Dia Internacional da Animação agita cidades brasileiras

28 de outubro de 2010 / 15:58 Informes Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

Para comemorar a data da primeira projeção pública de imagens animadas no mundo, mais de 400 cidades do Brasil e cerca de 50 países realizam, simultaneamente, às 19h30 desta quinta-feira (28/10), o Dia Internacional da Animação (DIA).

O evento – que promove a exibição gratuita de curtas-metragens nacionais e internacionais de animação – é organizado pela Associação Brasileira de Cinema de Animação (ABCA) e conta com o patrocínio da Petrobras.

Na edição deste ano do evento foram inscritos 73 curtas-metragens de vários estados do país, tendo sido selecionados 11 para o programa oficial brasileiro, que será exibido em todas as cidades participantes no Brasil e nos 51 países membros da Associação Internacional do Filme de Animação (ASIFA). Entre os selecionados, estão “Tromba Trem – O estrangeiro”, de Zé Brandão; “Como comer um elefante”, de Jansen Raveira; “Eu queria ser um monstro”, de Marão (RJ); “Doce Ballet”, de Lina Fridman e Maira Fridman e “Quando as cores somem”, de Luciano Lagares (SP).

Na Mostra Internacional, destaque para “Pássaros”, de Filipe Abranches (Portugal); “Kensho”, de Daniel Kang (EUA); “Zsa Zsa Zsu”, de Tromarama (Indonésia) e “Hide & Seek”, de Sherif Abbas (Egito).

Além das exibições da mostra oficial, nacional e internacional (que terão uma hora de duração cada), ocorre uma programação paralela nas cidades participantes, como mostras infantis, mostra para deficientes auditivos, mostra para deficientes visuais e também oficinas, debates, palestras e exposições. A programação completa de cada cidade pode ser conferida no site: www.diadanimacao.com.br.

O DIA – Maior evento simultâneo do gênero no mundo, o DIA foi criado em 2002 pela Associação Internacional do Filme de Animação (ASIFA). A data escolhida marca a primeira exibição pública de imagens animadas (desenhos animados) do mundo, realizada por Émile Reynaud, em 1892, em seu teatro óptico no Museu Grevin, em Paris. O evento tem como principal objetivo difundir o cinema de animação, atraindo novos públicos e proporcionando aos espectadores o acesso a essa arte cinematográfica. A iniciativa no Brasil busca, ainda, alavancar a divulgação dos filmes nacionais para o mercado estrangeiro, através do intercâmbio com outros países, como França, Estados Unidos, África do Sul, Canadá, Irã, Romênia, Coréia do Sul, Austrália e Camarões.

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes