Destaques Internacionais – 12/10/2010

O desempenho das ações da Petrobras é o destaque desta terça-feira na imprensa internacional.

Em matéria sobre o mercado latino-americano de ações, a Reuters aponta que a Petrobras esteve entre os principais ganhadores do dia, subindo 0,35%. Já a Bloomberg publica que o Índice Bovespa subiu pelo segundo dia. Segundo a publicação, o Bank of America Corp. afirmou que a Petrobras se beneficiará com o aumento de investimento estrangeiro subsequente à venda de US$ 70 bilhões em ações. Enquanto isso, o The Wall Street Journal reporta que o crescimento da maior economia da América Latina pode devolver as ações brasileiras a níveis não vistos desde antes da crise mundial. De acordo com a publicação, o empurrão recorde para o Ibovespa no último quarto do ano deve vir das ações da Petrobras, a maior companhia listada no índice.

Mercados emergentes: Ações latino americanas sobem com esperanças relacionas ao Fed - Reuters

Índice Bovespa sobe com aposta do Fed de ofuscar a inflação - Bloomberg

Previsão brasileira para 4Q: recuperação da Petrobras pode instigar ganhos  - The Wall Street Journal

Baseado em matéria de O Estado de S. Paulo, a Bloomberg informa que a Petrobras está estudando cortar o preço que cobra de distribuidores de gás natural no próximo ano. 
 
Petrobras pode cortar preço do gás natural no próximo ano, Estado informa - Bloomberg

Reuters relata que o governo brasileiro tentou estimular a autossuficiência do país na produção de fertilizantes por anos como questão de segurança nacional. Segundo a agência, empresários dizem que uma tarifa protetora pode ser necessária para empurrar a capacidade local que apenas atende a um terço das necessidades dos fazendeiros. A publicação destaca como principais atores locais a Petrobras e a Vale.
 
Indústria brasileira de fertilizandos quer tarifa de importação - Reuters

A construtora de plataformas Sembcorp recebeu contrato de conversão de um navio plataforma para a norueguesa Teekay Petrojarl Production no valor de US$ 268,2 milhões, informa o Upstream. A demanda inclui engenharia, instalação e integração de 16 módulos superiores e outros trabalhos. A publicação destaca que a Petrobras já fechou contrato de fretamento do navio-plataforma por nove anos e que a unidade será destinada ao campo Tiro e Sidon.
 
Sembcorp ganha contrato de navio-plataforma da Teekay - Upstream

O Upstream aponta que a Perupetro recebeu sete propostas válidas para 14 diferentes blocos em sua rodada de propostas nesta semana e diz que a Petrobras estimulou o processo na semana passada ao anunciar que o poço Picha, no bloco 58, tem potencial para 1,7 trilhões de pés cúbicos de gás natural.
 
Petroleiras se alinham por blocos peruanosUpstream