Catedral de Brasília: resposta para a TV Globo

1 de novembro de 2010 / 13:11 Respostas à Imprensa Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

Veja a reportagem “Reforma da catedral está parada”, veiculada no DFTV no último sábado (30/10), e leia a resposta encaminhada para a TV Globo pela Petrobras.

Pergunta: Como conversamos ao telefone, preciso de informações sobre o contrato para a reforma da Catedral de Brasília. Temos a informação de que o valor inicial era de R$25 milhões. Sendo que a Petrobras entrou com R$ 17 milhões e o Governo do Distrito Federal com os outros R$ 8 milhões.

Em março deste ano, a Fundação Ricardo Franco enviou uma solicitação de recursos extras ao GDF. A justificativa era que durante a execução da obras se verificou a necessidade de outros serviços que não haviam sido considerados inicialmente. Entre estes serviços estão a restauração das estátuas dos anjos e evangelistas, instalação de pisos antiderrapantes, substituição do sistema de refrigeração, iluminação externa do prédio, recuperação do espelho d´água. Um total de mais R$ 3 milhões 578 mil.

O GDF argumenta que não tem este dinheiro e que não vai repassar o valor pedido, já que inicialmente foi acertado o valor total de R$ 8 milhões, sem aditivos.

Gostaríamos de saber : a obra está parada desde abril por falta de recursos? A Petrobras vai repassar algum extra para a conclusão da obra? Que serviços já fora concluídos e quais ainda faltam realizar?

Resposta: O patrocínio da Petrobras para o restauro da Catedral de Brasília foi assinado no dia 4/11/2008, com valor total de R$ 17 milhões. O contrato para a primeira fase do restauro teve valor de R$ 8,86 milhões e foi finalizada em setembro de 2010. O contrato para realziação da segunda etapa – que está em fase de contratação – tem valor de R$ 8,15 milhões. Não houve solicitação de recursos extras.

Entre as intervenções já realizadas estão parte dos projetos executivos de arquitetura; a estrutura e instalações para o acréscimo da área de sacristia e para construção de nova capela; a recuperação da estrutura da Catedral e o restauro dos vitrais e do sistema de filtragem e desinfecção do espelho d’água.

É importante ressaltar que o valor global do projeto de restauração aprovado pelo Ministério da Cultura é de R$ 25 milhões.

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes