Campanha pelo fim da violência contra as mulheres

30 de novembro de 2010 / 13:26 Informes Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

A Petrobras Distribuidora promove, até 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos, a campanha “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres”, em apoio à iniciativa da Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM).

Serão distribuidos 450 mil folhetos de conscientização aos motoristas que abastecerem em 150 postos BR de 15 cidades do país.  Transeuntes que circularem em 18 terminais, 84 bases, 12 aeroportos e fábricas de asfalto com operações BR também receberão o material.

Além da divulgação institucional em seus postos, a BR segue com a capacitação de frentistas e promotores de lojas de conveniência em questões de equidade de gênero, como auxílio à luta pelo fim da violência contra as mulheres. A iniciativa envolve oito Unidades Móveis de Treinamento (UMTs) distribuídas por todo o País e é resultado do protocolo assinado com a Secretaria de Políticas para as Mulheres em 2009. Já foram treinados 7.185 colaboradores, de 455 postos de serviços, em 224 cidades de 16 estados. Em 2011, a BR ampliará a frota de UMTs para 17 unidades, o que elevará o total de vagas para 50.000 e os postos capacitados para 3.000, em 924 municípios.

Com o acordo, a SPM ficou responsável pelo conteúdo programático do curso sobre equidade de gênero que faz parte do programa de treinamento desses profissionais. O curso “Combate à violência contra as mulheres” funciona integrado ao Programa Capacidade Máxima, criado pela Petrobras Distribuidora para aperfeiçoar o desempenho dos profissionais dos postos de serviços em todos os níveis.

Cada um dos postos participantes da campanha receberá folhetos que explicam as características da violência doméstica e familiar, mostram a conquista da Lei Maria da Penha (nº 11.340) e informam o telefone da Central de Atendimento à Mulher (Ligue 180). A lista das cidades que receberão a campanha inclui Rio de Janeiro, Niterói, São Paulo, Campinas, Brasília, Goiânia, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Aracaju, Salvador, Recife, Fortaleza, Belém e Manaus – além de cinco postos rodoviários.

Conscientização contínua

Durante a solenidade de lançamento, realizada no dia 26 de novembro, o presidente da Petrobras Distribuidora, José Lima de Andrade Neto, lembrou que a BR apóia a campanha desde 2006, e que o trabalho de conscientização realizado nos postos contribui para o crescimento dos atendimentos contabilizados pelo Ligue 180 (acesso gratuito, 24h/dia, em todo território nacional), estimado em 317% somente no último ano. “Temos a felicidade de participar de uma campanha vitoriosa, que amplia a noção de equidade de gêneros e estimula a luta pelo fim da violência contra a mulher”, declarou ele.

A campanha “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres” é realizada em 135 países, desde 1991, e busca estabelecer um vínculo com a causa dos direitos humanos. No Brasil, ela adotou o slogan “Está na Lei! Exija seus direitos. Lei Maria da Penha”, para endossar a legislação sancionada em 7 de Agosto de 2006, que se tornou uma importante ferramenta para o atendimento e proteção das mulheres vitimadas.

Positivas - Como parte das ações da Campanha, serão promovidas para a força de trabalho da Petrobras exibições do filme Positivas, de Susanna Lira, nesta quarta-feira (1/12), Dia Internacional de Combate à AIDS. As sessões serão sempre seguidas de debate com a diretora ou produtora, uma das protagonistas e outros convidados.

Escolhido pelo júri popular como o Melhor Documentário do Festival do Rio 2010, o filme Positivas tem como principal alvo o estigma em torno da AIDS. O documentário apresenta experiências de mulheres que contraíram o HIV de seus maridos ou parceiros fixos, sendo surpreendidas pela notícia da doença em um ambiente até então seguro e moralmente “adequado”.

Sessões:

Edifício Sede (Edise – Auditório Central) – às 13h, exibição e debate sobre o Documentário, seguido de lançamento do livro “Preciso brincar nesta dor”, de Heli Cordeiro, uma das personagens de Positivas. A publicação do livro teve o apoio da Petrobras.

Petros – às 14h30, exibição e debate do Documentário.

Transpetro – às 9h30, exibição e debate do Documentário com a Diretora do Filme e uma das protagonistas.

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes