Destaques Internacionais – 27/10/2010

Contrato para suprimento de etanol com Açúcar Guarani é o destaque desta quarta

A Reuters e a Businessweek publicaram ontem que a Petrobras concordou em comprar etanol da Açúcar Guarani, parte do grupo Tereos International. A empresa fornecerá cerca de 2,2 bilhões de litros de etanol à Petrobras pelos próximos quatro anos. As publicações destacam que o acordo leva a Petrobras um passo adiante no caminho para ser o principal ator mundial no setor de biocombustíveis.

Petrobras assina acordo de etanol no valor de US$ 1,2 bilhões com a Tereos

Petrobras e Guarani assinam acordo de R$ 2,1 bilhões por etanol

A Reuters divulga que a Petrobras está considerando retomar o plano de atualizar sua refinaria Nansei Sekiyu no Japão para alavancar as exportações para a China, segundo o diretor executivo e gestor de negócios da subsidiária, Mauro Pumar. A decisão deve sair no final de 2010 ou início de 2011.

Petrobras avalia atualização em refinaria japonesa

A notícia também foi publicada no jornal americano San Francisco Chronicle, no portal BusinessWeek, da Bloomberg, e no site Terra da Colômbia.

Sobre a oferta pública de ações:

Bloomberg

Bloomberg 2

Reuters

The Wall Street Journal

The Wall Street Journal 2

Financial Times

A Bloomberg traz nota sobre o anúncio da ANP da descoberta de petróleo e gás natural pela Petrobras em poço na Bacia de Sergipe.

Na Nova Zelândia, portal de notícias 3 News traz nota sobre os esforços para resgatar a baleia jubarte que encalhou em uma praia de Búzios (RJ), citando que a Petrobras enviou um rebocador para ajudar nas operações. Notícia também foi reproduzida pelo site francês Romandie.com. Textos foram publicados antes da notícia da morte da baleia.

Jornal The China Post, de Taiwan, reproduz hoje matéria da agência France Presse sobre a expectativa de que os investimentos da China no Brasil cheguem a US$ 30 bilhões este ano – e que dois terços deste valor sejam destinados ao setor de petróleo -, segundo o presidente da Câmara de Comércio Brasil-China, Charles Tang.

Na China, versão em espanhol do site China.org.cn reproduz texto da agência de notícias Xinhua sobre a defesa do presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, às críticas feitas ontem pelo ex-presidente do Banco Central, Armínio Fraga, contra a capitalização da empresa.

Na Espanha, newsletter de economia Capital Madrid destaca que empresas brasileiras estão tomando o lugar das espanholas na expansão pela América Latina, representando hoje 45% das 500 maiores da região. Menciona que desde este ano a Petrobras lidera a lista das maiores, tomando o lugar da Pemex e da PDVSA, que se revezeram na primeira posição durante os últimos 20 anos.