Destaques Internacionais

Marco regulatório do pré-sal, Comperj e acordos com a Nigéria são os destaques de hoje. 

A Dow Jones distribuiu despacho informando que o grupo do governo que discute o novo marco regulatório da região do pré-sal se encontrará mais três vezes antes de apresentar a proposta ao presidente Lula. A matéria, baseada na Agência Estado, informa que o Ministro das Minas e Energia, Edison Lobão disse que a Petrobras teria um papel importante no desenvolvimento das reservas no pré-sal. “A Petrobras poderia entrar nas licitações para concessão para ter controle dos blocos ou ter uma participação mínima se perder”, disse o ministro. A Upstream reproduziu despacho da Dow Jones.

Ministro brasileiro: painel do Subsal terá ainda três reuniões – Estado

http://www.easybourse.com/bourse/actualite/brazil-minister-subsalt-panel-to-hold-three-meetings–710300

Painel do Pré-sal terá reuniões

http://www.upstreamonline.com/live/article184616.ece

Foi destaque na imprensa internacional os acordos assinados entre os presidentes do Brasil e Nigéria. O jornal espanhol do chinês Puebloenlíneae, a European PressPhoto Agency, a EFE e a Xinhua informam que Lula disse estar convencido de que a Petrobras chegará a extrair cerca de 400.000 barris de petróleo por dia em suas operações em solo nigeriano. A Nigéria será, assim, a base mais importante da empresa no exterior.

Brasil e Nigéria reforçarão relações no setor de energia e comércio

http://ewatch.prnewswire.com/rs/display.jsp?a=20579-703885749-1532346682&key=D|139846|S|0|x|703885749

Presidentes do Brasil e da Nigéria assinam acordos

http://ewatch.prnewswire.com/rs/display.jsp?a=20579-703883418-1532336264&key=D|139846|S|0|x|703883418

A Bloomberg distribuiu nota, baseada em reportagem original do jornal Valor Econômico, dizendo que o presidente Lula apóia os planos de dar mais controle da região do pré-sal à Petrobras a fim de que as petrolíferas estrangeiras possuam menos concessões na área.

http://www.bloomberg.com/apps/news?pid=20601086&sid=aIX6l.QS0qec

A BNamericas publicou despacho informando que a Petrobras retomará obras de terraplanagem no Comperj. A matéria lembra que a as obras foram suspensas devido ao mau tempo e não estão relacionadas a recomendação do Tribunal Federal de Contas, de acordo com a Petrobras.

Petrobras retomará obras do Comperj

http://ewatch.prnewswire.com/rs/display.jsp?a=20579-703887511-1532355737&key=D|139846|S|0|x|703887511

A agência italiana ANSA publicou matéria sobre a CPI do Senado em que cita a Petrobras. Segundo a matéria, o PSDB apresentou três denúncias contra o presidente do Senado, José Sarney.

BRASIL-CORRUPÇÃO: ações podem levar à queda de Sarney

http://www.ansa.it/ansalatina/notizie/notiziari/brasil/20090729135834922710.html

A agência de notícias chinesa Xinhua informou que a StatoilHydro norueguesa manifestou ontem sua intenção de explorar petróleo no pré-sal. Segundo o presidente da empresa no Brasil, Jorge Camargo, 30% de fracasso nas perfurações de águas profundas seria um resultado “excelente” de acordo com sua experiência no setor petroleiro.

Petrolífera norueguesa quer explorar o pré-sal brasileiro            

http://ewatch.prnewswire.com/rs/display.jsp?a=20579-703883452-1532336497&key=D|139846|S|0|x|703883452

A BNamericas traz nota  informando que a Petrobras e a PDVSA retomaram negociações sobre a refinaria Abreu e Lima, no nordeste de Pernambuco.                 

Petrobras e PDVSA retomam negociações da refinaria Abreu e Lima

http://ewatch.prnewswire.com/rs/display.jsp?a=20579-703846372-1532225565&key=D|139846|S|0|x|703846372

A Upstream deu nota dizendo que a Petrobras desviou o poço pioneiro A1-18/01, na Líbia, pela segunda vez devido a problemas com o furo. A Petrobras opera o poço desenvolvido para testar a prospecção em Caliph.

Petrobras desvia novamente pioneiro na Líbia

http://www.upstreamonline.com/live/article184648.ece

O jornal Asia Times (online baseado em Hong Kong), analisa o início das operações do semi-submersível do Irã no Mar Cáspio no mês que vem diz que a plataforma será operada inicialmente por uma empresa estrangeira, “possivelmente a Petrobras do Brasil”.

No México, o jornal El Semanario traz matéria dizendo que a China vai abrir escritórios do China Development Bank Corp no Brasil, Rússia e Egito. Cita acordo com a Petrobras.

O portal de notícias da China em espanhol spanishchina.org diz que a norueguesa StatoilHydro anunciou que vai participar da exploração do pré-sal no Brasil.

No site HidrocarburosBolivia, análise sobre a iniciativa da Petrobras de desenvolver usinas “flex”, que funcionem com gás natural e etanol. Pergunta se serão mais uma alternativa ao gás da Bolívia.

No site da TV multiestatal Telesur (da Venezuela, Argentina, Bolivia, Cuba, Equador e Nicaragua), matéria sobre conversa pelo telefone entre os presidentes Lula e Hugo Chávez. Diz que ambos estão “felizes” com o acordo fechado entre Pdvsa e Petrobras.

Na Venezuela, o jornal EL Universal também traz matéria a respeito de acordos entre Rússia e Cuba, citando a presença de outras petroleiras em Cuba, como a Petrobras.