Destaques Internacionais – 29/11/2010

Negociação de contratos no Equador é o destaque dessa segunda-feira na imprensa internacional

No site da EPA (agência de notícias paneuropeia), matéria da EFE com o presidente Rafael Correa, do Equador, dizendo que vai retomar processo para revogar tratados bilaterais de investimentos. A matéria aborda também as recentes renegociações dos contratos com as empresas de petróleo estrangeiras e ele diz que teria gostado se a Petrobras tivesse ficado, “sobretudo por ser uma companhia de um país tão querido como Brasil, mas não a qualquer custo”.

Nos EUA, o site do jornal El Nuevo Herald traz matéria com Correa dizendo estar satisfeito com os novos contratos. A nota cita as empresas que não aceitaram os novos termos do contrato, entre elas a Petrobras. Matéria semelhante no site do ABC, na Espanha.

No Canadá, o jornal The Observer traz matéria da Reuters com ministro do Equador dizendo que esperam atrair novos investimentos em petróleo no ano que vem, apesar da renegociação. A matéria cita a saída da Petrobras.

No site da Reuters, nota diz que a Petrobras anunciou na sexta-feira ter encontrado petróleo na Amazônia. Matéria da EFE sobre a descoberta saiu no site da FoxNews.

Também no site da Reuters matéria diz que a Petrobras informou que o Estaleiro Atlântico Sul (EAS) apresentou preço mais baixo na concorrência da Petrobras para construir 7 sondas de perfuração para Petrobras.

Em artigo publicado hoje, o The Wall Street Journal afirma que o vazamento no Golfo do México pouco afetou a Petrobras.

É o fim da perfuração em águas profundas? Não no Brasil

Em Portugal, o jornal Diário de Notícias de sábado traz matéria destacando que o consórcio que reúne Galp, Partex e Petrobras na prospecção de petróleo nas bacias de Peniche e do Alentejo deverá investir nos estudos sísmicos a três dimensões nas referidas regiões da costa portuguesa.