Destaques Internacionais

CPI, marco regulatório, descobertas e retomada das obras do Comperj são os destaques de hoje

A edição dos Estados Unidos do jornal Wall Street Journal traz matéria dizendo que o presidente Lula pode enfrentar um revés político em meio às acusações de corrupção que criaram pressões para que Sarney, um aliado importante como presidente do Senado, peça demissão. Alguns analistas políticos dizem esperar que a oposição a Lula use a investigação da Petrobras para buscar informações potencialmente danosas sobre os administradores da companhia, que possam ser usadas contra o partido do presidente nas eleições do próximo ano.

Líder brasileiro tenta manter distância de aliado

http://online.wsj.com/article/SB124934120674902871.html

Em Omã, o jornal Oman Daily Observer traz matéria distribuída pela Reuters dizendo que aumenta a pressão para que o senador José Sarney renuncie ao cargo de presidente do Senado. Segundo a matéria, a renúncia poderia criar confusão na coalizão do governo, o que provocaria demora na reforma da legislação do setor de petróleo e poderia reviver a CPI da Petrobras. A matéria da Reuters também é publicada no site América Economia (portal de notícias e revista de análises e informações sobre economia latino-americana). O site da Upstream publicou matéria baseada na Reuters.

Pressão aumenta para que o líder do Senado se demita

http://www.reuters.com/article/rbssEnergyNews/idUSN0350520320090803

Briga no Senado ameação agenda do legislativo

http://www.upstreamonline.com/live/article184982.ece

A agência de notícias alemã DPA distribuiu despacho informando que o presidente do Senado, José Sarney, tornou a descartar a possibilidade de renúncia do cargo. A matéria menciona a denúncia de um suposto desvio de um patrocínio da Petrobras à Fundação José Sarney.

Presidente de Senado torna a descartar a renúncia

http://ewatch.prnewswire.com/rs/display.jsp?a=20579-706550091-1537087040&key=D|139846|S|0|x|706550091

A Bloomberg distribuiu uma matéria na qual o presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, afirma que a CPI será “uma grande crise” para a empresa. Ele diz que “o grande problema desta crise de reputação é que você não sabe por onde será atacado.” As declarações de Gabrielli fazem parte de uma reportagem mais ampla, na qual ele também afirmou que a Petrobras terá dificuldades para atingir suas metas de produção de petróleo no mercado doméstico em 2009. A Upstream também publicou matéria sobre a entrevista.

Petrobras diz que meta de produção de petróleo para 2009 é difícil

http://www.bloomberg.com/apps/news?pid=newsarchive&sid=ah7ZMH.PQNXE

Gabrielli diz que meta de produção é difícil

http://www.upstreamonline.com/live/article184985.ece

A América Economia publicou matéria sobre o novo marco regulatório para exploração de petróleo no Brasil. Segundo a matéria, a proposta para a nova regulação deve ser apresentada ao presidente Lula esta semana. O artigo informa que, segundo a ministra Dilma Rousseff, a Petrobras será a única operadora no pré-sal.

Brasil discutiria nova regulação para o pré-sal

http://www.americaeconomia.com/314434-Brasil-discutiria-nueva-regulacion-para-presal.note.aspx

O Wall Street Journal online publicou nota sobre o reinício das obras na refinaria do Comperj nesta segunda-feira, conforme anunciou a Petrobras.

Petrobras reinicia obras na refinaria do Comperj, atrasadas pela chuva

http://online.wsj.com/article/BT-CO-20090803-714887.html

A Bloomberg publicou nota dizendo que a Petrobras e a Galp encontraram evidência de petróleo na Bacia Potiguar na costa brasileira, segundo informou a ANP. Ainda não sabem se a descoberta tem valor comercial.

Petrobras e Galp encontram evidência de petróleo no Bloco Potiguar

http://www.bloomberg.com/apps/news?pid=20601086&sid=aT9DNN8rRPCU

A Dow Jones e a BNamericas publicaram com certo atraso que a Petrobras notificou a ANP de descoberta de petróleo em um poço pioneiro na Bacia de Santos.

Petrobras registra descoberta de petróleo no Bloco BM-S-7 em águas profundas

http://online.wsj.com/article/BT-CO-20090803-707707.html

Petrobras encontra rastros de petróleo na Bacia de Santos

http://www.bnamericas.com/news/petroleoygas/Petrobras_encuentra_rastros_de_petroleo_en_cuenca_marina_Santos

A BNamericas também publicou despacho dizendo que a prestadora de serviços americana Pride Internacional está negociando com vários estaleiros brasileiros sua participação no fornecimento de plataformas para águas ultraprofundas à Petrobras.

Pride negocia com estaleiros para plataformas para a Petrobras

http://ewatch.prnewswire.com/rs/display.jsp?a=20579-706399241-1536815016&key=D|139846|S|0|x|706399241

A Petrobras é citada em despacho da agência de notícias espanhola EFE sobre o adiamento da licitação de 17 lotes petrolíferos no Peru. Segundo informou o presidente da Perpetro à Agência Andina, a Petrobras está entre as empresas que realizando perfurações em seus respectivos lotes e informarão os resultados em um mês.

Postergam até outubro a licitação de 17 lotes petrolíferos no Peru

http://ewatch.prnewswire.com/rs/display.jsp?a=20579-706405941-1536838356&key=D|139846|S|0|x|706405941

A agência chinesa Xinhua publicou matéria sobre investimentos tecnológicos da Petrobras. Segundo a matéria, a empresa investirá cerca de R$ 1 bilhão em projetos para equipar os laboratórios de universidades e centros de pesquisa do país com as mais modernas tecnologias.

Petrobras investirá em parque tecnológico no Brasil

http://spanish.news.cn/iberoamerica/2009-08/04/c_1320301.htm

O Financial Times de hoje traz matéria dizendo que a tentativa de reforma do setor de petróleo na Nigéria enfrenta ampla resistência depois que os líderes das instáveis regiões produtoras de petróleo no país se uniram a empresas de petróleo para criar oposição à maior reforma da história do maior produtor de petróleo da Africa. A matéria diz que os que criaram a proposta de reformas dizem que ela transformaria a empresa nigeriana em um “campeão nacional” como a Petronas, da Malásia, e a Petrobras, do Brasil.

O site PennEnergy também traz longa matéria de análise sobre as dificuldades da reforma do setor de petróleo na Nigéria e cita o objetivo de transformar a empresa segundo modelo da Petrobras e da Petronas. O site apresenta ainda ampla análise sobre os modelos e resultados obtidos pela Petrobras, Pemex e Pdvsa, que traz comparação muito favorável à Petrobras.

Na França, o jornal La Tribune traz matéria sobre a inauguração do escritório da Petrobras em Cuba.

No Peru, o jornal La Republica traz matéria com críticas ao que diz ser temor do governo de empresas estatais. Cita a operação bem sucedida de estatais de países vizinhos, como Petrobras, Ecopetrol e Enap, no próprio Peru.

Na Bolívia, o jornal La Prensa traz matéria sobre os resultados da YPFB-Andina e diz que a empresa teve queda de 33,6% em receita com vendas nos campos de San Alberto, San Antonio e Monteagudo. Diz que a empresa justificou a redução por ter sido menor a demanda do Brasil e a queda dos preços internacionais. A Petrobras opera o campo de San Alberto, segundo a matéria.

No site para investidores Seeking Alpha, análise sobre os resultados das empresas de petróleo e a importância do petróleo no futuro da economia dos Estados Unidos. Conclui que investidores americanos devem investir em papéis de empresas do setor de energia e o autor lista “suas preferidas”, entre elas a Petrobras.