Destaques Internacionais – 10/11/2010

Fala do presidente Gabrielli é o destaque desta quarta na imprensa internacional

Upstream, Reuters e Bloomberg informam que a Petrobras levantará US$ 32 bilhões até 2014 como parte do plano de investimento de cinco anos focado no desenvolvimento das massivas reservas do pré-sal. A notícia também foi veiculada nos sites do The Wall Street Journal Americas (em espanhol), e Terra em espanhol e Reuters para a África.

Petrobras planeja levantar US$ 32 bilhões até 2014

Petrobras afirma que pegará US$ 32 bilhões emprestados até 2014

Petrobras precisa de US$ 32 bilhões em novo débito, diz presidente

Segundo a Upstream e The Wall Street Journal, Petrobras nega relatórios de que os procedimentos para a contratação de navios perfuradores estejam atrasados. As publicações trazem afirmação do presidente da companhia, José Sergio Gabrielli, ao jornal O Estado de S. Paulo.

Petrobras nega relatórios sobre atraso

Petrobras afirma que contratos de navios perfuradores não estão fora do prazo – Estado

De acordo com a Reuters, o estaleiro Brasfels está próximo de assinar contratos para módulos superiores de integração para dois navios-plataforma que serão usados pela Petrobras em projetos do pré-sal.

Brasfels está pronta para dupla de unidades da Petrobras

A Reuters publica release da Deep Sea Supply no qual a companhia destaca que, em 2010, garantiu um contrato de fretamento com a Petrobras.

Deep Sea Supply: 3Q10 e YTD 2010: Muitos novos fretamentos garantem futuro fluxo de recursos

De acordo com a Bloomberg, o presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, afirmou desconhecer se permanecerá no cargo no governo da presidente eleita, Dilma Rousseff. Ele falou a repórteres em evento no Rio de Janeiro.

Presidente da Petrobras não sabe futuro no cargo na administração Rousseff

De acordo com Bloomberg, a Petrobras afirma que suas 20 plataformas estrangeiras fretadas começarão a operar nos próximos dois anos para estimular a produção de petróleo e gás natural. Ainda segundo a publicação, estaleiros nacionais também começarão a entregar a primeira de outras 28 estruturas que serão construídas no Brasil até 2014.

Presidente da Petrobras diz que adicionará 20 plataformas estrangeiras até 2012

No site da agência EFE, matéria diz que a Petrobras anunciou ter ficado em 4º lugar na lista de classificação “Platts Top 250”, que inclui as empresas de energia mais importantes do mundo.