Destaques Internacionais

Petrobras no Chile, parceria com a PDVSA, marco regulatório e CPI são os destaques 

No Chile, a mídia local deu destaque à inauguração do primeiro posto de serviços da Petrobras. O jornal La Tercera diz que a empresa busca 20% do mercado e que levará 18 meses para pôr suas cores corporativas na rede que comprou da Esso, também aborda os planos na área de biocombustíveis. O assunto foi destaque também em sites importantes em espanhol, como o Invertia (noticias econômicas do Terra) e o site em espanhol da EPA, European PressPhoto Agency, Destaque também no portal de notícias em espanhol da China spanish.china.org.cn e em sites do Chile como o Noticias123, da Entel, que abre com a intenção de desenvolver um mercado de biocombustíveis.

Petrolífera brasileira inaugura posto de serviços no Chile

http://spanish.china.org.cn/international/txt/2009-08/05/content_18268360.htm

Investimentos em energia são chave para a recuperação econômica, segundo ministro

 http://ewatch.prnewswire.com/rs/display.jsp?a=20579-707151121-1538012151&key=D|139846|S|0|x|707151121

Petrobras abre primeiro posto de gasolina no Chile

http://www.google.com/hostednews/afp/article/ALeqM5hJID0GskkUGb1NeX32sLNmp00egw

A Reuters, a BNamericas e a América Economia têm matérias informando que a Petrobras está em negociações para a compra da gás liquefeito no Chile. O gás será utilizado como combustível para automóveis. As matérias também mencionam a inauguração do primeiro dos 230 postos de serviço da Petrobras no país.

Petrobras diz que quer comprar GNL chileno

http://www.reuters.com/article/marketsNews/idUSN0447010620090804

Petrobras quer entrar no negócio de gás liquefeito no Chile

http://lta.reuters.com/article/businessNews/idLTASIE5731MO20090804

Petrobras busca aumentar presença no Chile

http://www.americaeconomia.com/314966-Chile-Enap-y-Petrobras-potencian-el-biocombustible.note.aspx

 Petrobras inicia operações locais e aponta para biocombustíveis e GNL    

http://ewatch.prnewswire.com/rs/display.jsp?a=20579-707150438-1538010028&key=D|139846|S|0|x|707150438

A agência chinesa Xinhua, a agência de notícias alemã DPA e o Wall Street Journal online publicaram matérias dizendo que a Petrobras confirma sua parceria com a PDVSA em refinaria de pernambuco. As notas informam que o diretor de Abastecimento e Refinarias da Petrobras, Paulo Roberto Costa, afirma que os problemas pendentes entre as empresas foram solucionados. O acordo final deve ser assinado pelos presidentes Lula e Chavéz em setembro.

Petrobras confirma associação com Venezuela em refinaria

http://spanish.china.org.cn/international/txt/2009-08/05/content_18268344.htm

Petrobras e PdVSA resolvem diferenças sobre a refinaria

http://online.wsj.com/article/BT-CO-20090804-713478.html

Petrobras e PDVSA assinariam em setembro acordo sobre refinaria

http://ewatch.prnewswire.com/rs/display.jsp?a=20579-707151316-1538013208&key=D|139846|S|0|x|707151316

A Petrobras é citada em outro despacho da Xinhua sobre a revisão do convênio entre o governo equatoriano e a OCP S.A.

Comissão estatal revisará convênio com petrolífera no Equador

http://spanish.china.org.cn/international/txt/2009-08/05/content_18266486.htm

O Wall Street Journal online tem nota sobre o possível aumento dos custos da refinaria do Comperj. Segundo a nota, baseada em matéria do Estado de São Paulo, Paulo Roberto Costa, diretor de Abastecimento da Petrobras, disse que o orçamento da refinaria de US$ 8,5 milhões poderia aumentar devido a reajustes no preço do equipamento e serviços. Segundo o site, Costa recusou-se a informar o valor do aumento.

Petrobras: Custos da refinaria do Comperj poderiam aumentar – Estado

http://online.wsj.com/article/BT-CO-20090804-714202.html

A BNamericas publicou despacho informando que o novo marco regulatório do petróleo será apresentado ao Congresso em 20 de agosto. Segundo o Ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, a nova empresa estatal administrará apenas fundos estatais resultantes da produção do pré-sal. Ele diz também que a Petrobras manterá as mesmas funções de hoje.

Congresso receberá novo marco regulatório para pré-sal em 20 de agosto

 http://ewatch.prnewswire.com/rs/display.jsp?a=20579-707151114-1538012145&key=D|139846|S|0|x|707151114

A America Economia e a agência de notícias italiana Ansa publicaram despachos sobre o interesse dos EUA no petróleo brasileiro. Segundo as matérias, os EUA querem que empresas americanas participem da exploração das reservas de petróleo brasileiro. As matérias informam, baseadas em reportagem original do Estado de SP, que o general americano Jim Jones, assessor de Segurança Nacional da Casa Branca, o Ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, e José Sérgio Gabrielli, presidente da Petrobras, discutiriam o assunto hoje.

Estados Unidos interessados no petróleo brasileiro

http://www.ansa.it/ansalatina/notizie/rubriche/amlat/20090804151134925850.html

EE.UU. está interessado no pré-sal brasileiro

http://www.americaeconomia.com/315105-EEUU-esta-interesado-en-el-presal-brasileno.note.aspx

A Bloomberg distribuiu despacho informando que o PT e quatro outros partidos estão pressionando o presidente do Senado, José Sarney, para renunciar. Segundo Christopher Garman, analista do Eurasia Group, a Petrobras é quem tem mais a perder com a crise do Senado. De acordo com o analista, com a possível desagregação do PMDB será mais difícil prever o que acontecerá na CPI da Petrobras.

Partidos políticos brasileiros querem o presidente do Senado, Sarney, fora

http://www.bloomberg.com/apps/news?pid=newsarchive&sid=aonk6IX._H38

O Wall Street Journal online e a Upstream publicaram matéria sobre a declaração da Total de que o campo boliviano Itau tem valor comercial. As perfurações utilizarão a infraestrutura da Petrobras que atua em San Alberto, campo vizinho ao Itau.

Total declara campo boliviano comercializável

http://online.wsj.com/article/BT-CO-20090804-712978.html

Total começa bem no Itau

http://www.upstreamonline.com/live/article185025.ece

No site do Wall Street Journal, nota sobre acordo entre Petrobras e PDVSA em relação à refinaria. Cita matéria da agência Estado com o diretor Paulo Roberto Costa.                                                                                

A edição da Europa do Wall Street Journal de hoje traz a matéria sobre o caso do presidente do Senado, José Sarney, publicada ontem pela edição dos Estados Unidos do jornal. Diz que o presidente Lula pode enfrentar um revés político em meio às acusações de corrupção que criaram pressões para que um aliado importante como presidente do Senado renuncie. Mas alerta que uma renúncia criaria embaraços a Sarney no momento em que o presidente Lula precisa dele para ajudar a cuidar de uma investigação do Congresso sobre práticas de contabilidade do gigante petroleiro controlado pelo Estado, Petroleo Brasileiro SA.

A Bloomberg distribuiu despacho sobre a queda dos lucros da StatoilHydro devido à diminuição da demanda por petróleo e o corte nos preços do produto.

Lucro da StatoilHydro quase varrido devido à diminuição da demanda

http://www.bloomberg.com/apps/news?pid=20601085&sid=aTAtXFBt9Vwc

O jornal Diario Financiero trouxe na terça-feira matéria dizendo que a Petrobras e a chilena Empresa Nacional de Petroleo preparam um plano piloto para desenvolver o setor de biocombustíveis, especificamente etanol, no Chile. Atribuiu as informações a fontes da ENAP.

Na Argentina, o Clarin traz notinha sobre queda de receitas da TGS, controlada pela Petrobras.

 No site Penn Energy, nota sobre anúncio da Total que declarou comercialmente viável o poço Itaú. O gás vai ser processado em planta da Petrobras.

Na Turquia, o jornal em inglês Today’s Zaman traz matéria sobre as pressões para que Sarney renuncie. Diz que a saída dele, porém, pode atrasar o projeto de reforma da legislação do petróleo e também dar à oposição oportunidade para revitalizar a CPI da Petrobras.