Destaques Internacionais 29/03/2010

Investimentos e pré-sal entre os destaques da imprensa estrangeira nesta segunda-feira  

Em matéria sobre as possibilidades de investimento no Brasil, o The Times cita que a Petrobras planeja investir US$ 174 milhões nos próximos cinco anos. 

Oportunidades para investir no Brasil
http://ewatch.prnewswire.com/rs/display.jsp?a=20579-830539120-1741606324&key=D|139846|S|0|x|830539120 

A Reuters destaca que a Petrobras busca empréstimo de US$ 10 bilhões do Banco Chinês de Desenvolvimento para financiar novos investimentos. Segundo a matéria, a estatal já pediu empréstimo semelhante em 2009 e pagou com envio de petróleo à China. Espera-se que a Petrobras anuncie o empréstimo até a segunda quinzena de abril, quando o presidente chinês visitará o Brasil. O Upstream Online também repercute a noticia. 

Petrobras quer empréstimo de US$ 10 bilhões do Banco Chinês de Desenvolvimento
http://www.reuters.com/article/idUSN2822151220100328

Petrobras busca empréstimo chinês de US$ 10 bilhões
http://www.upstreamonline.com/live/article209806.ece 

Segundo a Oil & Gas News, não haverá reforma no setor de petróleo antes das eleições. As propostas incluíam quatro reformas legais que dariam ao governo brasileiro maior controle sobre as grandes reservas, capitalizaria a Petrobras, a tornaria operadora única com participação mínima em cada campo e criaria um fundo para investir os lucros do petróleo, especialmente em educação e saúde. 

Sem reforma no setor petrolífero brasileiro até depois das eleições
http://ewatch.prnewswire.com/rs/display.jsp?a=20579-830373118-1741178908&key=D|139846|S|0|x|830373118 

A Oil & Gas News informa que a BP, uma das últimas grandes empresas a entrar no “boom” do pré-sal brasileiro, comprou US$ 7 bilhões em concessões da Devon na bacia de Campos. A aposta da BP é que também existam grandes reservas no pré-sal da Bacia. Segundo a matéria, o diretor de Exploração da Petrobras, Guilherme Estrella, disse que existe uma “Arábia Saudita abaixo do pré-sal da Bacia de Campos” e que a estatal já intensifica pesquisas no local. 

Atrasada para a festa do pré-sal, BP aposta em Campos
http://ewatch.prnewswire.com/rs/display.jsp?a=20579-830373234-1741179122&key=D|139846|S|0|x|830373234 

Segundo informação da Oil & Gas News, espera-se que o gasto global com perfurações offshore cresça mais de US$ 490 bilhões entre 2009 e 2015. A matéria cita que a Petrobras introduzirá o FPSO, um depósito de duplo casco capaz de operar a profundidades extremas. 

Gastos em perfuração offshore chegarão a US$ 490 bilhões em cinco anos
http://ewatch.prnewswire.com/rs/display.jsp?a=20579-830373231-1741179138&key=D|139846|S|0|x|830373231