Destaques Internacionais – 19/11/2010

Planos do Abastecimento da Petrobras são o destaque desta sexta-feira na imprensa.

Em coletânea de notícias de destaque sobre o setor do petróleo, o Dow Jones diz que o diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, afirmou que a atividade de refino deve aumentar, já que a demanda interna por combustível tem crescido mais rápido que a economia.

Notícias petroleiras de destaque

Conforme o Dow Jones, o Fundo Brasileiro de Marinha Mercante, parte do Ministério dos Transportes, pode aprovar o financiamento de US$ 7,6 bilhões para novos projetos de construção de navios em um encontro no dia 17 de dezembro. Uma das usuárias do fundo é a Transpetro, que está investindo em 49 novos navios petroleiros que serão entregues entre 2010 e 2015.

Fundo brasileiro para construção de navios concederá R$ 13 bilhões em financiamentos

Conforme o Upstream, a Engevix fechou negócio para construir oito cascos para navios-plataforma para a Petrobras. Foram assinados dois contratos que estipulam a construção das unidades no Estaleiro Rio Grande, no sul do Brasil.

Jornal em inglês The Malta Independent informa que o rebocador A. H. Valetta, do grupo italiano Rimorchiatori Riuniti, deixou o país rumo ao Brasil, onde será a oitava embarcação da empresa a operar para a Petrobras em um período mínimo de quatro anos.

O Upstream noticia que a Petrobras está preparada para abrir os envelopes de preços depois de receber propostas para uma nova geração de sistemas de guindastes para águas ultraprofundas capaz de trabalhar nas condições do pré-sal da Bacia de Santos.

Segundo o Upstream, o órgão regulador brasileiro concedeu à Petrobras prazo até novembro de 2012 para decidir se quer ou não abrir um poço de contingência no bloco BM-J-3 da Bacia do Jequitinhonha para incluir a porção oeste da licença no plano de avaliação da área. A decisão substitui uma norma de agosto na qual a ANP permitia à empresa manter apenas a parte leste do bloco.

De acordo com o Upstream, a GE inchou o fluxo de investimentos em pesquisa e desenvolvimento rumo ao Brasil com um pacote focado em oportunidades para o setor de petróleo e gás. O veículo acrescenta que os investimentos incluem US$ 100 milhões para o GE Global Research Centre, ajudando a expandir o parque tecnológico do Rio de Janeiro, onde a base de pesquisa e desenvolvimento da Petrobras também está em expansão e modernização.

A Petrobras registrou aumento de 7,9% em seus lucros no terceiro quarto beneficiada pelas altas vendas internas e pela desvalorização do dólar, segundo o Upstream. A companhia alcançou lucro líquido de US$ 4,98 bilhões entre julho e setembro, contra US$ 7,94 bilhões no mesmo período do ano anterior.