8º Festival Internacional de Cinema Infantil exibe clássicos e inéditos em Recife

9 de outubro de 2010 / 12:26 Meio Ambiente e Sociedade Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

Até 17 de outubro, crianças, adolescentes e pais pernambucanos podem aproveitar o 8º Festival Internacional de Cinema Infantil (Fici), patrocinado pela Petrobras. O evento, que está sendo realizado em Recife,  percorre nove cidades reunindo filmes inéditos e clássicos, curtas-metragens brasileiros e internacionais, séries de TV e mostras especiais, além de oficinas de cinema de animação – incluindo 3D e stop motion – e debates.

A programação das nove cidades do 8º Festival Internacional de Cinema Infantil (Fici) está entre projetos patrocinados pelo Programa Petrobras Cultural (PPC), que possui três linhas de atuação: “Produção e Difusão”, “Preservação e Memória” e “Formação e Educação para as Artes”.

A chegada oficial do festival ao Recife foi marcada dias antes da estreia dos filmes, com a palestra do jornalista e doutorando em Meios e Processos Audiovisuais Sérgio Rizzo, no dia 4 de outubro na Fundação Joaquim Nabuco. Professor, colunista do Portal Yahoo! e de revistas de educação e cinema, Rizzo falou sobre o lugar do audiovisual na vida de cada um de nós, educadores e alunos.  O encontro teve entrada franca.

O Festival

As obras são produzidas no Brasil e em diversos países, em versão dublada. Entre os estrangeiros, um dos destaques é o longa holandês “Iep!” , vencedor de prêmios internacionais, como o recente “Melhor Filme” no Festival de Cinema Infantil de Montreal. Os brasileiros também têm presença marcante, com personagens com os da Turma da Mônica. A temática adolescente também é abordada em longas como “Antes que o Mundo Acabe”, filme de Ana Luiza Azevedo direcionado aos novos jovens produzido pela casa de cinema de Porto Alegre, que arrematou seis prêmios no Festival de Paulínia e o prêmio Itamaraty de Melhor Longa de Ficção da 33ª Mostra de Cinema de São Paulo. A pluralidade cultural continua através de Histórias Portuguesas (Viva a língua portuguesa!) – uma série de curtas-metragens produzidos em Portugal, no programa Contos Poloneses, que conta os principais contos de fadas poloneses e Histórias Preciosas, série de contos animados que exploram informações e descrições sobre diversas regiões do país.

A pré-estreia no Recife será no Cinema São Luiz, na Boa Vista (Centro), no dia 9 de outubro, mas a programação – que inclui mais de 90 filmes – também se estende ao Cine Rosa e Silva e à Fundação Joaquim Nabuco. As exibições serão entre as 10h e as 16h e a entrada custa R$ 5. Os filmes de temática adolescente, que integram o programa “Novos Jovens”, têm sessões especiais para turmas escolares e público, conforme faixa etária definida.

A tela na sala de aula

O projeto A tela na sala de aula traz esse ano a parceria com a Centre National du Cinéma Et De L’Image Animée, que implementou, desde 1989, na França, três dispositivos para proporcionar aos alunos, desde o maternal até o vestibular, uma verdadeira educação artística na área do cinema e do audiovisual. O FICI exibe filmes deste projeto para alunos de escolas públicas e particulares e disponibiliza extenso material pedagógico para os professores para futuras atividades. Para as escolas públicas serão disponibilizados mais de 5 mil ingressos gratuitos.

Serviço

8º Fici – Recife

8 a 17 de outubro

Cine Rosa e Silva, Fundação Joaquim Nabuco e Cinema São Luiz

Mais informações pelo site.

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes