Destaques Internacionais 14/12/2009

Descobertas do pré-sal e investimentos entre os destaques desta segunda-feira

Matéria da Financial Express mostrando números, exemplos e motivos de o Brasil ser o melhor país do Bric, cita a Petrobras como a empresa com o maior plano de investimento corporativo do mundo. O veículo ressalta as recentes descobertas do pré-sal, alvo de um investimento de US$ 174 bilhões em 2009-2013.

Lula ou não, porque o Brasil é o melhor Bric

http://www.financialexpress.com/news/Lula-or-not–why-Brazil-is-the-best-BRIC/553602/

A BN Americas repercutiu a declaração do presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli de que a Petrobras planeja investir US$ 1.000 milhões no Peru até 2013. O investimento, de acordo com a matéria, será centrado nas atividades de exploração e produção nos blocos que a empresa já opera no Peru.  Só em 2010, a Petrobras pretende investir US$180 milhões no bloco 58, em Cusco.

Petrobras investirá Petrobras U$1.000 milhões até 2013

http://ewatch.prnewswire.com/rs/display.jsp?a=20579-780363146-1656050354&key=D|139846|S|0|x|780363146

A Agência EFE publicou despacho sobre a reunião entre o presidente Lula e o seu colega peruano, Alan García, durante visita oficial ao Peru. Durante o encontro, os dois discutiram sobre as operações da Petrobras no promissor poço de petróleo da Amazônia peruana.

Lula repassa agenda bilateral com presidente peruano

http://ewatch.prnewswire.com/rs/display.jsp?a=20579-780408741-1656196655&key=D|139846|S|0|x|780408741

A Petrobras não espera ter uma informação aprofundada sobre as reservas do bloco 58 antes de 2012. É o que afirmou Gabrielli em matéria da Upstream. A empresa pretende realizar dois poços exploratórios no próximo ano, e cada perfuração levará seis meses.

Petrobras espera dados do Peru

http://www.upstreamonline.com/live/article201349.ece

O principal diário chileno, o El Mercúrio, comentou o provável interesse da Petrobras em comprar a participação de 24% da norte-americana AEI nas operações da distribuidora colombiana Terpel. A Petrobras, segundo analistas, seria um dos compradores naturais das ações, mas o presidente da Petrobras Chile, Vilson Reichemback, enfatizou que ainda não existem negociações oficiais. Entretanto, Reichemback afirmou que comprar os ativos da Terpel seria “uma maneira de conquistar 10% do mercado”.

Petrobras mostra interesse por entrar como sócio da colombiana Terpel

http://ewatch.prnewswire.com/rs/display.jsp?a=20579-780281104-1655896255&key=D|139846|S|0|x|780281104

A Dow Jones publicou nota sobre a Bovespa, que investiu em ações preferenciais da Petrobras, seguidas pelas ações comuns da estatal.

Brasil pós-mercado estoca volume de R$69,7 milhões; Petrobras lidera

http://online.wsj.com/article/BT-CO-20091211-712438.html