Gasolina nas refinarias Petrobras: R$ 1,05 desde 2009

26 de abril de 2011 / 12:30 Informes Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

É esse o preço do litro da gasolina, sem adição de etanol, vendida pela Petrobras desde 2009. Em 9 de junho daquele ano, houve redução de 4,5%. Desde então, não ocorreu mais nenhuma alteração no preço da gasolina vendida às distribuidoras na porta das refinarias.

Esse valor de R$ 1,05 remunera a Companhia em seus custos de produção, refino e logística. Sobre este preço a empresa recolhe impostos e nele também está incluída sua margem de lucro.

Leia também:

Nota de esclarecimento da Petrobras Distribuidora

Preço da gasolina: mitos e verdades

194 respostas para “Gasolina nas refinarias Petrobras: R$ 1,05 desde 2009”

  1. Manuel Carlos de Costa Netto disse:

    Primeiro gostaria de elogiar este canal de comunicação. Pergunta: Ouvi, de passagem, a notícia de que o preço da gasolina em Nova York é 70% mais barata que aqui no Brasil. Porque a disparidade de preço?

    • Fatos e Dados disse:

      Prezado Manuel,
      Para compreender melhor a formação de preço da gasolina, sugerimos que leia este post e assista ao vídeo do presidente da Petrobras Distribuidora em que ele responde a uma leitora sobre o preço do combustível (é a primeira pergunta).
      Atenciosamente,
      a equipe

  2. Valdeir Araujo - Goiânia - Go disse:

    Pois é, conforme li em comentários anteriores, porque o Governo vende gasolina pura e mais barata, isenta de impostos para outros países enquanto nós amargamos com os preços do combustivel mais caro do mundo? é justo isso? e o etanol, vivem se justificando o alto preço dizendo que a produção caiu, mas não param de exportar, se a produção está baixa, porque não consumir aqui mesmo no nosso pais ao invés de exportar? (dá para enteeder) se possivel me explique.

  3. Valdeir Araujo - Goiânia - Go disse:

    Meu comentário e meu ponto de vista é muito simples, a ganancia do Governo não tem limites, pois mais de 50% que pagamos pelo combustível são impostos, e essa carga tributária tem como ser reduzida, isso só depende da boa vontade dos Governantes, de que adianta um país ser auto suficiente em produção, se sua própria nação não é beneficiada com isso? Quem sabe, se, se exportasse menos, se o Governo se preocupasse mais com sua própria nação, talvez assim não teriamos o combustivel mais caro do mundo.

  4. Angelo Antonio Tacconi disse:

    COm relação ao preço do combustível, acredito que nosso maior problema seja a logistica da distribuição. Hoje temos a gasolina e o alcool distribuidos por rodovias em caminhões, o que inviabiliza o custo operacional, gerando um acréscimo relativo no custo final. Talvez se nosso País investisse mais em linhas férreas, obteríamos uma redução expressiva no custo. Mas também temos as empresas distribuidoras que abusam em suas margens de lucro e principalmente na qualidade. Uma solução inteligente seria uma reestruturação na distribuição, com investimentos expressivos e ao mesmo tempo uma política mais rígida quanto as distribuidoras. Percebo isso em meu carro, faz 15 km com um litro de gasolina comum, o mesmo modelo no Japão, que utiliza gasolina sem aditivos, faz 22 km com um litro. Será que a atual política a nível de combustível está no caminho certo ?

  5. Rogelio Zago disse:

    Parabéns a Petrobras pelas belas explicações a respeito do preço dos combustíveis.
    Muito me orgulho de saber que no Brasil umas empresas deste porte têm sim Responsabilidade e sabe atender com Transparência a todo o Povo Brasileiro.
    Pena que como um caminhão de Laranjas sempre tem uma que apodrece na viagem, mas faz parte do todo pois como o comercio de Combustível é aberto a toda pessoa física que compra uma Bandeira, não é mais do controle da Petrobras o valor final do produto. E como diz a propaganda:
    O desafio é a nossa energia, e muitos desafios ainda teremos que vencer até conseguir a excelência neste Brasil.

  6. Patrick disse:

    ao invez de ficarmo sempre nos lamentando, aos abusos de preço porque nao partimos para o lado de fontes renovaveis. Chega de ficar pensando somente em vc mesmo, muita gente aqui tenho certeza que pega o carro pra ir trabalhar sozinho, e muitas vezes do lado de sua casa ou na sua rua tem um vizinho que trabalha na mesma empresa, e nem sequer dao carona a esta pessoa pq ela tambem tem carro. e ai da o conjestinamento de veiculos que temos.(outra reclamação)
    Ao invez de falarmos sempre a mesma coisa, esta na hora de nos preocupar com nosso meio ambiente com o nosso e dos nossos amanha pois um dia o petroleo vai acabar e ai o que vcs vao fazer?
    Podemos investir em bicicletas eletricas por exemplo elas nao gastam mais de 0,25 centavos para rodar 40 ou 50km e o mais legal é que alem disso a velocidade pode chegar a 60km/h!
    interessante ne? Pois eh comece a pensar!
    Pessoal lembra da redução do IPI? pois é talvez um dos motivos é arrecadação que o governo deixou de ter no financiamnto!

  7. Jorge Alberto disse:

    SE A GASOLINA FOSSE FOSSE BARATA, AS ESTRADAS E RUAS DO BRASIL NÃO SUPORTARIAM TANTOS CARROS. ENTÃO, PAGA + DE R$3,00 QUEM PODE. AO INVÉS DE RECLAMAR DO PREÇO DO COMBUSTÍVEL, EU FAÇO CAMPANHA PARA UM MELHOR TRANSPORTE PUBLICO ONDE TODOS (SEM EXCESSÃO) PODERIAM IR E VIR CONFORTAVELMENTE E SEM PROBLEMAS A UM PREÇO JUSTO.
    CARO MESMO É AGUA MINERAL NO RESTAURANTE DO SUDESTE BRASILEIRO E NINGUÉM FAZ CAMPANHA. RECLAMA.

  8. Jpsé Fernando Santos Maia disse:

    Se a Petrobras vendesse o combustível direto ao consumidor nas refinaria por esse preço eu seria o primeiro a comprar.

  9. EDILSON SAMPAIO disse:

    Caro amigo, se o problema ñ fosse da petrobras seria meu?
    a petrobras tem distribuidoras e postos com sua bandeira, por que neste estabelecimentos a gasolina continua tão cara?
    qual a solução que o amigo nos indica?
    porque hoje a petrobras refina,DISTRIBUI,
    E VENDE NO VAREJO???????????????????

    • Fatos e Dados disse:

      Prezado Edilson, a Petrobras é responsável apenas pelo preço da gasolina vendida na porta das refinarias. O restante do valor corresponde a múltiplos fatores de responsabilidade de terceiros. Atenciosamente, a Equipe.

      • Herbert Lima disse:

        Cadeia de valores é um item de sustentabilidade… dizer que vocês não possuem responsabilidade pelos treceiros (ou quartos ou quintos) é uma grande falha.

  10. Allysson F Garcia disse:

    Um amigo que trabalha em uma usina de álcool disse que a Petrobrás mente, pois segundo ele o preço real da gasolina seria de R$1,85.

  11. ASSIS PEREIRA disse:

    Melhorando o Texto:
    Existem condições técnicas alternativas para introduzir melhorias no processamento de refino e obter gasolina com maiores índices de “iso-octanas” na composição desse combustível de forma a reduzir a um percentual mínimo ou até mesmo eliminar a necessidade do composto oxigenado (etanol anidro) na molécula da gasolina, sem recorrer ao chumbo tetra-etila, altamente cancerígeno. Segundo essa diretriz. a Petrobras deveria adequar seus parques de refino a essa configuração alternativa a exemplo do que tem feito com o QAV em suas unidades de Hidrotratamento (HDT). A sugestão acima, no meu entendimento, contornaria a questão da octanagem e enquadraria o mercado (usineiro) na questão do preço do etanol anidro. Quanto as outras razões mencionadas pelo Blog F&D (política energética brasileira e redução de poluentes), visam atendimento a política do Governo Federal no que tange a enquadramento do pais as políticas internacionais de meio ambiente. Para alcançar esses objetivos político e ambiental na esfera internacional, que são importantes para o Brasil e para o Mundo, nossos governantes deveriam preservar a Petrobras e não “asfixiar” a Estatal a ponto de decretar sua inviabilidade comercial por não lhe conceder autonomia suficiente para ajustamentos dos insumos por ela produzidos e que deveriam ser atrelados aos preços internacionais, tão logo fosse identificado novo patamar de preços decorrente da geopolítica do petróleo na atualidade, como vem expressando o Presidente Gabrielli em seus pronunciamentos à mídia. Na prática, o governo, não tem preservado a autonomia a Estatal, simplesmente pelos motivos seguintes: Necessidade de controle de preços/inflação, sem abrir mão da elevada arrecadação tributária na formação de preços dos derivados do petróleo, ainda que tenha que inviabilizar a maior empresa nacional criada pelo decreto 2004 de Getulio Vargas que se tornou orgulho nacional e que sua grandiosidade, tornou-se na cobiça do capital estrangeiro especulativo.

  12. Edson disse:

    No Brasil pagamos tudo,por isso temos que estudar e melhorar nossa concpeção,seja ela na higiene para não poluirmos as ruas e as nascentes,os rios preservar o que temos, e quando encontrarmos os politicos em quem votamos, questionar o que ele está fazendo para melhoria de nosso bairro,pelo municio, estado e o país,e chega dos mesmos….

