Gabrielli faz balanço das atividades da Petrobras em 2010

14 de dezembro de 2010 / 16:57 Informes Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli de Azevedo, diretores da Companhia e executivos de subsidiárias participaram de café da manhã com a imprensa nesta terça-feira (14/12), no edifício sede da empresa, no Rio de Janeiro. No encontro, Gabrielli falou sobre os avanços no pré-sal, a capitalização da Companhia, as conquistas na área petroquímica, a importância das redes temáticas entre outros aspectos que marcaram o ano de 2010.

O presidente destacou a operação de capitalização da Companhia, a maior do gênero na história já registrada no mundo. “Com isso, a Petrobras conseguiu levantar R$ 120 bilhões, ou cerca de US$ 70 bilhões, dos quais US$ 27,5 bilhões ficaram no caixa da Companhia depois que pagamos pelo direito de produzir mais 5 bilhões de barris de petróleo através da cessão onerosa. Fizemos assim a reestruturação da estrutura de capital da Companhia ao mesmo tempo em que consolidamos nossa política de endividamento: conseguimos captar como dívida, além dos US$ 70 bilhões da capitalização, mais US$ 16 bilhões durante o ano de 2010, que foi um ano de muito sucesso financeiro”, avaliou.

Na área de Exploração e Produção o presidente destacou avanços no pós-sal: “Consolidamos nosso programa de recuperação de campos com alto grau de explotação e expandimos fronteira exploratória com novas descobertas além do pré-sal”. Segundo Gabrielli, a área de Gás e Energia alcançou a ‘maturidade’: “Saímos de uma fase de dificuldades de criação de infraestrutura para uma fase de aumento da flexibilidade e confiabilidade do sistema”. Ele salientou avanços no que chamou de “contratualidade”, com a expansão de leilões para contratos de curto prazo (de um a seis meses) e com o aumento no volume de contratos fechados diretamente com convênios de consumidores, o que viabiliza a consolidação de um mercado secundário de gás.

Outro feito destacado pelo presidente da Companhia foi o estímulo à indústria naval brasileira: “houve recuperação da logística com a ampliação da política de aquisição de novos navios, tanto na Transpetro como nas empresas brasileiras de navegação, de tal maneira que fizemos um volume de contratos bastante significativo, viabilizando a expansão da indústria naval brasileira”.

Sobre as redes temáticas – projeto da Petrobras que visa, em parceria com instituições de pesquisa e desenvolvimento, alinhar esforços, capacidades e conhecimentos em torno de temas estratégicos para a Petrobras e para a indústria, e fortalecer potencialidades regionais, reforçando a capacitação de instituições científicas nos estados onde a Petrobras opera – o presidente informou: “Contamos com mais de 50 redes temáticas nas universidades brasileiras e algumas centenas de trabalhos de pesquisa em andamento para identificar e resolver empiricamente problemas associados às áreas de Exploração e Produção, Refino e Gás e Energia. Criamos fora da Companhia, com o apoio da ANP que nos autoriza a fazer isso, um enorme programa de pesquisa e desenvolvimento com a consolidação de laboratórios de altíssimo nível no Brasil inteiro capazes de responder a nossas demandas”, lembrando ainda a duplicação do Cenpes e a instalação no Rio de laboratórios de Pesquisa e Desenvolvimento de fornecedores de serviços instalando-se no Rio e no Brasil.

Na área de qualificação profissional, Gabrielli também enumerou avanços, com o treinamento, através do Prominp, de 270 mil pessoas nos próximos anos para a cadeia de óleo e gás e de suprimentos. “Já treinamos 78 mil pessoas”, disse. Na área de biocombustíveis, o presidente ressaltou a aquisição da Guarani e da São Martinho. “Aumentamos a presença no mercado de etanol, duplicamos nossa planta de Candeias e estamos a pleno vapor na expansão dos investimentos da área de biodiesel e de etanol.”

Veja as principais realizações da Petrobras 2010.

Veja as principais realizações da Petrobras Distribuidora em 2010.

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes