Destaques Internacionais – 20/8/2010

Crescimento na produção da Petrobras no mês de julho é o destaque desta sexta-feira

A Petrobras registrou crescimento na produção de petróleo e gás no mês de julho em comparação ao mês anterior devido à reativação da plataforma P-43 e a novos poços que já começaram sua produção, informa o Upstream. A produção de petróleo e gás natural subiram 1,4%, para 2,01 milhões de barris diários, superiores aos 1,98 milhões de barris registrados em junho. O The Wall Street Journal, via Dow Jones, também publica a informação.

Petrobras registra crescimento em produção

Produção total de gás da Petrobras alcança 2,581 milhões de barris diários

O The Wall Street Journal, via Dow Jones, informa que os estudos preliminares das áreas que serão usadas na troca de ações por petróleo entre o governo e a Petrobras foram concluídos, mas que devem ser aprofundados ainda mais.

Brasil: estudos preliminares para oferta pública estão concluídos

A Bloomberg compila dados sobre as empresas latino-americanas para o dia e comenta sobre a oferta pública de ações da Petrobras.

Vale, CPFL, Gafisa, Cyrela, ICA: previsão de ações latino americanas

Em matéria sobre questões ambientais na Amazônia, a Reuters destaca que seu repórter sobrevoou as instalações de uma usina de petróleo e gás da Petrobras e que foi informado que a empresa tomou as medidas necessárias para preservar a floresta. A publicação lembra que a viagem foi organizada pela APEX e patrocinada pela Petrobras, Eletrobras e Banco do Brasil.

O Brasil pode salvar a Amazônia?

Segundo o Upstream, enquanto as normas reguladoras e as salvaguardas são restritas, o plano nacional de contingência reconhece que explorar o pré-sal é um processo complicado. Conforme a publicação, a reação ao vazamento da BP incluiu sugestões de que as salvaguardas brasileiras eram mais restritas que as existentes no Golfo do México. O veículo reconhece que as normas brasileiras são, sim, mais robustas, já que o modelo brasileiro é fortemente influenciado pelo norueguês.

A Petrobras publicou um aumento no lucro para o segundo quarto de 2010, conforme noticia o Upstream. O lucro líquido foi de US$ 4,7 bilhões, 1,7% mais que o ano anterior.

De acordo com o Upstream, a Petrobras está mantendo estaleiros e construtores de plataformas em suspense sobre a abertura de propostas comerciais feitas para o fornecimento de 28 unidades de águas profundas que serão construídas no Brasil.

Também na Bolívia, o jornal El Mundo traz matéria sobre encerramento de Congresso de petróleo e gás no país, diz que o presidente da YPFB, Carlos Villegas, abordou os investimentos que serão feitos, cita projeto conjunto Petrobras, YPFB Andina e Total.

No site HidrocarburosBolivia, matéria diz que Villegas afirmou que para garantir o cumprimenro dos contratos de exploração de gás natural com Brasil e Argentina, a Bolívia vai fazer investimentos de US$ 4.182 milhões até 2015. Ele cita investimentos no campo de San Alberto a serem feitos por Petrobras, YPFB Andina e Total.