  13. Fulano disse:

    Por isso estou feliz no Canadá, aqui não tem calor o ano todo, não tem praias paradisiacas, não tem uma diversidade enorme de comida e frutas. Mas realmente vemos por aqui um grande amor a Pátria e realmente é muito bom isso, até os brasileiros que vieram antes de mim e os recem chegados, que não são acostumados com patriotismo, a grande maioria adota isso e realmente é muito gostoso, falta isso no nosso Brasil e seria bom se todos ao menos tivessem mais respeito e amor pelo seu pedaço de terra nesse Planeta maravilhoso e não deixá-lo em mãos de aproveitadores.

  14. Robson disse:

    Segundo informado no blog, a Petrobras não pode operar postos de combustíveis graças a uma lei federal de jan de 2002 (último ano do governo FHC, será coincidência?). A minha consideração é a seguinte: não seria conveniente que o governo tentasse rever essa lei e pudesse operar os postos? Assim a petrobras podia baixar o preço na bomba e de quebra ainda diminuir a inflação no país?
    Seria um excelende regulador de preços.
    Afinal, fica evidente que os cartéis é que mandam no preço dos combustíveis. Cadê o CADE? o MPF???? A OAB??

  15. Borges disse:

    E dai, qual orgão responsavel pela comercialização nas bombas? Estou pagando R$ 3,00 nas bombas ou seja mais de 100% entre distribuidora e os postos, fica por isso mesmo.

  16. Tiago disse:

    Pessoal, o maior problema deste país é que o nosso povo não é unido. Paremos de abastecer então, em grande parte, é claro, veja se o preço não cai. É bem simples, lei da oferta e da procura, enquanto tiver gente disposta a pagar, o preço continuará aumentando. Todo mundo reclama, mas todo santo dia está lá na bomba do posto disposto a ser “assaltado” pelo governo, pelas empresas, seja de quem for a culpa. Protestos, reclamações, de pouco adiantarão se cada um de nós não estiver disposto a fazer um mínimo sacrifício de simplesmente não aceitar os combustíveis a estes preços.

  17. Tadao disse:

    Uma dúvida,

    Segundo a composição do preço da gasolina apresentada em: http://www.petrobras.com.br/pt/produtos/composicao-de-precos/
    o álcool anidro deveria custar R$2.70 para justificar um preço de, aproximadamente, R$2.81 da gasolina na bomba. Acredito que se, na bomba hoje, o Etanol está em torno de R$2.20, na cidade de São Paulo, maior centro consumidor do país, a distribuidora pague menos de R$2.00 o que resultaria em um preço abaixo R$2.65 para o litro da gasolina. Neste cenário, melhor seria se a gasolina na bomba não apresentação álcool anidro. Qual a maior justificativa para a mistura do álcool na gasolina vendida na bomba?

    • Fatos e Dados disse:

      Prezado,

      a adição de álcool anidro às gasolinas brasileiras remonta os tempos do programa Pro-álcool, do Governo Federal, onde ocorreu um incentivo à produção de álcool no Brasil sendo impulsionado, principalmente, pela segunda crise do petróleo em 1979, causando um queda nas importações de petróleo nesta época.

      Atualmente a adição de álcool anidro segue as determinações da ANP e do CIMA e encontra-se no patamar de 25% com margem de erro de 1% para mais ou para menos.

      Os principais objetivos da adição deste composto oxigenado (etanol anidro)e menos poluente, à gasolina são:
      • reforçar as alterações promovidas nas diretrizes das políticas energéticas brasileiras seguindo tendência mundial;
      • elevar a octanagem da gasolina em substituição ao chumbo tetraetila;
      • reduzir a emissão de poluentes (Enxofre, CO e particulados).

      Atenciosamente,
      Equipe Fatos e Dados

  18. walter disse:

    O Governo que tá aí deve morrer de rir desses comentários….

  19. fernando disse:

    NÃO É POSSÍVEL QUE ALGUÉM AINDA ABASTECE NUM POSTO BR………

    • denilson disse:

      Não é possivel que vc ainda insista nesta panfletagem infantil, quando so aftos estão postos. Ninguém vê o peso dos Impostos no preço Final? 30% do ICMS e uns 15% de impostos federais? Será que a falta de maturidade é tão grande que as pessoas só vejam o posto da BR como alvo à ser depredado depois de informações claras…
      No Brasil a maturidade politica é algo raro..

    • John disse:

      Não entendi sua colocação????

  20. Pery Leão Silva Júnior disse:

    A Companhia deveria realizar uma campanha contundente de esclarecimento para a população, utilizando todos os meios de comunicação possíveis nas diversas mídias, sobre a composição do preço dos combustíveis que é pago pelo consumidor na bomba do posto.

  21. Kauana disse:

    O que falta nesse país é GESTÃO…Brasili é terra de ninguém….e BRASÍLIA, mais ainda…Faz um ano que estou morando aqui e cada dia mais estou horrorizada com o que tenho visto de problemas na saúde, no transporte, na educação , na habitação e em todos os segmentos….
    Kauana

  22. INDIGNADO disse:

    A REALIDADE E, NAO TEM TRANSPORTE PUBLICO ADEQUADO, NAO TEM FERROVIAS, OU OUTRO MEIO, PORTANTO O RECURSO QUE TEMOS DEVE TER UM PRECO JUSTO PAGAR 3 REAIS OU MAIS NAO É JUSTO ENQUANTO O GOVERNO NAO DA ALTERNATIVAS A UTILIZACAO DO CARRO QUE MANTENHA UM VALOR JUSTO, LEMBRANDO QUE O BRASIL BATE RECORDE EM ARRECADACAO LOGO DEVERIA BATER RECORDE EM SUBSIDIO, INFRA ESTRUTURA E ETC.. NADA JUSTIFICA ESSE PRECO .. E TENHO PENA DE QUEM ACREDITA SER JUSTO…

    • denilson disse:

      Podemos subsidiar como o Hugo Chavez, vendendo gasolina à 0,50 centavos. Além disso outras medidas dele são boas, como supermercados com preços bem mais baixos para a população mais pobre. Realemente o estado deve fazer algo!

  23. Rubens Roberto Faria Garcia disse:

    Caros amigos,
    Devemos colocar nosso olhar crítico sobre essa e outras questões muito mais relevantes, que afetam na verdade não só nossa vaidade de poder pilotar carros potentes e modernos, mas a vida de todos. Se formos descarregar nossa munição sobre os preços dos combustiveis de bens superfulo, como é o caso dos automoveis, verdadeiras pragas da sociedade moderna, deveriamos em primeiro lugar reglamar do preço ao consumidor das cervejas cujas os fabricantes fornecem aos distribuidores de bebidas a menos de R$ 0,70/ garrafa, e compramos em qualquer bar, no mínimo, por R$4,00/garrafa.

  24. Jorge Cardoso Adamatti disse:

    Concidadãos,

    Vocês podem até achar que não, mas fomos nós quem escolhemos isso. Sempre que votamos, não importa em quem seja, se é em alguém derrotado ou vencedor nós colaboramos com um processo democrático que influencia toda nossa vida e dia a dia. Desde o preço da gasolina até um hospital de qualidade, ou quanto pagamos de imposto.

    Nós votamos por isso, nós escolhemos isso! Cabe aceitarmos isso democráticamente sem querermos mudar as regras no meio do jogo. Não com tabelamento, ou mudanças políticas.

    Se achamos algo caro, é simples, paramos de comprar. Querem controlar o preço da gasolina? Abasteçam em uma única bandeira por 2 meses, depois em outra bandeira por mais dois meses e assim por diante, mas a grande maioria tem que aderir. Vamos usar nossas ferramentas, o mercado somos nós. Comprando só de uma bandeira, as outras são obrigadas a baixar os preços.

  25. Marco Valladão disse:

    Pior do que os preços abusivos, infundados e injustificáveis são as pessoas que defendem tais procedimentos.

    • Jennifer disse:

      Até que enfim alguém sensato!!!

    • walter disse:

      Além disso, porque não explicam que exportam gasolina 100% pura para a argentina a R$0,50

      • Leonardo disse:

        Walter,

        Primeiro, a gasolina não é exportada a 50 centavos. Segundo, todos os produtos exportados tem preço reduzido devido a isenção de impostos.
        Então vendemos a gasolina, sim, mais barata que no Brasil porque o governo isenta de impostos o que está sendo exportado.

    • denilson disse:

      Primeiro mostre onde ocorre a falat de fundamentos. Explique pq é infundado. Quem comete e como se comete o erro. Depois faça uma afirm,ativa desta. A maturidade politica no Brasil é raro. As pessoas ainda se comportam como crianças que fazem uma afirmação sem nem saber o fundamento do que fala…

      • Ricardo Estevam disse:

        Verdade!
        Nos falta maturidade política.

  26. Aleksander disse:

    Na minha cidade, a gasolina mais cara são os dos postos da Petrobras… absurdo né?! O governo deveria tentar frear o aumento…são os que impulsionam o preço! eu não abasteço nos postos da Petrobras.
    Maringá Pr.

    • John disse:

      Prezado,
      os postos não tem ingerência da Petrobras e muito menos do governos. Os postos têm dono, uma pessoa física, como uma loja ou um restaurante! A rede de postos da BR não pertence à BR. Éla apenas negocia a bandeira e vende o combustível, com a abertura de mercado, cada dono de posto pode colocar a margem que quiser no preço final. Não existe “tabela”. Boicote aos postos da BR ou outra bandeira será inútil e só beneficiará os “bandeira branca”!

    • Fulano de Tal disse:

      Sabe por que você paga mais caro nos combutíveis nos postos PETROBRAS ? Porque a princípio o combutível não é batizado e com certeza no posto onde você abastece , terá grande chance de acontecer .

  27. Fernando disse:

    2.80.. q barato.. tava assim aqui ano passado.. agora tá 3.15 a normal… aditivada 3.30

  28. Ana disse:

    Alguém explica por que estamos pagando 2,8 o litro de gasolina se nas refinarias o preço é 1,05?? Isso não faz sentido!!

    • ronan disse:

      ESSA É A PERGUNTA QUE NAO CALA MEU AMIGO!!! o governo ta metendo emposto da pesada em cima da gasolina e nooooooooooooss que nos acuda

    • Fábio disse:

      R$ 2,80? Me conta onde que vou abastecer. Estou pagando de R$ 3,09 a R$ 3,16.

  29. ASSIS PEREIRA disse:

    Por mais eficiente que seja, nenhuma empresa comercial, independente do seguimento ou atividade, não pode funcionar alheia ou contrária a lei do mercado e sair ilesa neste processo. Apesar de não reajustar seus principais produtos, a Petrobras esta sofrendo, neste momento, danos irrecuperáveis em sua estrutura econômica e da imagem, pelo fato de não lhe ser concedido o direito de realinhar seus preços aos praticados no mercado internacional. Os especuladores de plantão, observando a impotência da estatal, se encarregam de fazê-lo. Que nossos governantes não insistam nessa terrível idiossincrasia e manter esse terrível desmando, talvez seja tarde demais para reparar o erro cometido.

  30. John disse:

    Lendo muitos comentários aqui fico preocupado com a força de uma mídia parcial e que oculta a verdade muitas vezes. A gasolina não está cara aqui por conta do aumento do petróleo, porque a Petrobras não repassou esse aumento para seu produto ainda. Podem consultar o site da ANP, o preço final que se paga no posto tem incluído, % de álcool (usinas) tributos (CIDE, ICMS, etc.) a margem das distribuidoras, a margem do dono do posto, que É PESSOA FÍSICA! Os postos não pertencem as distribuidoras, utilizam apenas as bandeiras. Grupos de postos de várias bandeiras e, principalmente, bandeiras brancas, podem se reunir e combinar um preço em uma determinada região. OUTRA… Os venezuelanos NUNCA irão vender gasolina para o Brasil por USD 0,05! Irão vender pela cotação internacional que está muito maior que R$ 1,05. Isto porque internamente àquele país o preço é subsidiado pelo governo. E, finalmente, imaginem que a Petrobras desse gasolina DE GRAÇA nas refinarias, todos ainda estariam pagando R$ 1,95 pelo litro e os engarrafamentos nas grandes cidades, São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, etc. estariam començando DENTRO das garagens das casas e prédios.

    • vera disse:

      Se em diversos países a gasolina é subsidiada pelo governo porque NESTEPAIZ isso não pode ser feito????????????

      • Bruno disse:

        Por que isto não é prioridade. E não meu ponto de vista realmente não deve ser, o transporte rodoviário é mais caro e polui mais. O que devemos cobrar do governo não é uma gasolina mais barata, mas um transporte público decente e investimentos em ferrovias.

        • Marcelo Luiz disse:

          Pois é Bruno, seria o fim do mundo mesmo se os carros pudessem rodar com gasolina subsidiada. Já é um caos com ela cara do jeito que é.

      • Geonete disse:

        Porque, embora eu seja uma consumidora de combustível, prefiriria que fosse subsidiado o leite para as crianças ao combustível para os carros.

  31. José Conrado de Souza disse:

    O mais incrivel é que lendo os comentários postados no site veriquei que vários deles são de autoria de empregados da Petrobrás que acham que o preço da gasolina está caro. Ora, a comparação com os preços de qualquer país do Primeiro Mundo vai mostra que o preço da gaslina cobrado pela Petrobrás R$ 10,5 está bastante defasado.

    Apenas países atrasados como a Venezuela, Bolivia e outros vendem gasolina a preços subsidiados, o que se traduz em crime contra o meio ambiente, na medida em que pessoas passam a consumir combustíveis de forma predatória, ou seja, tiram o carro da garagem até pra comprar jornal na esquina.

    Que o cidadão comum entre nessa tudo bem, mas, é lamentável que funcionários da Petrobrás não percebam esse absurdo.

    Atenção para a censura.

    • denilson disse:

      Pra vc ver meu caro… No Brasil até mesmo trabalhando dentro da empresa, a pessoa não se informa e vive de generalizações baratas e informações truncadas de grandes empresas de comunicação, que tem seus prórpios interesses decididos pelos Donos-Familia…

      E o cara trabalha em uma estatal como a Petrobras, ganha um bom salario e não gasta tempo (e nem dinehiro…) para se informar, entender o que acontece e saber o valor que uma empresa destas tem para o Brasil…

      É a famosa classe média centrista: Centrista no próprio umbigo… Devem achar que o apoio da Petrobras para atividades educacionais, culturais entre outras, deveria ser cortado para terem um bom aumento salarial (ganhando mais ainda que a média dos braisleiros…)

      • Max disse:

        Caro colega, por favor não generalize. Existem funcionários “informados” e “não-informados” em qualquer organização do mundo.
        É uma imensa mentira você dizer que existe pessoas que desejariam ver os investimentos sociais desaparecerem para aumentar os salários. Para começar, boa parte destes investimentos são impostos por lei (exe. investimentos em P&D pela ANP) ou abatidos no Imposto de Renda (exe. cultura).
        Procure se informar melhor.

  32. Wellington disse:

    Que coisa…

  33. Wellington disse:

    Assim não dá…

  34. Fernando Raimundo de Souza disse:

    Se a equipe econômica do governo não conseguir controlar o preço da gasolina sugiro aos engenheiros químicos que ponham seus neurônios para trabalhar até conseguir fazer com que a água fique inflamável para podermos abastecer nossos carros. Do contrário estamos fritos.

    • Marcelo Luiz disse:

      Você entende alguma coisa sobre o Livre Mercado e o Lucro?

  35. Fernando Raimundo de Souza disse:

    Se o Brasil faz fronteira com a Venezuela que tem o preço da gasolina como um dos menores do mundo, gostaria que me respondessem (estou ansioso pela resposta) porque não podemos importar gasolina da Venezuela que só custa 0,05 centavos para
    fazer uma política de preço justo aqui no Brasil. Afinal, a Venezuela depende de outros produtos que o Brasil poderia comercializar até mesmo em troca para
    melhorar a balança comercial brasileira.
    E olha que não sou economista. Sou projetista .

    • lululu disse:

      seus projetos dao certos amigo?
      vc acha q eles iam exportar gasolinaa pro brasil a 5 cents?
      husauhashuhusuuhshushuh

  36. Alex Gonhi disse:

    O negocio é tentar um acordo com o governo e os empresários para tentarmos amenizar esse preço que nós pagamos nas bombas de diversos postos. Não é só nos postos BR que o combustivel esta caro e sim em qualquer outro também.

  37. Ferreira disse:

    vi uma série de posts abaixo propondo que a Petrobras divulgue essa explicação em comerciais na TV aberta…porém conhecendo a TV aberta brasileira e os jornalões, isso é quase impossivel…eles jogam o povo contra a Petrobras, atribuindo-lhe uma culpa que não é dela, será que iriam veicular as explicações da empresa??? duvido….enquanto isso os usineiros (os grandes responsáveis) sequer são citados nas ”reporcagens” da TV aberta e dos jornalões

  38. Joarley disse:

    Publiquem aí agora quais os custos envolvidos para colocar a gasolina que sai da refinaria a R$ 1,05 que chegam nas bombas dos postos Petrobras(em Formosa-GO) a R$ 3,25. E a mistura de álcool anidro ? Porque não reduzir ?

  39. Joarley disse:

    E porque os preços nos postos da Petrobras também são tão altos ?! Não deveria haver alguma diferença ? Os postos da Petrobras deveriam ter a gasolina mais barata do Brasil.

    • Rogelio Zago disse:

      Lute por sua CIDADANIA, escolha melhor seus representantes no Legislativo, Senadores,Deputados e Vereadores.
      Veja quanto ganha cada um e proteste contra isso pois nem gasolinas eles pagam.
      sds.

  40. Jennifer disse:

    Tudo bem. Entendi perfeitamente que a distribuidora Petrobrás não tem ‘nada a ver’ com os preços da gasolina atual e que os postos com a bandeira Petrobrás também não tem nada a ver com a distribuidora.

    Estou aderindo a campanha ‘Não abasteça nos postos Petrobrás’ desde a primeira vez que vi, pois assim como a Caroline, não sabia que a distribuidora e os postos Petrobrás são coisas distintas. Pois não é todo mundo que tem essa informação como os seguidores desse blog, mas enfim isso não vem ao caso agora.

    O fato é: Todos estamos revoltados com o preço abusivo da gasolina e ficar com discussões de posto e etc não vão ajudar, mas sim o que podemos fazer para os preços diminuir. Se a gasolina sai da distribuidora a R$ 1,05 como foi exibido aqui, o que devemos fazer? Parar de abastecer nos postos e ir buscar na distribuidora?? A distribuidora irá se dispor a fazer isso??? Com certeza não. Brigar com o governo para uma reforma tributária??? Talvez, mas qual brasileiro se dispõe a fazer isso?? Nenhum, nem mesmo eu, pois bem sabemos que não irá resolver se agirmos sozinhos.

    O que eu quero saber, juntamente com vocês do blog da Petrobrás é o que podemos fazer para esses preços abaixarem. Estão todos cansados de pagar R$ 3,00 ou mais (na minha cidade está R$ 3,00) mas ninguém sabe o que fazer para abaixar. Campanhas de internet são muito válidas, mas o governo e os postos de gasolina não estão nem aí, estão é rindo da nossa cara. Então o que devemos fazer??? Todo mundo começar a andar de bicicleta??? Quem sabe dê certo. Conto com a ajuda de vocês para chegarmos a alguma forma de a gente agir para esses preços abaixarem. Com certeza não é apenas eu que conto com isso, mas todos nós brasileiros.

    Jennifer Sousa
    jennymetal.wordpress.com

  41. Rômulo disse:

    Seria bom uma cota para comprarmos direto nas refinarias. Concerteza esses abusos de preço, diminuiria.

    • BJ disse:

      Por quê na Venezuela a gasolina consegue ser tão barata a ponto de com R$2,00 você conseguir abastecer 50 litros de combustível???? Vamos pedir uma sugestão para o Hugo chaves!!!

      • Diógenes Claudino disse:

        Se na Venezuela 50 litros de gasolina PURA, sem mistura como a nossa sai a R$ 2,00 reais, vamos criar um fundo e construir um DUTO para comprar o combustível diretamente deles o/

    • Fátima Schueller disse:

      Se você tiver um caminhão tanque de combustível pode encostar na refinaria que eles abastecem.

  42. PEDRO HENRIQUE FREITAS DOS SANTOS disse:

    costumo dizer quando estou embarcado,agente deixa de ser um humano comum e acho a goslina baratíssima pq há muita tecnologia investida,tecnicos especializados,equipamentos com tecnologia muito complexa,rov(robótica)etc..etc..etc..,mas quando vou para terra e passamos a ser um humano igual a qq um outro vejo a gasolina caríssima e tão cara quanto a uma garrafa de água mineral(e quem nos afirma que é mineral pura),mas como dizia ,a gasolina esta caríssima e não dá para negar nos postos da petrobrás estão mais cara,o que vejo.

  43. Maxmiliano Franco Braga disse:

    O grande vilão em Goiás é o CARTEL.

    Postos de tamanho diferentes, com bandeiras diferentes, quantidade de funcionários diferentes, pontos em locais diferentes…

    … mas preços iguais!

    Quem explica?

  44. JOSÉ SANDRO disse:

    Faz-se necessário uma ampla divulgação do causador dos aumentos constantes no preço da gasolina, obviamente isentando a PETROBRAS na participação deste fato que gera um desconforto em todos os seguimentos da sociedade.

  45. André disse:

    Grande parte dos problemas são os 112% de impostos que são colocados.

  46. André Marinho disse:

    Ainda assim, o preço ao consumidor é o mais alto das Américas! Vergonha nacional! Mesmo levando em consideração a carga tributária e margem de lucro dos revendedores, é inadmissível que a gasolina de um posto com a bandeira da Petrobrás tem um valor igual ou superior aos outros postos. Tinha obrigação de ser a melhor e mais barata, até por uma questão de desenvolvimento do país!

    • Gustavo disse:

      Ai Andre, vc quer q o ‘dono’ do posto BR ( QUE NAO EH A PETROBRAS, JA FALADO ZILHOES DE VEZES) vire uma instituição de caridade?!?! e deixe de querer ganhar rios de dinheiro!!?! De repente em Cuba de certo!!!
      Ahh Entendi, solução: para os postos BR a BR distribuidora vai doar a gasolina para o dono do posto, ai com o lucro dele+imposto+etanol a gasolina fique R$ 2,40… Resolvido o problema!!! aiaiaiai…

  47. José Renato disse:

    O Brasil não precisa de gasolina mais barata, o que nos falta é transporte coletivo em quantidade e qualidade (trens, ônibus, metro, transporte de cabotagem).

  48. Renato disse:

    Preço da gasolina

  49. Ferreira disse:

    seria bom também que esse mesmo povo que reclama do preço da gasolina também reclamasse dos péssimos serviços de telecomunicações, dos preços exorbitantes cobrados pelos planos de sáude, dos pedágios cada vez mais abusivos em nossas rodovias…
    mas infelizmente a reclamação recai somente sobre as estatais, por que será?…

    • João Gualberto de Oliveira disse:

      A Petrobras tem que jogar estas infomações para todo o povo brasileiro.Mostrar que é quem produz todos os derivados do petroleo(gasolina ,glp, etc ),e que as outras empresas apenas colocam o seu nome para venda com grandes lucros,sem as dificuldades de exploração e refino,denegrindo a própria imagem de Quem Produz.
      Vamos informar, nem que seja com propaganda pagas.
      A PETROBRAS É nossa ,e devemos preservar a sua imagem.
      Onde está a FUP e os sindicatos para divulgar esta noticia

    • Sergio disse:

      Senhor Ferreira. Seu comentário foi bastante apropriado. Pagamos altíssimos pedágios; altíssimas contas de energia; altíssimas contas de água; altíssimos planos de saúde; contas de telecomunicações (aí incluo, telefone, internet e TV) e temos os piores serviços do mundo. Além de termos os salários mais baixos. Somos a 7ª econimia do mundo mas os nossos salários são de 50ª economia, mas as nossas contas e impostos são de 1ª economia.
      Para os políticos e governantes: tudo. Para o povo: miséria e impostos para sustentarem e manterem o seu “Status Quo”.Um grande abraço

  50. L.Marcelo Pessanha disse:

    Viver hoje no Brasil, assim como em qualquer parte do mundo é comparável àquela frase do Lyndon Johnson quando era o presidente dos USA:

    “Me sinto como um caroneiro à beira estrada poeirenta do Texas quando começa a chover granizo: não tenho onde me abrigar, nem consigo fazer parar de chover.”

    Não temos para quem apelar e nem mesmo poder para resolver problemas deste tipo.
    As responsabilidades estão tão diluídas que fica difícil achar um responsável ou alguma solução para as diversas mazelas mundiais, que dirá essa nossas comezinhas.

    Alguém discorda?

  51. LUIZ CARLOS GUNTHER disse:

    SOU TOTALMENTE A FAVOR DE TABELAR A GASOLINA SOMENTE ASSIM ELES NAO COBRAM ESTE PREÇO ABSURDO DE 3,00 REAIS O LITRO

    • Guilherme Parreira disse:

      Tabelar a gasolina? Isso é um retrocesso, estamos em uma economia de livre mercado. O tabelamento me lembram a época do Sarney e de países socialistas.

      O motivo do aumento da gasolina está claro: O aumento do preço do álcool e do petróleo no mercado internacional.

      • lululu disse:

        mas se eh verdade q ela custa 1,05…
        eu acho q nao houve aumento de impostos(ja sao abusivos…0)
        sera q esse aumentoo todoo eh so por causa do alcool?

        ou tem oportunismo de dono de postos aee?

  52. André Coelho disse:

    Bom, até entendo os motivos de colocar etanol na gasolina (embora entenda também que não podemos ainda nos proclamar auto-suficientes), mas nessa época de entresafra que o governo não planejou (ou não exigiu isso dos usineiros) para termos reserva, poderíamos abrir mão disso e usar a gasolina sem o etanol. O preço já seria mais barato e forçaria os usineiros a baixarem o preço do etanol (já que não teriam a venda garantida junto com a gasolina). E ainda seria interessante, se um exemplo ilustrativo (prático) fosse postado pelo blog, detalhando o valor que compõe os impostos, lucro, etanol, etc no combustível.

  53. Andrade disse:

    O GNV seria uma boa alternativa, mas esta política das montadoras em afirmar que o carro perde a garantia na conversão é que deve ser combatida pelo governo.

    • Expedito disse:

      André, concordo plenamente com você. Tenho carro gasolina/gnv. Fica muito mais barato, quando se acha gnv barato. No Estado de São Paulo, isso em algumas cidades. Em Cubatão o m3 está em R$1,119. Quanto a garantia apregoada pelas moantadoras, é balela, pois meu veinho usa gnv há mais de tres anos, e rodo muito com ele. E estou ajudando a não poluir.
      Abraços.

  54. Winston Muniz disse:

    Porque a Petrobras não divulga este dado de forma incisiva ? Porque não utiliza a mídia (TV aberta) para esclarecer de forma determinada, esta questão ? Vale a pena gastar com este tipo de divulgação, neste momento, mais do que já gasta com propagandas do tipo “seu carro deseja BR…blá, blá, blá”.

  55. Sergio disse:

    Concordo com o comentário do Sr. wilson Leite. Ninguém quer divulgar quem é o vilão dos preços. Cada gorverno estadual leva cerca de R$ 0,78 por cada litro, fora os outros impostos e a Petrobras leva cerca de R$ 0,84. Por que a imprensa e o governo não divulgam isso?
    Tomando por base um preço de R$ 3,00 por litro e tomando por base as informações continadas na “Homepage” da Petrobras, ficaria mais ou menos assim:
    R$ 0,33 – Distribuidora
    R$ 0,66 – Álcool
    R$ 0,78 – ICMS
    R$ 0,39 – CIDE, PIS/PASEP e COFINS
    R$ 0,84 – Realização Petrobrás

    Abaixo a mesma informação em percentuais. Fonte “Homepage” da Petrobras;
    26% (ICMS)Imposto
    13% (CIDE, PIS/PASEP e COFINS) Imposto
    28% Realização Petrobras
    22% Custo do álcool
    11% Distribuição e revenda
    —-
    100%

  56. André disse:

    Também, com a adição de 112% de impostos não tem como existir um preço justo.

  57. Daniel disse:

    Devo cobrar da Shell,Esso,Texaco,Ipiranga, baixar os preços a um patamar justo para ambas as partes, e não só a BR . Fico imaginado se o peltróleo e seus negócios estivessem totalmente na mão do capital privado , o que acontece com o alcool . Façam suas contas e veriam o litro da gasolina ultrapassar os cinco reais . O governo não é santo,mas o capital privado é perverso e oportunista, portanto não confiável .

  58. Ramos disse:

    É absurdamente taxada a nossa gasolina brasileira. Nunca em minha vida vi um produto ser tão barato e logo em seguida se tornar tão mais caro devido os valores que são cobrados sobre ele. A ordem dessa conta é maligna ao consumidores brasileiros. Estamos reféns desde o momento em que o nosso proprio sistema dito como legal criou essas obrigações atraves dos nossos legisladores politicos que aumentam seus proprios salarios na calada da madrugada enquanto dormimos como cordeiros. Tem muita gente esperta nesse meio. Até quando vamos permitir essas e outras poucas vergonhas.

  59. Jr.Moura disse:

    O preço da gasolina, assim como todos os produtos e serviços no Brasil, refletem a voracidade dos gastos públicos, ou seja, o apetite insaciável do Estado. Carga tributária pesada para manter um sistema injusto e arcaico. Infelizmente, isso é Brasil.

    • Marcelo Luiz disse:

      É verdade Jr Moura. Somos nós cidadãos e empresários vítimas da sanha do Governo por dinheiro. Não fossem os empresários para nos defender, estatíamos mortos.

      Esses, empreendedores merecem a canonização do Vaticano.

  60. Andrade disse:

    O preço aplicado pela Petrobras é mais que justo. Já observaram o valor dos refrigerantes e água mineral?
    O problema é que o combustível não é tabelado nos postos.

  61. Eduardo Lacerda disse:

    Caro é agua mineral que se paga 2,00 reais por uma garrafinha de 500 ml, o refrigerante e a cerveja.
    A Petrobras não tem culpa do preço da gasolina, se a empresa não tivesse compromisso com o social o litro já estava em 5,00, é só observar o preço do alcool que é feito pelo mercado.

  62. Alessandro disse:

    O QUE EU NÃO ENTENDO É, PORQUE ESSE DADO NÃO É DIVULGADO NA MÍDIA, NUM EMPRENSSA QUE LEVE ISSO ADIANTE?
    AQUI NO BLOG DA PETRO APENS MEIO MILHÃO DE PESSOAS SABERÃO, E O RESTANTE?
    COM CERTEZA SE ISSO FOSSE MAIS DIVULGADO FORÇARIA OS DISTRIBUIDORES A BAIXAREM O PREÇO DA GASOLINA NOS POSTOS.

  63. Paulo Bento disse:

    Realmente a carga tributária no Brasil é muito pesada, sobre a gasolina representa mais de 60% do preço na bomba. O produtor recebe apenas R$1,05,concordo como os demais leitores do blog, as empresas produtoras são criticadas injustamnete pela alto nível de desinformação dos pseudo-economistas que criticam sem conhecer as reais razões nessa matéria dos derivados.
    Sobre a carga tributária, deveríamos ter um imposto de valor agregado como foi proposto por João Goulart em 1961, quanto mais tecnologia envolvida maior seria o preço final e os impostos seriam reduzidos para altos valores tecnológicos agregados ao produto. Vejam o exemplo das bebidas alcoólicas, muitas bebidas como a cachaça fazem mal para saúde, utilizam uma técnica rudimentar e primária e vejam só 1 litro de cachaça, como os impostos são baixos, o lucro do produtor é muito alto, matéri prima barata, não envolve nenhuma complexidade tecnológica, basta um simples equipamento de baixo investimento inicial e custa no varejo R$4,00 e ninguém reclama!!!

  64. Api disse:

    Entendo que a Petrobras deveria divulgar com mais enfase e por toda a mídia essas informações.
    Como a Petrobras sugere abastecer nos postos BR, bem que os preços poderiam ser mais acessíveis do que das outras distribuidoras, no entanto, na maioria dos postos os preços estão mais elevados.

  65. Rafael disse:

    OTimo porem sabemos que o Brasil tem condições de vender a gasolina a este preço na bomba do posto.

  66. Sidney disse:

    O ETANOL esta onerando o preço da nossa Gasolina? Então, vamos tirar o Etanol da Dela e resolver o problema.
    Sabemos que a Petrobras Distribuidora não é a Dona de todos os Postos de Bandeira BR, mas Ela poderia regular os preços nos “SEUS POSTOS” cobrindo os impostos e ainda ter uma boa margem de lucros, melhorando a concorrência nas bombas dos postos, a livre concorrência forçaria o governo e os usineiros a diminuirem os impostos e a ter margens de lucro que fossem justas, sem ser absurdas. Igualmente a Petrobras deve continuar pondo em execução o planejamento de comprar todos os postos de bandeira BR.
    Um abraço a todos.

  67. Nogueira Campos disse:

    PORQUE A PETROBRÁS NÃO REPASSA PARA SEUS FUNCIONÁRIOS ATRAVÉS DOS POSTOS BR A GASOLINA PELO PREÇO DE REVENDA, AFIM DE MINIMIZAR OS IMPACTOS NA VIDA E NA ECONOMIA DE QUEM CORRE RISCOS PARA MANTER O BRASIL AUTO SUFICIENTE ????? EXISTE RESPOSTA PARA ISSO ????

  68. Sandro Cesar disse:

    Por que então a BR Distribuidira não fecha um acordo om os postos BR a manter um preço justo nos posto já que a bandeira BR influência sua atuaçaõ no mercado.

  69. paulo disse:

    Tem que rir…
    A petrobrás tentando se justificar para uma coisa que ela tem o “poder” de reverter…
    e ainda consegue dar tiro no pé comunicando o preço de R$ 1,05 (como se fosse barato, para a empresa que é e a afirmação de que o Brasil é Auto-suficiente)

    • Czraugusto disse:

      R$1,05 para pesquisar, extrair, tratar, transportar e refinar…acha que é muito? Fora que boa parte do que a Petrobras “lucra” é investido no desenvolvimento do país, em cultura, esporte, infraestrutura e tudo mais que vc possa imaginar. A Petrobras não é a culpada pelos preços praticados pelo mercado.

      • Gustavo disse:

        Czraugusto, nem adianta responder, eh perder tempo, aiai…

        pra vc ver, mesmo lendo tudo q foi postado aqui, tem gnt q quer q a Patrobras/BR distribuidora façam alguma coisa pra baixar o preço!!! eh cada uma que leio aqui!!! :(

  70. marcelo disse:

    Temos que prestar atenção no seguinte, se o preço da gasolina é de R$ 1,05, nós pagamos duas vezes mais só de impostos(R$3,15 aqui em macaé). Temos que ver que os nossos governantes são os grandes responsáveis por este absurdo.

  71. sandoval sobral batista disse:

    O grande problema é a ganancia do governo, o restante do valor da gasolina que compramos nos postos é imposto, pura e simplismente.
    CID, ICMS, ETC.

    • Marcelo Luiz disse:

      Sandoval descobriu que as distribuidoras privadas e os donos dos postos são humanistas filantrópicos.

  72. Bruno Faria disse:

    Petrobrás,

    Me passa o contato para que eu possa comprar gasolina de vocês… Fica mais em conta. hehe

  73. Leonardo disse:

    Gostaria de saber por qual motivo a gasolina brasileira ainda contém alcool em sua formulação, uma vez que essa medida foi temporária/provisória para suprir a demanda em tempo de crise?

    • João Henrique disse:

      O etanol é um aditivo a gasolina, é o que se chama de booster de octanagem. Antigamente utilizava-se o chumbo tetraetila que, por conter o metal pesado com alto potencial poluidor e com possibilidade de “envenenamento” dos catalisadores automotivos, foi substituido pelo etanol.

  74. Wilmar disse:

    Em outras vezes, quando houve aumento do alcool anidro (agora ETANOL)o governo mandou reduzir o percentual de alcool adicionado na gasolina penso, que essa seria uma alternativa para reduzir o preço atual, só não entendo porque o governo ainda não o fez?
    Visto que a PETROBRÁS consegue, ha quase dois anos, manter o mesmo preço da gasolina, porque não acabar de vez com a adição de alcool nela, já que os usineiros não estão com o menor interesse em produzir alcool pois o açúcar está compensando muito mais?

  75. Eli disse:

    Posso abastecer meu carro a R$1,05 na refinaria?

  76. Pedro disse:

    Engraçada essa galera que quer comparar preço do Brasil com os dos EUA, achando que Brasil é o primeiro mundo que nem lá.

    A gasolina é cara pelos impostos. Ao invés de reclamar na porta da Petrobras, deveríamos reclamar com os políticos.

    Mas convenhamos que uma empresa que se diz “auto suficiente” em petróleo tem uma auto suficiência bem virtual, já que o preço internacional está sim interferindo aqui, né Petrobras ?

    • Czraugusto disse:

      Em volume de petróleo consumido, realmente produzimos uma quantidade maior do que consumimos. O problema é que nosso petróleo é pesado e produz uma quantidade relativamente baixa de derivados “leves” como gasolina e diesel, o que nos força a importar estes combustíveis e sermos ainda suscetíveis a variações externas. Esse problema será menos sentido quando o pré-sal estiver com produção plena.

      • Gustavo disse:

        Boa Czraugusto!!!

        eh triste ver que ainda tem funcionario da Petrobras que nao sabe disso!!! aiaiaiai…

  77. tonyfrasouza disse:

    Quando se adiciona álcool a gasolina (exemplo: 300ml) não é trocado por 300ml de gasolina? O álcool é então mais caro que a gasolina? Esquisito isso!!! Prefiro então gasolina pura…

  78. Camila disse:

    podia até custar bem mais caro SE nós tivessemos condições de transporte público favoráveis. E infelizmente o preço da gasolina não impacta somente na circulação de carros pela cidade mas também no alimento e nas mercadorias que compramos, no valor da passagens que pagamos e em muitas outras coisas…

  79. jair disse:

    Eu acho que a gasolina devia custar bem mais caro, a esse preço o transito está uma tartaruga e sobre carregando o meio ambiente e quando nos feriados dá nojo viajar ou melhor tartarugar acho que o feijão, os planos de saude, a mensalidade universitária, os trangenicos deviam receber essa mesma “visibilidade” e não apenas por que é a BR…(não sou petroleiro mas reconheço)e nos EUA devia ser de graça já que roubam do mundo, na venezuela é 6 centavos pro povo e preço internacional para turista ou estrangeiro que vai lá encher o galão…

    • Daniel disse:

      Gostaria de saber se os funcionários da Petrobrás pagam o preço absurdo que pagamos. Até R$ 3 eu já paguei. Isso é um assalto!!! A Argentina não tem um poço de petróleo e o preço lá é muito mais competitivo. Por isso que nada vai pra frente no Brasil. Pela ganância do seu povo.

    • Renato disse:

      Seu comentário é típico da Burguesia, ou seja, se o preço do combustível for maior o “pobre” não viaja e não anda de carro todo dia, logo quem tem dinheiro para pagar pode anda tranquilo e sem engarrafamento e viajar em estradas vazias.

    • Souza Neto disse:

      Resolvi seu problema caro amigo Jair
      COMPRE UM AVIÃO SÓ ASSIM VOCÊ COMPRA GASOLINA MAIS CARA E NÃO PEGA TRANSITO.

  80. Lito Garcia disse:

    Realmente somos um pais dito em desenvolvimento (será?) e temos o custo da gasolina mais cara que nos EUA. Lá o Galão custa uns 3 dolares que represetam 3,8 litros ou seja, R$ 5,10 por quase 4 litros, e nos pagamos no Brasil R$ 3,00 por um litro. Que pais é esse?………Vejam os produtores como Venezuela, Colombia, argentina e outros que facilitam a vida da sua população, e nào causam inflação devido a ganância capitalista…..

    • Ferreira disse:

      já está vendendo: R$ 1,05

      só pra lembrar: Petrobras é uma coisa, postos BR são outra
      você já viu concurso publico pra frentista da Petrobras??? com certeza não…agora se os postos fossem da Petrobras, com certeza veria…os postos são franquias, não são Petrobras…

      • Expedito disse:

        Ferreira, acho que ajudaria se não existisse a vinculação com a logomarca BR/Petrobras, a ANP, poderia mudar para outra logomarca, desvinculando assim o nome Petrobras.

  81. Léo disse:

    Então porque a BR Distribuidora não vende a gasolina a um preço mais justo e força a concorrência a fazer o mesmo ????

    • Vladimir disse:

      Concordo. Se a maior distribuidora forçar o preço para baixo, o mercado tende a acompanhar , pois quem não baixar não vende.

    • Marcos disse:

      Pq não pede pra VALE abaixar o preço do Aço, tá uma dificuldade contruir minha casa.

    • batista disse:

      Caro Léo, como resposta a seu questionamento, vide comentários do ASSIS PEREIRA.

  82. ASSIS PEREIRA disse:

    Foi ao ar nesta data, comentários da Band News do Riçado Boechat acerca do aumento de preço da gasolina onde imputou erroneamente a Petrobras da responsabilidade na majoração de custodesse insumo carburante, alegando o fato da Petroleira não exercer pressão mercadológica coibindo a alavancagem de preços, através da sua vasta rede de postos.
    Esqueceu-se o articulista de considerar que a Petrobras é somente a detentora da marca nos postos BR em seus postos de Distribuição e, através da Petrobras Distribuidora, como as demais companhia, retira o derivado das Refinarias e entrega na sua vasta rede de postos que por sua vez, revende o produto aos consumidores. Na ponta da revenda, o produto é negociado por milhares de cessionários, ficando por conta deste a formação de preços na bomba. Portanto, a Petrobras, como Cedente, nesse momento, não tem como interferir no preço final do insumo.
    Há que ser considerado que o preço do litro da gasolina, sem adição de etanol, vendida pela Petrobras na saída das Refinarias, desde 2009, não sofre nenhuma alteração em seu preço. O ultimo ajustamento no preço, ocorreu em 9 de junho daquele ano, quando a Petrobras reduziu o preço em 4,5%. Desde então, não ocorreu mais nenhuma alteração no preço da gasolina vendida às distribuidoras na porta das refinarias.
    Esse valor de R$ 1,05 remunera a Companhia em seus custos de produção, refino e logística. Sobre este preço a empresa recolhe impostos e nele também está incluída sua margem de lucro, nada alem disto.
    Por questões de ordenamento geopolíticos, restou estabelecido novo patamar no custo do petróleo. Cessada as causas, partes dos efeitos continuam, seja por aspectos mercadológicos ou por histerese natural do processo, até o surgimento de novo ciclo. Numa visão mais abrangente, podemos constatar a existência de uma LTA (Linha de Tendência de Alta) da “commoditie” que no atual estágio evolutivo de preços, não há mais espaço para não observar a necessidade de realinhamento nos custos dos insumos derivativo, principalmente dos combustíveis (diesel e gasolina). Se nosso governo não ficar convencido dessa necessidade de alçá-los a um novo patamar, o mercado, na sua sabedoria, encarrega de assim proceder. Constatamos nesse momento, os preços majorados, ainda que a matéria prima não seja alterada na saída da Refinaria. Finalizo este comentário com um questionamento: Por que a CIDE (Contribuição para Intervenção no Domínio Econômico) não se apresenta para cumprir seu papel nesse momento?

  83. LUIZ CLAUDIO DE SOUZA MOCO disse:

    ENTENDO QUE A PETROBRAS É UMA EMPRESA DE ECONOMIA MISTA E TEM QUE DAR RESULTADO OU MELHOR LUCRO. MAS NÃO CONSIGO ENTENDER PQ CONTINUAMOS PAGANDO POR UMA GASOLINA TÃO CARA, PARA ESSE SEGUIMENTO NÃO EXISTE A LIVRE CONCORRÊNCIA, ME PARECE UMA DITADURA DO COMBUSTIVEL.

    • Marcelo Luiz disse:

      Talvez pelo mesmo motivo que os cidadãos são mau-educados e GRITAM ao escrever.

  84. Marley Maia disse:

    A realidade é que nosso país não é reacionário nem cooperativista (não seja isso ideal, mas ajuda em relação ao civismo). Para questionar a relação de abusos de impostos ou da distribuição de poder e produtos deve-se levar em consideração a cultura brasileira. Não adianta reclamar sem a iniciativa de repensar o ensino acadêmico, sem ver que nossos professores (agentes do civismo) são desrespeitados e mal pagos e a metodologia e materiais de ensino estão atrasados ou obsoletos.
    Não vejo o abuso dos impostos como o problema, mas sim a ignorância cultural. Não devemos afluir na tendência infantil e viciosa de direcionar a responsabilidade a outros que não (primeiramente) a nós.

  85. JORGE disse:

    EU ACHO ISSO UM ABSURDO. NOS PAISES VIZINHO O COMBUSTÍVEL CHEGA A SER CENTAVOS DE REAL.

    • Czraugusto disse:

      Os custos produção dos derivados de petróleo são praticamente os mesmos em todo o mundo, a diferença é que em países com grande produção de petróleo, o governo subsidia os combustíveis à população com o dinheiro que arrecada com a exportação, o que não é feito no Brasil, justificado em parte por não sermos “ainda” grandes exportadores de petróleo.

  86. Rogelio Zago disse:

    Boa tarde!
    Desculpe, mas o problema é mais em CIMA!!!
    O salario do Politico que fez as LEIS TRIBUTARIAS é de R$ 26.000,00 e niguém reclama!
    sds.

    • Lucas Benzano disse:

      Concordo que o problema é mais em cima, só que a gente muitas vezes reclama, e não acontece (quase, lembremos do impeachment de collor, da eleição de Lula, e etc.) nada, tristemente.
      O problema é mais em cima, e se chama margem de lucro exacerbada. Resumindo: Majoração dos lucros do empresariado que detém o capital e cobra caro pelo produto que vende.

  87. Wilson Leite disse:

    “Por que a CIDE (Contribuição para Intervenção no Domínio Econômico) não se apresenta para cumprir seu papel nesse momento?”

    Perfeito o comentário do colega! A CIDE tem exatamente essa finalidade. Se o combustível sobe 0,10 e o governo não quer mexer na inflação, a CIDE deve cair 0,10! Simples!

  88. Wilson Leite disse:

    Eis a composição do preço da gasolina. Escolha você mesmo quem é o culpado:

    41% Impostos (CIDE, COFINS, ICMS…)

    29% Realização Petrobras

    18% Custo do álcool

    12% Distribuição e revenda

    • Odaci disse:

      Em 10 litros de combustível vendido – a R$ 3 o litro, no posto – há 7,5 litros de gasolina, que custam R$ 7,88 e 2,5 litros de álcool, que custam R$ 6,06.

      http://www.tijolaco.com/petrobras-quem-aumenta-a-gasolina-sao-as-usinas/

    • Renato disse:

      A Petrobras já vende a gasolina com Álcool então pela sua informação no preço final 47% da Petrobras e na matéria informa que é 30%.

      • Czraugusto disse:

        A Petrobras não vende gasolina adicionada de álcool, isso é feito pelas distribuidoras.

  89. JORGE disse:

    Seria interessante a empresa divulgar esta informação para a opínião publica. Assim eles iriam saber o porque do valor da gasolina seralto desse geito.

  90. William disse:

    Por que estamos no Brasil, se não tiver imposto em cima de algo, eles não autorizam a venda do produto, ai elevando os impostos ele repassam para nós arcar com as consequências.

  91. Evandro disse:

    Me envergonho de ser Brasileiro e ver gasolina a R$3,19 em postos BR, pois somos autosuficiente, e continuamos deficiente no trato ocm o povo que consome, isso so vai mudar quando começarmos a deixar de consumir ai foçaremos a redução de preços,o povo tem que entender que nos mudaremos qualquer histiria, preço, quando nos unirmos abaixo o preço da gasolina já, eu mesmo não abasteço em posto BR

    • Marcelo disse:

      E a Shell está vendendo mais barato? O preço não sobe desde 2009 quando houve redução. Lembra em quem voce votou para deputado e senador? Cobre eles quanto a redução dos impostos.

  92. clovis disse:

    Tem hora que chega a dar vergonha de viver em um pais onde ninguém sabe de nada, ninguém manda, e tudo fica por isso mesmo, está na hora de jogar tudo para o auto e fazer uma revolução nesse pais terra de nínguém, só assim para mostrar aos governantes e a nação que nós povo trabalhador e sofrido tem vez,em outros países onde o povo foi massacrado só conseguiu mostrar a força que tem depois de reagir e infelismente muitas vidas seifadas. Que pena que aqui já está chegando nisso.No sul de Minas Gerais um litro de gasolina custa hoje R$3,12, onde vamos parar?

    • Willer disse:

      Fui mal interpretado. Apenas fiz uma constatação, completamente isenta de qualquer tipo de preconceito, como o colega Vladimir entendeu. Acho ótimo que todos estejam tendo mais acesso a carros e afins. Mas o fato é: não temos infraestrutura para isso, infelizmente. Assim, a solução não está no subsídio do governo para baratear a gasolina. Isso, num primeiro momento, iria somente piorar a situação. Não reclamaríamos mais do preço da gasolina, mas passaríamos a reclamar das estradas, do aumento das mortes no trânsito, etc. É uma cadeia, uma coisa puxa a outra. Mas a maioria das pessoas não pensam nessa cadeia, e sim somente no próprio bolso. “Que se dane se a coisa vai piorar pro fulano aqui do lado, desde que eu consiga encher meu tanque”… infelizmente é assim que funciona.
      É fato: enquanto a demanda por combustível estiver alta, e a oferta estiver baixa, não tem jeito… os preços continuarão sendo pressionados para cima.

  93. Willer disse:

    Não sou a favor de preços altos, pelo contrário, mas infelizmente é o mercado que sempre vai regular estes preços. Se com gasolina cara assim, com todo mundo reclamando, as estradas e ruas já ficam lotadas, imagina se a gasolina for barata… Vamos conseguir encher o tanque, mas conseguiremos transitar?

    • Vladimir disse:

      Concordo com o colega. O ideal seria diminuirmos os salários para que ninguém pudesse comprar combustíveis ou automóveis. Assim, as pistas ficariam livres para pessoas, como ele, passarem. Esse, certamente, ainda será um grande presidente do Brasil!

    • Leandro disse:

      Realmente na nossa conjuntura é perfeitamente compreensível o aumento de combustíveis. A demanda por conbustíveis está alta, a inflação está crescendo também por isso, e aparentemente não há sinais de que haverá desaceleração do aumento de preços dos combustíveis, a não ser pelo iminente aumento na produção de etanol.
      Dessa forma, entendo o descontetamento de todos, até porque eu também não estou feliz pagando mais de 3 reais por litro de gasolina e mais de 2,50 pelo de etanol, mas não vejo o que um mero mortal como eu fazer além de parar de andar de carro para tudo.

  94. Maria disse:

    leiam com atenção onde está a lata do preço no esclarecimento da distribuidora: “A soma de impostos federais, estaduais e municipais, por si só, é responsável por cerca de 40% do preço nas bombas, enquanto a margem das distribuidoras gira em torno de 4%”. Então é calro que a alta está nos impostos e no lucro de usineiros e donos de postos!! É tão difícil ver isso?

  95. Frederico disse:

    Srs,
    sejamos claros na informacao: o problema nao é na petrobras refinaria. La o preco ta 1,05. Ta claro na materia acima que o problema é nas DISTRIBUIDORAS. é preciso abrir a conta com o a refinaria fez ….

  96. sem combeustivel disse:

    ” ESSE COMBUSTIVEL ta demais so sobe estava pensando emcomprar mwu carro esse ano mas nun da com esses preços que num param de crescer…”

  97. ASSIS PEREIRA disse:

    Por questões de ordenamento geopolíticos restou estabelecido, novo patamar no custo do petróleo. Cessada as causas, partes dos efeitos continuam, seja por aspectos mercadológicos ou por histerese natural do processo, até o surgimento de novo ciclo. Numa visão mais abrangente, podemos constatar a existência de uma LTA (Linha de Tendência de Alta) da “commoditie” que no atual estágio evolutivo de preços, não há mais espaço para não observar a necessidade de realinhamento nos custos dos insumos derivativo, principalmente dos combustíveis (diesel e gasolina). Se nosso governo não ficar convencido dessa necessidade de alçá-los a um novo patamar, o mercado, na sua sabedoria, encarrega de assim proceder. Constatamos nesse momento, os preços majorados, ainda que a matéria prima não seja alterada na saída da Refinaria. Finalizo este comentário com um questionamento: Por que a CIDE (Contribuição para Intervenção no Domínio Econômico) não se apresenta para cumprir seu papel nesse momento?

  98. Bandeira disse:

    A culpa também não é dos postos, ja que a margem de lucro de um posto é de 4%. A questão esta toda baseada na carga tributária, que como a maioria ja sabe é uma das mais altas do mundo. Se fossem bem gastos até que não haveria problema, mas todos sabem que não são. Então mais uma vez todas as queixas deveriam recair sobre os políticos e não sobre a Petrobrás. A única vantagem que vejo no fato do preço do combustível ser tão exorbitante no Brasil é que isso sirva de incentivo para as pessoas optarem por transporte coletivo e assim aliviar um pouco o transito absurdo que impera nas grandes cidades.

  99. William disse:

    O negócio então é abastecer nos TEVAP’s da Petrobras, ai pagariamos um preço justo, rsrsrs.

  100. José disse: disse:

    O valor final da gasolina é muito alto, precisa urgente de reforma tributária e moralização, comandada pelos governantes, A Presidêcnia do Brasil tem este poder e deve exercer para que o Brasileiro tenha mais dinheiro para gastar com outras coisas e qualidade de vida, assim também o dinheiro irá circular e manter uma economia aquecida e sem inflação causada por aumento em cascata.

    • Anônimo disse:

      O aplicado pela Petrobrás é justo. Já observaram o preço dos refrigerantes e a água mineral?
      O preço nos postos é que devem ser tabelados.

  101. Sérgio Luiz Nazario disse:

    PORQUE A DILMA não determina que toda a rede de posto BR passe a regular o mercado com preços acessiveis, isto acabaria com esta BANDALHEIRA.

    Sérgio Luiz Nazario

    • Isaac disse:

      O fato de se carregar a bandeira BR nos postos, não significa que são a mesma empresa, uma coisa é Refino e outra coisa é marca, não conheço gasolina melhor e marca mais forte que a Petrobras. Se amanhã você abrir um posto com a Bandeira BR, tenho certeza que não deixará de atrelar seus interesses pelo Lucro, e nem tão pouco ficará isento de impostos.

      • Leonardo disse:

        Como a produtora consegue produzir e lucrar vendendo o litro a 1,05 e os “atravessadores” lucram mais que isso sem produzir nada, apenas distribuindo e revendendo?

        A gasolina chega a mim por 3,09! São 2,04 reais de lucro de distribuidores, revendas e impostos?

        Tem algo errado nessa conta.

  102. Paulo cesar rodrigues vieira disse:

    Estamos num país democrático Graças a Deus, autoritarismo ficou para trás, mas não devemos confundir às coisas, não queremos a volta do autoritarismo, mas queremos uma ingerência do governo para resolver esta situação. Quando há abuso, o executivo deve agir com autoridade, ou seja chamar os donos das usinas e dar o seguinte recado “O povo brasileiro não pode ficar sustentando vocês usineiros, ou reduzem o custo do combustível ou vamos em nome do povo reduzir”. Garanto que a grande massa popular vai aplaudir o executivo, feito isto não é só o preço do combustível que vai baixar, é um efeito dominó, outros produtos que dependem também serão beneficiados.

  103. jose carlos ribeiro disse:

    NÓS PRECISAMOS VER E OUVIR TV PUBLICA,PQ LA VAMOS VER E OUVIR COMO OS FATOS SÃO VERDADEIROS.

    • Fabiano disse:

      Amigo, na boa: leia “1984″ e depois pense no que vc escreveu.

    • Max disse:

      Isso é sério mesmo? procure no youtube co vídeo classe média de Max Gonzaga, lembrei muito de vc companheiro.

  104. Iraq Rodrigues disse:

    O que podemos fazer contra isso ? Reclamar ao Bispo ?

  105. wellington disse:

    meu carro é flex só que o governo não me dá opção de eu abastecer meu carro como fico ?

  106. Ferreira disse:

    por que ao invés de reclamar só da Petrobras, essas pessoas não reclamam também dos usineiros????
    Todo mundo adora reclamar de empresa estatal, agora do setor privado e sua politica de obter lucros exorbitantes ninguem reclama. Por que sempre a culpa é da Petrobras??? A resposta tá ai: o preço é R$ 1,05, os outros 2 Reais são impostos e principalmente, os lucros dos usineiros PRIVADOS…Agora pergunto: Se a Petrobras fosse privada, haveria reclamações??? creio que não…ninguem reclama da telefonia e seus preços absurdos e péssimos serviços…

    • Marcelo Luiz disse:

      Sim, a culpa é sempre do governo. Quando a CPMF caiu quem é que viu o preço de alguma coisa se reduzir? Foi lá 0,38% a mais de lucro para as empresas e bancos.

      O que garante que a gasolina ia ficar 40% mais barata se os impostos sumissem de repente?

      O Barril no mundo subiu de preço. Se por acaso a Petrobrás fosse privada, será que aconteceria o que com esses 1,05 desde o ano passado?

  107. Jorge Andre (RIO DE JANEIRO) disse:

    Boa tarde e os postos de bandeira BR deveria estar com preço reduzido.

    • Max disse:

      Vamos ler todo o blog antes de opinar pessoal, muitas dúvidas já foram tiradas, ler metade do texto e querer compreender a matéria toda é impossível.

  108. Mirtes de Souza disse:

    Vejam esse blog que não tem nada a ver com gasolina tratar do assunto de forma inteligente, isenta, e sem prestar serviço a nenhum concorrente da Petrobras.

    O spam sobre o boicote da Petrobrás
    http://guiadossolteiros.com/2011/04/18/boicote-da-petrobras/

  109. Gabriel disse:

    E então porque o preço só aumenta para os usuários desde 2009 heim Petrobras? Vergonha um país que é auto sustentável em petróleo e etanol, vender a um preço absurdo, chegando a casa de R$3,09.

    Me pergunto porque na Venezuela, Colombia, Argentina e outros países da américa do sul o preço por litro não chega a R$1. Qual a diferença, se nós exportamos pra eles a matéria prima.

    Brasil Vergonha

    • Gustavo disse:

      Então pergunte ao político que você votou. Somente a CIDE (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico) já é responsável por cerca de R$ 0,81. Mais 25% de ICMS cobrado tanto na venda pra distribuidora quanto para o cliente. E como o empresário não poderia tirar a parte dele, além de cobrir os custos de operação, nisso entram o lucro das distribuidoras e postos, 10 a 20% em cada um.

    • Paulo disse:

      Vc não leu o post??? Não identificou que o preço que sai da Petrobras é em torno do um real? A Alta está em outros setores….

      • Karine disse:

        Doce ilusão, meu caro!

  110. Abilio disse:

    intão porque o preço nas bombas esta 300% acima?
    O que está acontecendo?
    Alguem poderia comentar por favor.

    • Fatos e Dados disse:

      Prezado, a Petrobras é responsável apenas pelo preço da gasolina vendida na porta das refinarias. O restante do valor corresponde a múltiplos fatores de responsabilidade de terceiros.

    • Ferreira disse:

      Argentina e Venezuela o preço do comubstivel é subsidado pelo governo, sem contar que são cargas tributárias diferentes…o pessoal tem de parar com essa mania de querer que empresa estatal seja ”casa de caridade”
      A Petrobras é uma empresa como qualquer outra, precisa ter lucro para manter seus funcionarios, investinmentos em pesquisa e tecnologia e ativos…mesmo assim a empresa faz a parte dela pra conter a alta do preço do combustivel: segura o preço dos combustiveis na refinaria a quase 3 anos…agora se é pra reclamar, vamos reclamar do setor privado também: telefonia, planos de saude, pedágios, etc, até parece que esses serviços privados andam as mil maravilhas…. se é pra reclamar vamos reclamar de tudo…reclamar só de estatal é mole…

      • Sergio disse:

        Prezado,

        mas a Petrobras possui uma distribuidora a rede de postos BR. Ela pode muito bem manter preços mais justos (cobrindo os impostos) e ainda ser quase 50% mais barato que a concorrencia.Isto iria fazer a margem d elucro dos comerciantes despencar para um ajuste de preço. Isso a Petrobras pode fazer…

        • Max disse:

          Cara, veja o que foi dito lá embaixo, a Petrobras não é dona dos postos, ela vende a franquia, simplificando o caso.

  111. Moises Guilherme da Rosa disse:

    Sai da Petrobras a R$ 1,05 e eu pago aqui em Pelotas, Rs R$ 3,06 que absurdo!!! Imposto cascata!

    • Efemérides Poch disse:

      Não são só os impostos, meu caro. Tem os ganhos dos usineiros de álcool, das distribuidoras (todas) e dos donos dos postos.

      • Luciano disse:

        Isso não justifica o aumento de 200% no valor final ao usuário.

        • Efemérides Poch disse:

          Concordo que não justifica…..mas explica. Sinto muito.

    • Francion Justino disse:

      Não vejo ninguém reclamando do ICMS cobrado pelos estados. No meu, é diferenciado. A maior!!!

  112. Caroline disse:

    Então porque a distribuidora de vocês, a BR, repassa por 2,89???? E ainda com planos de subir ainda mais????

    • Fatos e Dados disse:

      Prezada Caroline,

      leia aqui a nota de esclarecimento da Petrobras Distribuidora.

      Att,
      Equipe Fatos e Dados

    • Otto Lima disse:

      Caroline,

      Para sua informação, os postos com bandeira BR não pertencem à Petrobras Distribuidora, mas a pessoas jurídicas independentes desta. A bandeira (marca) de um posto é uma franquia, como a de uma rede de “fast food”, e por determinação legal, o dono de um posto de uma determinada bandeira deve revender combustíveis fornecidas pela distribuidora a que pertence a referida bandeira. Somente os postos ditos de “bandeira branca” são livres para escolher a distribuidora que lhes fornece os produtos.

      Quanto ao preço que você citou, convém lembrar que nele estão inclusos o ICMS (que varia de 25% a 31%, dependendo do estado), os tributos federais (PIS, Cofins e Cide, que somam outros 13%), o custo do álcool anidro (22%) e o custo de distribuição (11%). A Petrobras fica com uma parcela de 23% a 29% do preço da gasolina nos postos, sendo que parte desse dinheiro é usada para cobrir os custos diretos e indiretos das operações da empresa.

      Para maiores informações, acesse os links abaixo.

      ANP: http://www.anp.gov.br/?pg=41230&m=&t1=&t2=&t3=&t4=&ar=&ps=&cachebust=1303846931980

      Petrobras: http://www.petrobras.com.br/pt/produtos/composicao-de-precos/

    • Flávio disse:

      Prezada Caroline,

      Você está fazendo uma confusão até normal entre a Petrobras e os postos de bandeira Petrobras. A única relação existente entre ambas é contratual, ou seja, para que os postos explorem a marca Petrobras e venda seus produtos.
      A Petrobras não tem ingerência administrativa sobre os postos de bandeira Petrobras.
      O valor da gasolina na porta da Petrobras é de R$ 1,05. A composição do restante do valor tem relação com fatores externos e alheios à Petrobras.

      • CLAUDIO SILVA RANGEL disse:

        SOU TECNICO DE OPERAÇÃO PLENO NA PETROBRAS/ABAST/REDUC/CB/DRT/U´S-1220/2400. TRABALHO EM TURNO A 22 ANOS AQUI E MAIS 10 ANOS NA REFINARIA DE MANGUINHOS (ANTERIOR) PRODUZIMOS AQUI A GASOLINA EXPORTAÇÃO( PODIUM) QUE ENTRA NO BLEND DA GASOLINA COMUM DEPENDENDO DO MERCADO E PRODUZIMOS NAFTA PESADA( GASOLINA BRUTA) PAR A PRODUÇÃO DA GASOLINA PODIUM OU COMUM, DEPENDENDO DA CAMPANHA ENQUADRAMOS ESSA NAFTA PESADA PARA ENCORPORAR NA PRODUÇAO DE OLEO DIESEL ( 60) COM MENOS POLUENTE, E O PAIS PRECISA MUITO DE DIESEL, PARA O TRANSPORTES DE CAMINHOES E ETC, É O QUE MOVE INTERNAMENTE O PAIS, TEMOS A SOLUÇÃO POIS PETROQUIMICAS NO PAIS PRODUZEM METANOL A PARTIR DO GAS NATURAL( EXEMPLO AQUI NO RIO DE JANEIRO) A PROSINT PRODUTOS SINTETICOS S/A ONDE TRABALHEI 10 ANOS TAMBEM COMO OPERADOR, POR QUESTOES POLITICAS E COMERCIAIS, ALEGANDO PROBLEMAS QUE AFETAM A SAUDE, O METANOL NAO É UTILIZADO NO PAIS COMO COMBUSTIVEL, QUANTO SAIRIA HOJE O LITRO DO METANOL PARA O CONSUMIDOR, ALGO PROXIMO AO DO GNV E TALVEZ A METADE DO ETANOL, TERIAMOS UM COMBUSTIVEL ALTERNATIVO, COM INDICE DE OCTANAS RON SUPERIOR A 100 OCTANAS, MELHOR QUE O DA GASOLINA COMUM E MELHOR OU IGUAL A DA GASOLINA EXPORTAÇÃO, MENOS POLUENTE AO MEIO AMBIENTE E MENOS AGRESSIVO A SAUDE, POIS GASOLINA CONTEM BENZENO E É CARCINOGENICO ( CANCERIGENO).

  113. Sidnei disse:

    Outra questão era a propaganda oficial e a nao oficial sobre alternativa que representava a produção do etanol. Diziam que o Brasil seria exemplo para o mundo. As perguntas sem resposta:
    o Japão ja importa etanol para ser adicionado a gasolina la consumida. Dizem que o adicional seria de 5%. Sera que existe produção mundial de etanol que garanta a elevação do percentual adicionado?
    E se outros paises consumidores de gasolina adotarem tal adicional, sera que existe etanol disponivel?
    Qual sera a area agricola a ser utilizada para tal produção no mundo?
    E no Brasil? Qual sera o impacto sobre as areas e comunidades envolvidas na produção de alimentos? E sobre as areas de preservação?
    O percentual de etanol adicionado no Brasil, 25%, representa ou representara um padrão mundial?
    Se sim, de quanto devera ser o acrescimo mundial na produção de etanol?
    Se não, por que?

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes