Destaques Internacionais 27/11/2009

Inauguração do gasoduto Urucu-Coari-Manaus e pagamento de dividendos entre os destaques

 

A Dow Jones e a EFE (em português e espanhol) publicaram matérias informando que a Petrobras inaugurou na quinta-feira o gasoduto Urucu-Coari-Manaus, na Amazônia. As reportagens informaram que o presidente Lula participou do evento de inauguração e deram detalhes sobre a operação do gasoduto, que deve atingir a capacidade máxima de 5,5 milhões de metros cúbicos por dia em setembro de 2010. A EFE afirmou que o gasoduto permitirá que as sete usinas térmicas de Manaus, que atualmente utilizam diesel para produzir 725 megawatts de energia, passem a consumir gás natural, um combustível menos poluente e mais barato. O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, afirmou durante um webcast que a capacidade de transporte de gás através do gasoduto vai se ampliar com o aumento da demanda na região de Manaus.

Petrobras lança novo gasoduto Urucu-Coari-Manaus

http://online.wsj.com/article/BT-CO-20091126-705956.html#printMode

Petrobras inaugura gasoduto Urucu-Manaus

http://www.google.com/hostednews/epa/article/ALeqM5hBzH758ywr19RueRhok6OJq4WFRw

Brasil põe em funcionamento um gasoduto construído no meio da Amazônia

http://www.google.com/hostednews/epa/article/ALeqM5gjeBwCYyG0FTuTgib0g84FxeGClw

A Dow Jones registrou em nota que a Petrobras vai pagar dividendos aos seus acionistas no dia 30 de novembro.

Petrobras vai pagar dividendos no dia 30 de novembro

http://online.wsj.com/article/BT-CO-20091126-703521.html#printMode

A BN Americas registrou que a termoelétrica de Tambaqui, na região de Manaus, vai começar a usar gás natural para a produção de energia no dia 21 de dezembro.

Termoelétrica de Manaus vai começar a usar gás natural em dezembro

http://www.bnamericas.com/news/oilandgas/Manaus_thermos_to_start_using_natural_gas_in_December1    

A notícia de que a petroquímica brasileira Quattor, controlada pela Unipar e pela Petrobras, decidiu instalar uma base de operações em Buenos Aires ganhou destaque na EFE, no jornal argentino La Nación e na América Economia. As reportagens lembram que esta é a primeira filial que a Quattor abre no exterior. O site do La Nación publicou entrevista com o presidente da Quattor, Vitor Mallmann.

Brasileira Quattor abre na Argentina sua base de operações regionais

http://www.google.com/hostednews/epa/article/ALeqM5j3kg3iCz-wzV72pmNPb2ocO3GCtQ

Petroquímica brasileira Quattor chega à Argentina

http://www.lanacion.com.ar/nota.asp?nota_id=1204388

Brasileira Quattor elege a Argentina para expansão

http://www.americaeconomia.com/370081-Brasilena-Quattor-elige-Argentina-para-expansion.note.aspx

A Upstream impressa informa que a Petrobras está se preparando para voltar ao mercado internacional para satisfazer uma requisição de início rápido para um FPSO de 100.000 barris por dia para seu projeto de petróleo leve Tiro e Sidon, na Bacia de Santos. A matéria informa que a Petrobras planeja um teste de longa duração ainda este ano.

A Upstream impressa afirma que o cronograma apertado para os ativos de exploração, avaliação e prospecção no enorme portfólio da Petrobras persuadiram a empresa a fazer a licitação de uma outra FPSO. A matéria diz que a decisão é o mais recente exemplo de uma estratégia que mistura a aderência às políticas governamentais que objetivam o desenvolvimento da indústria nacional e a disposição de convocar empresas internacionais para projetos em que o tempo é curto.

A Upstream impressa informa em outra matéria que a Petrobras está se preparando para abrir duas novas licitações para FPSOs. A matéria informa que o mercado de flutuadores espera há muito tempo pela licitação para o projeto Guanambi, também conhecido como Pipa 3. A matéria informa que José Sergio Gabrielli, presidente da Petrobras, teria dito que “a licitação para Pipa 3 está nos últimos estágios do projeto. Começaremos assim que possível.” José Miranda Formigli, gerente executivo da empresa para o Pré-sal, teria informado que é provável que a licitação aconteça no início de 2010, de acordo com a Upstream.