Destaques Internacionais

A Upstream e a Reuters desta terça-feira trazem matérias sobre a nova legislação do petróleo no Brasil.

 

Nova legislação para o petróleo não afetará a Petrobras

http://www.upstreamonline.com/live/article182649.ece

Nova legislação brasileira para o petróleo não afetará a Petrobras

http://uk.reuters.com/article/idUKN0624701820090706

Nova legislação brasileira para o petróleo não afetará a Petrobras

http://lta.reuters.com/article/businessNews/idLTASIE5650W720090706

Petrobras suspende testes em Tupi para consertar equipamento

http://www.bloomberg.com/apps/news?pid=20601086&sid=ajuHRSFRWvfM

Petrobras planeja suspender a produção de Tupi por 3 meses

http://www.businessweek.com/ap/financialnews/D9996EKO3.htm

Petrobras diz que suspende o poço de Tupi devido a complicações no equipamento

http://uk.reuters.com/article/idUKN0625567020090706

Teste em Tupi paralisado devido a parafusos defeituosos

http://www.upstreamonline.com/live/article182654.ece

Petrobras planeja suspender a produção de Tupi por 3 meses

http://www.cnbc.com/id/31767400/for/cnbc

Alfa Laval recebe da Petrobras pedidos de refinaria no valor de SEK 55 milhões (equivalente a cerca de US$ 7 mi)

http://www.cnbc.com/id/31760207/site/14081545

Bolsa do Brasil cai devido a ceticismo com a economia global

http://lta.reuters.com/article/businessNews/idLTASIE5652B820090706

Escolhas e furos dos profissionais do mercado

http://online.wsj.com/article/SB124692380302602835.html?mod=googlenews_wsj

Guido Mantega: Intervencionista se deleita na nova ortodoxia econômica

http://www.ft.com/cms/s/0/23ec749e-69c5-11de-bc9f-00144feabdc0.html

História: Estabilidade e democracia são catalisadoras de sucesso

http://www.ft.com/cms/s/0/26b2ce9e-69c5-11de-bc9f-00144feabdc0.html

The Guardian traz matéria sobre a mudança no marco regulatório do pré-sal.

http://www.guardian.co.uk/business/feedarticle/8594147

No site do Wall Street Journal , matéria com as dicas de investimentos dos grandes profissionais do mercado financeiro. Abre com George Soros e a preferência dele por investimentos no Brasil, China e India, destaca os investimentos dele na Petrobras, embora faça ressalva que o fundo diminuiu seus investimentos na empresa no início do ano.

Na França, o jornal Le Figaro traz artigo sobre livro de Lourdes Cananova que trata das novas gigantes multinacionais da América Latina, entre elas a Petrobras.

No site para investidores Market Watch, matéria com base em informações do South China Morning Post dizendo que a chinesa CNPC ofereceu US$ 14,5 bilhões por 75% de participação na YPF. A matéria cita acordo da Sinopec com a Petrobras.

No Wall Street Journal , matéria dizendo que a Argentina é um peso para a Repsol, observa que a empresa espanhola necessita de caixa para investir no pré-sal no Brasil.

A suspensão dos testes no Tupi por três a 4 meses por problemas no equipamento saiu em notas em sites importantes como do Wall Street Journal e do Houston Chronicle em espanhol.

Também em sites especializados como o Upstream Online e Offshore (Penn Energy).

No site Energy Current, análise sobre a desaceleração no mercado de plataformas. Cita diferentes negócios da Petrobras.

Na Bolivia, a mídia destaca anúncio do governo sobre auditoria a ser feita nas contas das petroleiras que operam no país – Petrobras, BG, Total, Repsol, Pan American Energy, Pluspetrol, Canadian, Andina y Chaco e GTLI. O governo diz querer mais informações sobre custos recuperáveis incluidos pelas empresas.

Matérias com destaque nos jornais bolivianos La Prensa, La Razon e Los Tiempos.

No Paraguai, o jornal ABC Color diz que a Petrobras protestou junto à Dirección Nacional de Contrataciones Públicas contra licitação de diesel feita pela Petropar.

No Financial Times, report sobre o Brasil tem três matérias que citam a Petrobras.

Em entrevista com o ministro Guido Mantega, o jornal destaca o perfil “intervencionista” dele e como neste momento de crise. Segundo o jornal, Mantega diz que cada vez mais os investimentos serão puxados pelo Estado e a Petrobras terá enorme importância.

Em outra matéria sobre o novo “status” do Brasil no mundo, o jornal discute os avanços do país, a recuperação da economia e que o país está sendo agora levado a sério. Diz a matéria que os avanços da diplomacia brasileira têm sido acompnhados pelo setor privado. Cita a Petrobras que “já é uma das maiores empresas do mundo e está destinada a maior proeminência com a descoberta em 2007 de novas reservas maciças na costa do Brasil”.

O terceiro é um artigo de Paulo Sotero (ex-correspondente do Estadão em Washington e diretor do Brazil Institute at the Woodrow Wilson International Center for Scholars). Ele cita os avanços no país, destacando as mudanças no governo do presidente Fernando Henrique, como o fim do monopólio da Petrobras que permitiu maior integração do Brasil na economia internacional.