Efluentes da Reduc: resposta a O Globo

19 de outubro de 2010 / 12:37 Respostas à Imprensa Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

Leia a matéria “Gigante Abandonado”, publicada nesta terça-fera (19/10) pelo suplemento Razão Social do jornal O Globo (Página 1, Página 2). Veja abaixo a resposta encaminhada pela Petrobras ao veículo.

Pergunta: A Secretaria Estadual do Meio Ambiente afirmou que a Reduc é uma das empresas (da Baía de Guanabara) que ainda está fazendo ajustes no lançamento de seus efluentes nas águas. Segundo a Secretaria, um novo TAC será assinado.  Há alguma informação complementar sobre isso?

Resposta: A Reduc e o Instituto Estadual do Ambiente (INEA) estão em processo de renovação das licenças de operação da refinaria. A Reduc conta com vários projetos de melhoria e otimização, que fazem parte da carteira de projetos ambientais, entre eles, a construção de uma nova estação de tratamento de despejos industriais (ETDI), prevista para entrar em operação no primeiro semestre de 2016, conforme consta em licença concedida pelo Instituto.

A refinaria já possui uma estação de tratamento de efluentes industriais, que opera de acordo com a legislação ambiental em vigor.

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes