Dia Internacional da Biodiversidade: conheça a atuação da Companhia

De 2008 a 2012, o Programa Petrobras Ambiental irá investir cerca de R$ 500 milhões em projetos patrocinados. Desde 2003, quando foi criada, e até 2008, a iniciativa investiu mais de R$ 210 milhões em projetos ambientais. Golfinho Rotador, Baleia Jubarte, Peixe-boi, Baleia Franca e Tamar são exemplos de iniciativas que contam com apoio da Companhia e são reconhecidos nacionalmente como referências científicas na área de biodiversidade marinha.

Tais projetos tornaram-se pioneiros a partir das década de 1980 por implementarem uma estratégia de conservação marinha centrada em espécies-bandeira, tendo a mobilização e sensibilização da sociedade como apoio. As espécies envolvidas estão classificadas na lista nacional de espécies ameaçadas de extinção, em diferentes graus, segundo dados do Ministério do Meio Ambiente.

Os resultados conquistados vão do aumento da população dos animais à geração de  conhecimentos técnico-científicos, passando pela educação ambiental das comunidades. Outro ponto positivo é a projeção internacional das políticas brasileiras de conservação marinha e de uso e gestão não-letais de mamíferos aquáticos e quelônios.

Planejamento estratégico

Como reforço à conservação das espécies marinhas de todo o Brasil, a Petrobras desenvolveu, em 2007, o Planejamento Estratégico Integrado de Biodiversidade Marinha, em parceria com o Ministério do Meio Ambiente, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade e as instituições executoras dos projetos patrocinados: Baleia Franca, Baleia Jubarte, Golfinho Rotador, Peixe-Boi e Tamar.

Por meio de ações de proteção e pesquisas sobre as espécies envolvidas e seus habitats, o planejamento busca potencializar os resultados positivos e otimizar recursos a partir de uma estrutura conjunta. Uma das consequências deste trabalho foi a criação da Rede de Conservação da Biodiversidade Marinha (Rede Biomar), que promove a convergência de ações para políticas públicas de conservação costeira e marítima e dissemina o conhecimento adquirido.

Entre os principais objetivos estabelecidos pelo Planejamento para o período 2011-2013, estão ampliar a produção e divulgação de conhecimento técnico e científico,  subsidiar e acompanhar a formulação de políticas públicas e aumentar a inclusão  das comunidades que vivem nas regiões próximas aos projetos.

Leia também:

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes