Destaques Internacionais

Novo marco regulatório e pré-sal são destaques na imprensa estrangeira

 

A Reuters, o site CNN Money, a agência AP, os sites da Upstream e do  New York Times deram matérias durante todo o dia de ontem sobre os supostos planos do governo brasileiro fazer aporte de R$ 100 bilhões na Petrobras. As matérias foram baseadas em reportagem original do jornal Valor Econômico, publicada na edição de ontem. As reportagens lembram que o presidente Lula deve anunciar o novo marco regulatório do pré-sal na próxima segunda-feira. Os jornais franceses La Tribune e Les Echos deram nota sobre a notícia publicada pelo Valor.

Governo do Brasil estuda o aumento do capital da Petrobras

http://www.bloomberg.com/apps/news?pid=20601086&sid=a3A2nGQrK92E

Brasil pode investir US$ 53 bilhões na Petrobras, segundo reportagem

http://www.reuters.com/article/rbssEnergyNews/idUSN2730453120090827

Governo brasileiro pretende investir R$ 100 bilhões na Petrobras

http://money.cnn.com/news/newsfeeds/articles/djhighlights/200908270842DOWJONESDJONLINE000452.htm

Brasil pode contribuir com mais US$ 53 bilhões para a Petrobras

http://www.google.com/hostednews/ap/article/ALeqM5gw3icRCagD4PUgQ7T_2ABly6NznQD9ABELK01

Brasil de olho num aumento de capital de US$ 53 bi na Petrobras

http://www.upstreamonline.com/live/article186634.ece

Brasil poderá injetar até US$ 53 bi na Petrobras, diz mídia

http://lta.reuters.com/article/businessNews/idLTASIE57Q0HT20090827

Brasil pode contribuir com até US$ 53 bilhões para a Petrobras

http://www.nytimes.com/aponline/2009/08/27/business/AP-US-PetroBras-Analyst-Note.html

Na Argentina, site do jornal La Nación informou ontem à tarde que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que planeja destinar parte dos lucros da exploração do pré-sal no desenvolvimento científico e tecnológico do Brasil. Lembra que o governo deve anunciar na segunda-feira as novas regras para exploração do petróleo no país, e com isso a Petrobras faria a exploração dos poços com investimento estrangeiro.

Lula planeja destinar parte dos recursos do petróleo às áreas de ciência e tecnologia

http://www.lanacion.com.ar/nota.asp?nota_id=1167546

A Bloomberg distribuiu despacho, baseado em reportagem original de O Estado de S. Paulo, afirmando que a Petrobras pode ampliar o seu plano quinquenal de investimentos depois de o governo anunciar o novo marco regulatório para a região do pré-sal. Segundo declaração atribuída ao presidente do BNDES, Luciano Coutinho, a Petrobras vai precisar de uma nova estratégia de financiamento para aumentar o seu plano de investimentos. Coutinho também defendeu a criação de um novo regime fiscal para as companhias que vão oferecer produtos e serviços aos projetos do pré-sal.

Petrobras pode ampliar plano de investimentos, diz O Estado

http://www.bloomberg.com/apps/news?pid=20601086&sid=azqPltqH_90s

A Reuters distribuiu despacho informando que o IBP pediu ao governo brasileiro que mantivesse o sistema de concessões de exploração de petróleo existente. Segundo a matéria, o grupo, que representa a Repsol, BG, Chevron, Petrobras entre outras, teria declarado que “O IBP defende a manutenção, com alguns ajustes, do modelo de concessão atual, competitivo, transparente e estável”. A Upstream publicou matéria baseada no despacho da Reuters, que foi também reproduzido pela Forbes.

Grupo petroleiro preocupado com a nova lei brasileira

http://www.upstreamonline.com/live/article186803.ece

Petrolíferas preferem modelo de concessão brasileiro: grupo comercial

http://www.reuters.com/article/rbssIntegratedOilGas/idUSN0352535420090828?sp=true

Petrolíferas preferem modelo de concessão brasileiro: grupo comercial

http://www.forbes.com/feeds/reuters/2009/08/27/2009-08-28T003444Z_01_N03525354_RTRIDST_0_BRAZIL-OIL.html

O China Post publicou análise de Adam Green, editor do jornal londrino Exploration and Production: Oil and Gas Review, sobre o novo marco regulatório brasileiro. Adam Green analisa o que chama de “política protecionista” do México e do Brasil, afirmando que os países planejam aumentar o emprego no setor de gás e petróleo em empresas domésticas. Ele diz que no Brasil, o presidente Lula propõe conceder direitos de exploração e produção de petróleo à Petrobras, sem opções para empresas estrangeiras.

Os problemas do protecionismo no Brasil e no México

http://www.chinapost.com.tw/print/222380.htm

O site e a versão impressa da Upstream informam que a Petrobras deve receber hoje as ofertas comerciais para a construção de oito unidades flutuantes de produção, armazenamento e descarregamento a serem utilizados no desenvolvimento da primeira fase do pré-sal.

Petrobras recebe propostas para unidades flutuantes

http://www.upstreamonline.com/live/article186625.ece

No Peru, jornal La Republica traz nota dizendo que a Perupetro informou que até o fim deste ano terá os resultados da perfuração que a Petrobras está realizando no chamado Lote 58, na região Cusco.

Nos Estados Unidos, o jornal em espanhol El Nuevo Herald informou que o Uruguai apresentou à ONU um pedido de extensão de seu mar territorial para aumentar a exploração de seus recursos marinhos. Segundo o diário, a decisão coincide com planos de exploração de possíveis jazidas de petróleo na Bacia de Punta Del Este, da qual a Petrobras participa.

O jornal La Prensa, da Bolívia, noticia que a proposta da YPFB de reduzir os volumes de exportação de gás natural para o Brasil não deve ter impacto no rendimento da empresa transportadora Transtierra, com quem tem um contrato fixo de 20 anos. Cita a Petrobras como um dos sócios da Transtierra. O mesmo La Prensa, em sua página de “Opinião,” traça o histórico das relações políticas e econômicas entre o Brasil e a Bolívia. Diz que agora, em um cenário de mais simetria entre os dois países permitiria uma colaboração mais estreita entre a Petrobras e a YPFB.

O site em língua inglesa Russia Info-Centre noticia que a companhia de aviação russa Utair comprou a empresa peruana de helicópteros Helisur. Cita a Petrobras como uma das empresas fornecedoras da Helisur.