Esclarecimentos sobre Tupi, Iracema e Guará

3 de novembro de 2010 / 12:19 Esclarecimentos Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

A Petrobras, na qualidade de operadora dos Blocos BMS-11 e BMS-9, esclarece que a nota divulgada na terça-feira (2/11) pela BG Group (BG) sobre estimativas de volumes de óleo equivalente recuperável em Tupi, Iracema e Guará no pré-sal da Bacia de Santos não constitui uma divulgação dos consórcios responsáveis pela operação dos blocos. As informações são de responsabilidade da BG e foram respaldadas por relatório de empresa de consultoria contratada unicamente pela BG.

A Petrobras julga relevante a conclusão dos poços que estão em perfuração na área do Plano de Avaliação de Tupi para a divulgação de informações adicionais sobre volumes recuperáveis em Tupi e Iracema. Na área do Plano de Avaliação de Guará, a Petrobras considera importante a perfuração de novos poços de delimitação e a realização de um Teste de Longa Duração para a revisão da estimativa de volume anunciada.

Sendo assim, a Companhia reitera as estimativas já divulgadas de 5 a 8 bilhões de barris de óleo equivalente recuperável em Tupi e Iracema (Bloco BM-S-11) e de 1,1 a 2 bilhões de barris de óleo equivalente recuperável em Guará (Bloco BM-S-9).

A Companhia informou à BG Group a necessidade de cumprimento das regras estabelecidas no Contrato de Operações Conjuntas (Joint Operations Agreement).

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes