricas nas quais a Petrobras tem participação acionária fizeram a conversão, como a empresa anunciou anteriormente até setembro de 2010? Apuramos que não, qual é o motivo?

Resposta: Sim, as usinas nas quais a Petrobras tem participação acionária fizeram a adequação para operação com gás natural e estão dentro dos seus cronogramas acordados com a Eletrobras – Amazonas Energia.

Pergunta: Qual é a situação nas termelétricas Breitener Tambaqui, Manauara e Jaraqui?

Resposta: a) A UTE Breitener Tambaqui, localizada no Distrito Industrial de Manaus, já está apta a gerar energia a partir do gás natural. Aliás, já gerou toda a sua potência contratada, 60 MW, com gás natural, a título de comissionamento.

b) A UTE Breitener Jaraqui, localizada no bairro do Tarumã, em Manaus, está com seus motores prontos para serem comissionados, aguardando, a qualquer momento, a entrega do gás natural pela distribuidora Cigás, na qual a Petrobras não tem qualquer participação acionária.

c) O mesmo ocorre com a UTE Manauara, localizada na Rodovia AM-010 – Zona Rural de Manaus, que está com os motores convertidos aguardando, a qualquer momento, a entrega do gás natural pela Cigás para iniciar o comissionamento.

Pergunta: Como o presidente Lula disse em discurso, este ano vence a licença ambiental para o uso do óleo combustível. Qual é a situação da licença, foi renovada?

Resposta: Todas as licenças ambientais para geração de energia, nas UTEs nas quais a Petrobras tem participação acionária, estão dentro dos seus prazos de validade.

Pergunta: O que a Petrobras tem a dizer sobre o prazo exigido pelo presidente Lula para conversão. “Pois bem, em setembro deste ano que vem vence o prazo para utilizar óleo combustível. Então, eu quero deixar claro aqui, aos meus queridos companheiros da Petrobras, à Eletrobrás, que não venham no dia 1° de outubro (de 2010) dizer que não deu para fazer a mudança, porque vai ter que mudar de óleo combustível para gás até setembro”.

Resposta: A Petrobras cumpriu os prazos nas UTEs que tem participação acionária (65% na Tambaqui, 65% na Jaraqui e 40% na Manauara).

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes