Patrocínio: aberta seleção pública de projetos sociais e ambientais

18 de setembro de 2012 / 18:53 Meio Ambiente e Sociedade Enviar por e-mail Enviar por e-mail Imprimir

A+ A-

A Petrobras lançou nesta terça-feira (18/09) as Seleções Públicas do Programa Petrobras Ambiental (PPA) e do Programa Petrobras Desenvolvimento & Cidadania (PPD&C). A Companhia destinará, em dois anos, R$ 102 milhões para patrocínio a projetos ambientais e R$ 145 milhões para projetos sociais em todo o país. É o maior investimento de todas as edições dos programas. As inscrições podem ser feitas até o dia 18 de novembro na página de Seleções Públicas no site da Petrobras

A cerimônia contou com a presença da secretária de Políticas de Ações Afirmativas da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Ângela Nascimento; da secretária nacional de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos, da Secretaria de Direitos Humanos, Salete Valesan Camba; do secretário estadual do Ambiente do Rio de Janeiro, Carlos Minc; do diretor Corporativo e de Serviços da Petrobras, José Eduardo Dutra; do gerente executivo de Responsabilidade Social da Petrobras, Armando Tripodi; e do diretor presidente das instituições Banco de Êxitos – Solidariedade e Autonomia e Centro Popular de Cultura e Desenvolvimento, Tião Rocha, representando o terceiro setor.

O diretor da Petrobras destacou a importância que a questão da responsabilidade social ganhou ao ser incluída no Planejamento Estratégico da Companhia em 2004. Para Dutra, esses projetos são a ponte que liga a Petrobras e a população brasileira, a grande responsável pela existência da Companhia. “A Petrobras não é uma empresa que surgiu de uma oportunidade de negócios, e sim de uma ampla mobilização do povo brasileiro. A Petrobras tem procurado dar sua contribuição ao longo da sua história, intensificando e aperfeiçoando mecanismos que visem, não só a diminuir o impacto de suas atividades no meio ambiente, como também a transmitir para as novas gerações conhecimento e preocupação em relação a esses temas”, afirmou.

O gerente Armando Tripodi reforçou o compromisso da Companhia com a sociedade brasileira e com o meio ambiente e os investimentos crescentes em seleções públicas. “Desde 2003, a Petrobras tem lançado as seleções públicas de projetos ambientais e sociais e cada vez mais tem avançado com democracia, transparência e participação. Agora anunciamos recursos na ordem de R$ 247 milhões para as duas áreas”.

Para Tripodi, é preciso que os recursos cheguem aos lugares onde são mais necessários. “Todos precisam desfrutar de oportunidades iguais para transformar suas vidas, em todos os locais do Brasil. O sucesso destes programas integra a contribuição da Petrobras para um projeto de país mais justo e mais sustentável. É belo e gratificante ver o trabalho realizado.”

Sobre os programas

A cada dois anos, a Petrobras realiza seleções públicas como forma de democratizar o acesso aos recursos e garantir a transparência do processo de patrocínio. No processo seletivo de projetos ambientais, poderão candidatar-se exclusivamente organizações sem finalidades econômicas com atuação no terceiro setor. Na seleção de projetos sociais, além destas, organizações governamentais também poderão enviar propostas. Em ambos os processos os projetos deverão ser executados em 24 meses.

Os projetos ambientais devem estar relacionados ao tema “Água e Clima” e atuar em uma das linhas do Programa Petrobras Ambiental: gestão de corpos hídricos superficiais e subterrâneos; recuperação ou conservação de espécies e ambientes costeiros, marinhos e de água doce; e fixação de carbono e emissões evitadas. O objetivo do programa é contribuir para o desenvolvimento sustentável do Brasil com investimentos em iniciativas voltadas à conservação e preservação dos recursos ambientais e consolidação da consciência ambiental brasileira, por isso a educação ambiental deve ser o tema transversal de todos os projetos.

Os projetos sociais inscritos devem estar inseridos em pelo menos uma das seguintes linhas de atuação do Programa Petrobras Desenvolvimento & Cidadania: geração de renda e oportunidade de trabalho; educação para a qualificação profissional; garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes. O objetivo geral do programa é contribuir para o desenvolvimento local, regional e nacional, gerando a inserção social de pessoas e grupos que vivem em risco ou em desvantagem social no país, reduzindo a pobreza e a desigualdade.

Criado em 2003, o Programa Petrobras Ambiental patrocina atualmente cerca de 100 projetos, tendo alcançado dezenas de bacias e ecossistemas em seis biomas brasileiros, sendo eles Amazônia, Mata Atlântica, Caatinga, Cerrado, Pantanal, Pampa Sulino, além de ambientes marinhos e costeiros. Suas ações já envolveram diretamente mais de 4 milhões de pessoas, além de mais de 1.500 parcerias, 1.910 publicações, 8.895 cursos e palestras e o estudo de mais de 8 mil espécies nativas. O Programa Petrobras Desenvolvimento & Cidadania, criado em 2007 em continuidade ao Programa Petrobras Fome Zero, mantém cerca de 375 projetos patrocinados em todo o país. Suas ações já envolveram diretamente cerca de 18 milhões de pessoas.

Seleção de projetos

Os projetos passarão por triagem administrativa, técnica, comissão de seleção e, em última instância, por um Conselho Deliberativo. Eles serão avaliados por profissionais da Companhia, técnicos e especialistas externos, representantes do governo, do terceiro setor, de universidades e da imprensa. As inscrições estão abertas até o dia 18 de novembro na página sobre Seleção Pública no site da Petrobras. A divulgação dos projetos selecionados está prevista para o primeiro trimestre de 2013.

Caravanas de capacitação

Desde 3 de setembro, a Companhia realiza caravanas em todos os estados do país, para capacitar as organizações proponentes na elaboração de projetos sociais e ambientais. As caravanas consistem em palestras gratuitas para prestar esclarecimentos às instituições do terceiro setor sobre o roteiro de elaboração de projetos adotado pela Petrobras. O cronograma completo também está disponível no site  da Seleção Pública.

Além das oficinas presenciais, haverá o atendimento online, no período das inscrições, de segunda-feira a domingo, das 9h às 21h. A caravana virtual tem o objetivo de responder, em tempo real, dúvidas sobre a seleção pública e a formatação de projetos.

Deixe seu comentário

Prezado leitor,

Lembramos que não serão aceitos comentários que tenham conteúdo ou termos ofensivos, nem que sejam desassociados do tema do post. Dúvidas sobre temas diversos devem ser encaminhadas ao Fale Conosco do site.

 caracteres restantes