Petrobras realiza simulado de vazamento nos rios Negro e Amazonas

1 de dezembro de 2010 / 13:12 Informes Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

A Petrobras realiza, entre os dias 1º e 3 de dezembro, simulado de vazamento nos rios Negro e Amazonas, em Manaus. O exercício consistirá na simulação do encalhe de uma balsa transportadora de óleo combustível, que despejará o correspondente a 800m3 (800 mil litros) no leito do rio Negro, em frente à Refinaria Isaac Sabbá (Reman). No lugar do combustível, serão utilizadas três toneladas de pipoca de milho, preparada sem a utilização de óleo.

O simulado de vazamento no rio Amazonas ocorre em paralelo ao encontro Mobilização, Preparo e Resposta – MOBEX Amazônia 2010, promovido pela Clean Caribbean & Américas (CCA) em parceria com a Petrobras e a Marinha do Brasil, entre os dias 30 de novembro e 3 de dezembro, em Manaus, no Hotel Tropical. É a primeira vez que o evento é realizado no Brasil.

O MOBEX tem como objetivo aprimorar a coordenação e as ações de resposta a grandes emergências ambientais, com a utilização e mobilização dos recursos da CCA. Participarão equipes da CCA, da Petrobras, agências governamentais, representantes de empresas internacionais de petróleo e representantes do governo da América Latina e do Caribe.

Simulado

A Petrobras utiliza pipocas nos simulados de vazamento de petróleo há mais de dez anos. A pipoca apresenta boa flutuação e, quando lançada na água, tende a se unir, adquirindo formato semelhante a uma mancha de óleo. Isto facilita a visualização e o trabalho de recolhimento. Preparada sem adição de óleo, o material é biodegradável e não-tóxico.

O exercício envolverá cerca de 100 pessoas, 30 embarcações, 2 mil metros de barreiras de contenção e cinco recolhedores de óleo. A avaliação será realizada por uma equipe especializada da Petrobras, que acompanhará todas as ações em Manaus, no Rio de Janeiro, em São Paulo e em Salvador.

Em resposta ao vazamento, serão mobilizados os Centros de Defesa Ambiental da Petrobras nos estados do Amazonas, São Paulo e Bahia. No âmbito internacional, serão acionados recursos da Clean Caribbean & Américas (CCA), provenientes da Flórida, nos Estados Unidos. A Clean Caribbean & Américas (CCA) é uma associação que reúne as maiores companhias de petróleo e gás do mundo – dentre elas, a Petrobras – e está capacitada para atender de forma imediata a demandas por equipamentos e materiais necessários ao combate a vazamentos de petróleo no Caribe e América Latina.

O simulado vai testar o Plano de Contingência Corporativo da Petrobras nos âmbitos local, regional, nacional e internacional. Serão avaliados os procedimentos de movimentação interestadual e internacional de recursos e a integração de Salas de Situação Local e Tática (no Rio de Janeiro), com transmissão de imagens e informações em tempo real, além de novas tecnologias de detecção de manchas de óleo.

Plano de Contingência Petrobras

O Plano de Contingência Corporativo da Petrobras prevê o enfrentamento com rapidez e eficácia das situações de emergência, visando à máxima redução de seus efeitos. A realização de simulados de emergência atende a uma diretriz de Segurança, Meio Ambiente e Saúde da Petrobras e tem como objetivo treinar as equipes que atuam no controle de emergências, analisar procedimentos e preparar a força de trabalho para enfrentar situações desse tipo.

Para operacionalização dos planos de emergência, a Petrobras dispõe de equipes treinadas e recursos materiais, destacando-se: 27 embarcações de grande porte dedicadas ao recolhimento de óleo; 130 embarcações de apoio; 150.000m de barreiras de contenção; 120 mil metros de barreiras absorventes; 200 recolhedores de óleo (skimmer); 200 mil litros de dispersante químico, entre outros equipamentos disponíveis nos dez Centros de Defesa Ambiental, nas 13 Bases Avançadas da Petrobras e nos Centros de Resposta a Emergência, estrategicamente distribuídos em mais de 20 cidades em diferentes regiões do país.

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes